domingo, 30 de junho de 2013

CINE TROPPO - SEMANA DE 28/06 À 04/07/13

Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho


“STAR TREK – ALÉM DA ESCURIDÃO”
Uma das grandes qualidades da clássica série de tv “Jornada nas Estrelas” era a complexidade de cada episódio que cada vez mais revelava histórias inteligentes com tramas e reviravoltas que atraiam o telespectador. Nas versões cinematográficas que foram filmadas a partir do final dos anos 70, este padrão de qualidade foi mantido em quase todos os filmes que tinham no elenco William Shatner e Leonard Nimoy, atores originais da série. Agora, depois de uma retomada da franquia no cinema, comandada por J. J. Abraham (das séries “Fringe” e “Lost”), entendo que as referências originais voltaram a ser destaque. Levando em consideração a tendência do cinema americano moderno de filmes muito bem produzidos, com qualidade técnica admirável e um orçamento de alto padrão, o diretor J. J Abrahams aproveitou bem a oportunidade de retomar a criatividade, o bom humor e a complexidade tradicionais num roteiro muito bem construído, filmado com a competência de quem muito tem contribuído para as séries de TV nos últimos anos e que em breve vai ser responsável pela nova franquia de “Star Wars”.
Em “Além da Escuridão”, a ideia de incluir na história o vilão Khan, já mostrava boa inspiração. Afinal, Khan é um dos mais interessantes vilões da série tanto na TV como no cinema (Jornada nas Estrelas 2 – A Ira de Khan) pela sua crueldade sempre movida pelo sentimento de vingança. Confrontar os personagens Kirk e Spock com Khan, todos movidos pelo ódio e vingança a partir de graves acontecimentos, certamente poderia render uma boa trama e isso acabou acontecendo. A transformação das características originais dos personagens principais é muito interessante. Aqui, vemos Kirk cada vez mais fora de controle, Spock cada vez mais próximo de seu lado humano e Khan fiel aos seus ideais e que acaba sendo usado para criar graves atos terroristas na Terra. É inevitável ver em Khan alguns traços da personalidade de um terrorista que podemos ver identificar na vida real e por isso mesmo, sua inclusão na trama deu uma dimensão mais humana ao filme. Entre várias questões que podem ser evidenciadas em “Além da Escuridão”, destaco especialmente a relação da tripulação da Enterprise com o seu objetivo final: descobrir novos mundos, novas fronteiras, o desconhecido.
Mostrando a contradição de toda a história, onde quase todos os personagens principais são movidos pelo ódio e a vingança, sentimentos tão reais no dia a dia deste e de outros séculos, o filme cria um interesse e uma curiosidade acima da média para produção de tão alto investimento. Neste sentido, “Star Trek – Além da Escuridão” é um bom exemplo de como pode ser realizado um “blockbuster”de bilheteria e ao mesmo tempo ser criativo e estimulante para o espectador. Creio que a maioria dos fãs da série devem ter gostado do resultado final e confiam que os próximos filmes da franquia “Star Trek” sejam tão bom quanto este. É o que eu espero.

ESTRÉIAS DA SEMANA


“Guerra Mundial Z” é baseado no sucesso literário “World War Z: An Oral History of the Zombie War” de Max Brooks. Um oficial das Nações Unidas, dez anos após vitória da humanidade contra a epidemia que transformou todos em zumbis, relata os acontecimentos enquanto escreve seu livro. “Anna Karenina” (Cine Líbero Luxardo)
“Todo Mundo em Pânico 5”

AGENDA


*Cineclube Alexandrino Moreira :
Dia 01/07 - “O Ovo da Serpente” de Ingmar Bergman. Sessão às 19h. Entrada Franca. Debate após a exibição.


*Cine Olympia:
De 28/06 à 04/07 (exceto dia 01/07) – “Longe do Paraíso” com Julianne Moore. Sessão às 18:30 h. Entrada Franca.
Dia 09/07 – “Fausto” de F. W. Murnau. Projeto “Cinema e Música” com acompanhamento musical ao vivo. Sessão às 18:30 h. Entrada Franca.

*Cine Líbero Luxardo:
De 19 à 30/06 – “O Abismo Prateado” de Karim Ainouz. (Último dia)
Dia 06/07 – “Danton : O Processo da Revolução” de A. Wajda. Sessão Cult. Horário especial: 15:30 h. Entrada franca. Debate após a exibição.


