CINE TROPPO - SEMANA DE 30/06 A 06/07/16

Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho


AUDIOVISUAL APRESENTA MUDANÇAS COM NOVAS TECNOLOGIAS
*O consumo de audiovisual nos smartphones continua a crescer em grandes proporções nos EUA, enquanto o hábito de assistir à TV tradicional estagnou no último ano. É o que revela uma pesquisa da consultoria Nielsen, publicada no informativo Filme B, divulgado pela revista Variety. No primeiro trimestre de 2016, o tempo gasto pelos americanos adultos (acima de 18 anos) assistindo a vídeos no celular aumentou 60% em relação ao mesmo período do ano passado – saltando de 62 minutos para 99 minutos por dia. Enquanto isso, o tempo gasto na frente da “antiga” TV manteve-se estável, com leve queda de 1% - atualmente, um americano gasta em média 4 horas e 31 minutos por dia na frente da TV. Outro dado relevante é o de que hoje metade dos lares americanos possuem a assinatura de algum serviço de VOD (video on demand), como Netflix, Hulu ou Amazon Prime. É o mesmo percentual de casas que possui um gravador digital de programação (DVR). Mas o consumo desses aparelhos já se mostra estagnado, enquanto os VODs seguem em trajetória ascendente. O relatório da Nielsen conclui também que os heavy users, os usuários que passam mais tempo na frente da tela, são mais radicais nas plataformas digitais do que na TV tradicional. Na TV, 52% da soma dos minutos gastos na frente da tela vêm dos 20% de espectadores mais aficionados. Já nas plataformas digitais, os 20% maiores usuários são responsáveis por 83% do tempo de vídeo nos smartphones, 87% dos computadores fixos e 71% em aparelhos conectados à TV, como a Apple TV.

*Estão abertas até 10 de julho, no Portal Ancine, inscrições de projetos documentais para a nova etapa do programa Encontros com o Cinema Brasileiro, que será em parceria com o Festival Internacional de Documentários de Amsterdã. A iniciativa tem como objetivo favorecer a circulação de filmes brasileiros nos principais festivais do mundo, promovendo sessões para curadores. Serão aceitos documentários de longa-metragem finalizados e inéditos fora do território nacional, e obras que estejam em fase de finalização, mas que já possuam corte provisório de imagem e som. Em ambos os casos as produções devem ser independentes. Serão selecionados de dez a 12 filmes (sendo dois de associados do Programa Cinema do Brasil), que serão avaliados pela curadoria do festival. A 17ª edição do programa não contará com a presença do curador do IDFA no Brasil. O programa é uma iniciativa da ANCINE e Ministério das Relações Exteriores (MRE), com o apoio do Programa Cinema do Brasil.


INDICAÇÕES

ESTREIA
“Procurando Dory”
Filme de Andrew Stanton
Animação

ESPECIAL
Mostra Clássicos de Terror
Cinema Olympia
Até dia 03/07

CINECLUBE
“Stromboli”(1950)
Filme de Roberto Rosselini
Cineclube Alexandrino Moreira – Dia 04/07

DVD
“Sangue Azul”
Filme de Lírio Ferreira
Com Daniel de Oliveira

MEMÓRIA
 “Uma Noite na Òpera”(1935)
Filme com os Irmãos Marx
Cartaz exibido nos cinemas americanos nos anos 30


AGENDA
*Cinema Olympia:
Dia Até dia 03/07 – Mostra “Clássicos do Terror”. Entrada franca.
*Cine Líbero Luxardo:
Até dia 03/02 – Mostra Cine Líbero 30 Anos

*Cineblube Alexandrino Moreira (Casa das Artes):
Dia 04/07– “Stromboli”(1950) de Roberto Rosselini. Sessão às 19 h. Debate após a exibição.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17

Cine Troppo - De 25 a 31/01/18