*Cine Estação : De 05 à 30/06 – “A Parte dos Anjos” de Ken Loach. (Último dia)
*Cine Saraiva :
Dia 06/07 - "Um Conto Chinês" com Ricardo Darín. Sessão às 19h. Entrada franca. Debate após a exibição.

domingo, 23 de junho de 2013

CINE TROPPO - SEMANA DE 21 À 27/06/13

Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho



“O ABISMO PRATEADO” É INSPIRADO POR UMA CANÇÃO DE CHICO BUARQUE
No lançamento de “O Abismo Prateado”, o diretor Karim Ainouz fez uma declaração sobre seu novo filme após grandes sucessos de crítica como “Madame Satã”, “O Céu de Suely” e “Viajo porque preciso, volto porque te amo”. ”O Abismo Prateado” está em exibição no cine Líbero Luxardo até o dia 30/06.
“Para mim fazer cinema não é contar uma história, é criar um outro universo, não necessariamente onírico, mas um outro plano de realidade. Hoje em dia acho que a narrativa é um instrumento que precisa ser dominado para se ter maior liberdade criativa. Eu acho que narrar é como entrar num trilho desconfortável, do qual eu precisava sair. Com o tempo eu passei a lidar melhor com a narrativa, quase como um álibi, um dispositivo para que eu possa fazer o que quiser em cima dela, para criar situações dignas de serem filmadas. Todos os meus filmes são retratos de pessoas. Mesmo Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo, em que o protagonista não aparece, o espectador, ao ouvir incessantemente sua voz, o imagina, constrói mentalmente uma imagem dele, seu corpo. O olhar dele o torna presente. Como são retratos, o corpo está sempre presente, de uma maneira ou de outra. Quando recebi o convite do produtor Rodrigo Teixeira, me encantei pela ideia de partir de uma canção de amor, com a letra de “Olhos nos Olhos”, a canção que parte de um ponto de vista masculino (o de Chico Buarque) para tentar entender o ponto de vista feminino. O argumento foi escrito por Beatriz Bracher a partir de uma carta escrita por uma mulher, que falava de um rompimento. Juntos, queríamos explorar o sentimento dessa mulher, o que ela estava passando quando escreveu a carta. Ao mesmo tempo, pensamos em retratar uma relação de amor entre pessoas comuns, uma mulher de classe média, o que não é muito comum no cinema brasileiro atual. Assim, o universo do Chico Buarque norteou o desenvolvimento da ideia: a zona sul carioca, que vai do Flamengo a Copacabana, com suas figuras noturnas. Busquei ainda a presença da natureza na cidade, que se torna marcante. Quis dar atenção especial a isso. Há o mar, as árvores, as montanhas, é tudo cercado por uma natureza exuberante. A natureza num embate com a urbanidade, aquelas rochas que tragam para o mar. Mas há também a possibilidade de ver a cidade pelos olhos da personagem. Uma mulher que está sempre errante, entre a possibilidade de uma certa ordem e o descontrole, entrando naquele túnel, andando a esmo pelas ruas, sem saber para onde ir, o que fazer. Tive o desejo de sair do viés documental, realista, que está muito presente nos meus últimos filmes e do qual eu queria me afastar um pouco. Eu queria um real um pouco alterado, um pouco à maneira de como ela estava olhando para o mundo naquele momento de dor. Esse é o tom do filme. Um registro que não é necessariamente naturalista. A câmera se movimenta bastante, perseguindo a atriz. Havia o desejo de capturar o seu fluxo emocional, como ela se movimentava com o coração despedaçado."

ESTRÉIAS DA SEMANA

“Universidade Monstros” tem de volta alguns dos personagens de “Monstros S/A” (2001), um dos grandes sucessos da Pixar Animation. Depois de mais de uma década, eles voltam agora acompanhados de novos amigos.
“Minha Mãe é uma Peça”
“O Abismo Prateado” (Cine Líbero Luxardo)
“Jerichow” (Cine Olympia)

INDICAÇÕES
DVD
“Fanny e Alexander” de Ingmar Bergman – A Versátil Home Vídeo finalmente lança no Brasil a obra-prima de Ingmar Bergman realizada em 1982 de forma completa. Nesta edição especial, uma caixa com 2 dvds duplos que tem o filme em duas versões : versão de cinema (188 minutos) e a versão original de tv (320 minutos). Além disso, podemos conferir mais de 2 horas e vídeos extras sobre a produção. Imperdível.


“Supertramp – Live in Paris” – Depois de 33 anos do lançamento de “Supertramp – Live in Paris”, álbum que foi sucesso de vendas e conquistou novos fãs do grupo, finalmente chega o registro em imagens deste show memorável. Com várias canções de sucesso como “Dreamer”, “Goodbye Stranger” e “The Logical Song”, o DVD mostra como o grupo tinha total controle musical da sua obra e como era sua interação com o público naquele período. Vale conferir.

AGENDA


*Cine Olympia:
De 21 à 27/06 (exceto dia 24/06) – “Jerichow” de Christian Petzold Sinopse : O destino reúne três pessoas em "Jerichow", um lugarejo da antiga Alemanha Oriental quase abandonado devido ao êxodo de seus habitantes e ao desemprego: o encontro de um ex-soldado com o proprietário de uma lanchonete, descendente de turcos, e sua enigmática esposa leva todos à beira de um abismo. Sessão às 18:30 h. Entrada Franca. Apoio : Instituto Goethe.
Dia 23/06 – “Amor na Tarde” de Billy Wilder com Audrey Hepburn. Sessão Cinemateca. Horário: 16h. Entrada Franca.
*Cine Líbero Luxardo: De 19 à 30/06 – “O Abismo Prateado” de Karim Ainouz.
*Cine Estação : De 05 à 30/06 – “A Parte dos Anjos” de Ken Loach. Robbie é um jovem infrator que consegue se livrar da prisão por conta da compaixão de um juiz que vê nele a possibilidade de deixar de vez o mundo da delinquência. Ele está prestes a se tornar pai. É sua última chance. Uma visita a uma destilaria de whisky o inspira a buscar uma saída para sua vida desesperada.
*Cine Saraiva : Dia 27/06 – “O Planeta dos Macacos” com Charlton Heston. Parceria da ACCPA com a APC (Academia Paraense de Ciências).Sessão às 18h. Entrada franca.Debate após a exibição.

domingo, 16 de junho de 2013

CINE TROPPO - SEMANA DE 14 À 20/06/13

Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho

Críticas


"Faroeste Caboclo" prova que é possível fazer um cinema brasileiro bem produzido, com bom roteiro e que aponta claras influências do cinema moderno. Baseado na canção de Renato Russo, o filme entra num universo de classes sociais, conflitos, drogas, individualidades, indiferenças e mostra que o Brasil ainda é um país com muitas questões a serem resolvidas. A história em si, é muito rica e talvez por isso exigisse mais no seu resultado final. O filme poderia levantar questões que provocassem a reflexão do público. Afinal, vivemos na "perfeição" e o cinema brasileiro raramente olha para o que acontece de verdade neste país. Por esta razão (entre outras), "O Som ao Redor" de Kleber Mendonça é um grande filme pois não tem vergonha que revelar um Brasil que está na nossa esquina. "Faroeste Caboclo" tem elementos na sua história que poderiam ser mais profundos socialmente mas num certo momento do filme, o romance toma um destaque tão grande que outras questões ficam secundárias. Mesmo assim, é um filme interessante. Revela uma maturidade na concepção e realização que merecem elogios. É um filme moderno que poderia ter um alcance maior nas suas propostas mas aponta um caminho construtivo no atual panorama do cinema brasileiro tão possuído por comédias fracas e que não merecem respeito.

“DEPOIS DA TERRA”
O grande problema dos últimos filmes de M. Night Shyamalan (O Sexto Sentido/Corpo Fechado/A Dama na Água) é que as principais características de suas produções simplesmente desapareceram (criatividade, roteiros bem desenvolvidos, boa utilização dos elementos da linguagem cinematográfica). “Depois da Terra”, seu novo filme, confirma essa tendência negativa. Desta vez, numa história absurdamente previsível criada pelo ator Will Smith, M. Night Shyamalan revela um filme que poderia ser dirigido por qualquer funcionário de Hollywood tamanha a falta de inspiração em dar credibilidade para uma história “dejá vu” com atuações terríveis, especialmente de Jade Smith (filho de Will Smith). Se a intenção era criar um veículo de exposição para a familia Smith, Shyamalan deveria ter recusado o projeto. Já que aceitou, o fracasso também é dele.

ESTRÉIA DA SEMANA


“Star Trek – Além da Escuridão” é o décimo segundo longa-metragem da franquia “Jornada nas Estrelas” e o segundo dirigido por J. J. Abrams (das séries “Lost” e “Fringe”). As filmagens ocorreram de 12 de janeiro de 2012 até maio de 2012. O filme está sendo lançado em 3D com cópias dubladas e legendadas.

AGENDA


*Cineclube Alexandrino Moreira (Auditório do IAP): Dia 17/06 – “O Sétimo Sêlo” de Ingmar Bergman. Um dos maiores filmes da história do cinema.Exibição às 19h. Entrada Franca. *Debate após a exibição com críticos da ACCPA.


*Cine Olympia:
De 14 à 20/06 (exceto dia 17/06) – “Tempestade” de Hans-Christian Schmid. Hannah Maynard conduz o processo como promotora pública no Tribunal Penal Internacional em Haia contra o criminoso de guerra Goran Duric. Quando sua testemunha de acusação principal cai em contradições e pouco depois se suicida, ela investigará o caso. Sessão às 18:30 h. Entrada Franca. Apoio : Instituto Goethe.


Dia 16/06 – “Pink Floyd : The Wall” de Alan Parker. Projeto “Cinema e Clássicos do Rock”. Horário: 16h. Entrada Franca. Antes da exibição, execução de músicas do filme em show acústico com Heraldo Meira.

*Cine Líbero Luxardo: Dia 19/06 – “O Abismo Prateado” de Karim Ainouz. Dia 22/06 – “O Homem do Prego” de Sidney Lumet. Sessão Cult. 16h. Entrada franca. Debate após a exibição.


*Cine Estação : De 05 à 30/06 – “A Parte dos Anjos” de Ken Loach. Robbie é um jovem infrator que consegue se livrar da prisão por conta da compaixão de um juiz que vê nele a possibilidade de deixar de vez o mundo da delinquência. Ele está prestes a se tornar pai. É sua última chance. Uma visita a uma destilaria de whisky o inspira a buscar uma saída para sua vida desesperada.

*Cine Saraiva : Dia 27/06 – “O Planeta dos Macacos” com Charlton Heston. Parceria da ACCPA com a APC (Academia Paraense de Ciências).Sessão às 18h. Entrada franca. *Debate após a exibição.

domingo, 9 de junho de 2013

CINE TROPPO - SEMANA DE 07 À 13/06/13

Cine Troppo 
Marco Antonio Moreira Carvalho

Supernovas 

NOVO FILME DE CHRISTOPHER NOLAN SOMENTE EM 2014 
- A Paramount anunciou a data de 7 de novembro de 2014 para o lançamento nos EUA de “Interstellar”, o grande projeto de ficção científica que Christopher Nolan, da trilogia “Batman” herdou de Steven Spielberg. Por volta de 2006, Spielberg encomendara ao irmão de Nolan, Jonathan, um roteiro baseado no tratamento do físico Kip S. Thorne sobre uma viagem a outra dimensão através de um “buraco de verme” (conceito cósmico que pressupõe a existência de atalhos dentro do espaço-tempo). O projeto, que terá distribuição da Warner no resto do mundo, acabou indo parar nas mãos de Nolan, que já escalou Matthew McConaughey como protagonista e Anne Hathaway, Michael Caine e Jessica Chastain em outros papéis de destaque. O filme será rodado com câmeras IMAX.
- Entre os dias 8 de junho e 7 de julho, a Cinemateca Brasileira, em São Paulo, promove a terceira edição da mostra Clássicos & Raros do Nosso Cinema, apresentado filmes raros em versões restauradas. Entre os destaques desta edição está uma homenagem ao fotógrafo e diretor Aloysio Raulino, com a exibição de três curtas-metragens. Também serão exibidas cópias restauradas de “O dragão da maldade contra o Santo Guerreiro” de Glauber Rocha, “Conversas no Maranhão” de Andrea Tonacci, e “A morte comanda o cangaço” de Carlos Coimbra. O evento recebe ainda profissionais convidados como Paulo Sacramento, Maurice Capovilla e Aurora Duarte para conversas com o público.
- A atriz Fernanda Montenegro será a homenageada da 10ª edição do Prêmio ACIE de Cinema, troféu conferido pela Associação dos Correspondentes de Imprensa Estrangeira no Brasil aos longas-metragens lançados comercialmente nas salas brasileiras em 2012. A organização do evento produziu ainda um curta documentário sobre a carreira da atriz, que será exibido na cerimônia de premiação, no dia 24 de junho, no CCBB do Rio de Janeiro. Os indicados a melhor filme do Prêmio ACIE 2013 são os longas “Corações Sujos” de Vicente Amorim, “Febre do Rato” de Cláudio Assis, “Gonzaga – De pai para filho”, de Breno Silveira, e “Xingu” de Cao Hamburger.
- “Faroeste Caboclo” estreou com sucesso nas bilheterias.Apesar de concorrer com produções milionárias 'Velozes e Furiosos 6' e 'Se Beber, não Case! Parte 3', o filme levou 554 mil espectadores aos cinemas, arrecadando mais de R$ 6 milhões.
- Penelope Cruz (Vicky Cristina Barcelona/Volver) poderá ser a próxima Bond Girl. A atriz está em negociações finais para se juntar ao elenco do 24º filme da franquia.Cruz poderá a mais velha atriz a compor a personagem. As filmagens começam em 2013, quando a atriz completa 40 anos.
- Premiados em Cannes tem distribuição garantida no Brasil. “La Vie d´Adèle”, vencedor da Palma de Ouro, será lançado pela Imovision. A distribuidora Paris Filmes lançara o novo filme dos irmãos Coen e o chinês “A Touch of Sin”, que levou o prêmio de melhor roteiro.

ESTREIAS DA SEMANA 


“O Grande Gatsby” é a quinta versão cinematográfica da obra de F. Scoot Fitzgerald escrita em 1925. Dirigido por Baz Luhrman (Moulin Rouge), o filme tem no elenco, Leonardo DiCaprio, Carey Mulligan (excelente atriz de “Shame”) e Tobey Maguire.
“Tempestade” (Cine Olympia)
“Odeio o Dia dos Namorados”
“Depois da Terra” de M. Night Shyamalan
“A Parte dos Anjos” (Cine Estação)

INDICAÇÕES 


DVD
“Três Irmãos” de Francesco Rosi. - Três irmãos com temperamentos e comportamentos bem distintos se reencontram em sua aldeia natal depois de muitos anos para enterrar a mãe e acabam se reencontrando com a mesma realidade política e social de antes. Francesco Rossi (O Bandido Giuliano) é um dos bons diretores do cinema político italiano. Este filme foi exibido em Belém no início dos anos 80 e agora finalmente ganha uma edição de ótima qualidade em DVD.


 Blu-Ray
“Meu Amigo Harvey” – O grande ator James Stewart (A Felicidade não se Compra/Um Corpo que Cai/O
Homem que matou o Facínora) concorreu ao “Oscar” pela atuação neste filme interpretando um homem que vive na companhia de um amigo imaginário, o coelho Harvey. O filme inspirou várias produções com histórias similares no decorrer dos anos. Vale a pena conferir Direção de Henry Koster (O Manto Sagrado).

AGENDA 


*Cineclube Alexandrino Moreira (Auditório do IAP):
Dia 17/06 – “O Sétimo Sêlo” de Ingmar Bergman. Exibição às 19h. Entrada Franca.
*Debate após a exibição com críticos da ACCPA. Apoio: ACCPA. 


*Cine Olympia:
 De 07 à 12/06 (exceto dias 10 e 11) – “Tempestade” de Hans-Christian Schmid. Hannah Maynard conduz o processo como promotora pública no Tribunal Penal Internacional em Haia contra o criminoso de guerra Goran Duric. Quando sua testemunha de acusação principal cai em contradições e pouco depois se suicida, ela investigará o caso. Sessão às 18:30 h. Entrada Franca. Apoio : Instituto Goethe.


Dia 11/06 – “Em Busca do Ouro” de Charles Chaplin. Projeto CINEMA E MÚSICA com exibição de filmes do cinema mudo com acompanhamento musical ao vivo do pianista Paulo José Campos de Melo. Sessão às 18:30h. Entrada Franca. Parceria da Fumbel e Fundação Carlos Gomes.

Dia 09/06 – “MOSTRA DE CINEMA DA AMAZÔNIA” Exibição de Filmes infantis realizados na Amazônia como "O Menino Urubu", "Cadê o Verde que estava Aqui", "A Onda - Festa na Pororoca","O Rapto do Peixe-Boi" entre outros filmes. Horário: 16h. Entrada Franca.
*Cine Líbero Luxardo: Dia 19/06 – “O Abismo Prateado” de Karim Ainouz.


*Cine Estação : De 05 à 30/06 – “A Parte dos Anjos” de Ken Loach. Robbie é um jovem infrator que consegue se livrar da prisão por conta da compaixão de um juiz que vê nele a possibilidade de deixar de vez o mundo da delinquência. Ele está prestes a se tornar pai. É sua última chance. Uma visita a uma destilaria de whisky o inspira a buscar uma saída para sua vida desesperada.

*Cine Saraiva : Dia 27/06 – “O Planeta dos Macacos” com Charlton Heston. Parceria da ACCPA com a APC (Academia Paraense de Ciências).Sessão às 18h. Entrada franca. *Debate após a exibição.

quarta-feira, 5 de junho de 2013

CINE TROPPO - SEMANA DE 31/05 À 06/06/13

Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho

Diretor Ken Loach fala sobre o filme “A Parte dos Anjos”

O que veio antes em “A Parte dos Anjos”, os garotos no tribunal ou a ideia do roubo do uísque?
R -As coisas são sempre muito orgânicas. Mas eu diria que foi o roubo do uísque. Num mundo que os rejeita, o que esses jovens podem fazer? Não quero ser cínico, dizendo que os bancos e os patrões também roubam, mas é o que todo mundo pensa, não? O roubo do uísque parecia uma ideia interessante e Paul (Laverty, o roteirista), que é advogado, há tempos queria abordar a questão do serviço comunitário. Quando se trabalha junto, como nós, é preciso estar na mesma sintonia. Tenho a impressão de que os roteiros que ele me propõe são cada vez mais ricos e complexos. Mesmo quando trabalha com estereótipos, ele propõe algo novo e verdadeiro.

Por que uma comédia?
R - Nosso filme anterior, Irish Route, sobre o Iraque, era muito pesado, com um final que deixava muitos espectadores aflitos ou frustrados. Até como reação contrária, pensamos - por que não algo para se ver sorrindo? Nada mudou na nossa maneira de ver o mundo, ou de como ele trata essas pessoas, mas os próprios personagens têm um olhar mais humorado e eu diria engenhoso na maneira de enfrentar a crise. Essa engenhosidade é que nos interessava.

Poucos diretores são tão realistas como você. O que pensa a respeito disso?
R - De eu ser realista? Eu venho de um meio operário. É o mundo que conheço e me interessa retratar. Tragédia ou comédia, é tudo a mesma coisa e os atores... O que espero deles é que pareçam reais para o público. Não quero falsificar nada. Paul Brannigan, que faz um dos protagonistas, nunca atuou antes, mas é inteligente, divertido e muito humano. É esse o meu prazer, trabalhar com gente como a gente.

Como você consegue atuações tão espontâneas?
R - Há sempre pequenos truques. Instruções que dou para um ator, não para o outro, coisas assim. Gosto de surpreender os atores nas cenas para que eles me surpreendam, também.

*O filme “A Parte dos Anjos” será exibido a partir do dia 05/06 no Cine Estação.

ESTRÉIAS DA SEMANA
“Se Beber Não Case 3” é a segunda sequência de um grande sucesso mundial que arrecadou milhões de dólares nas bilheterias mundiais.
“Faroeste Caboclo”
“A Fuga do Planeta Terra”(3D)
“Nuca fui tão Feliz”(Cine Olympia)

INDICAÇÕES
Livro
“Lanterna Mágica” de Ingmar Bergman – Lançado nos final dos 80, este livro de memórias do grande diretor Ingmar Bergman é uma das grandes referências de sua obra. No livro, Bergman demonstra ser muito crítico sobre seus trabalhos e compartilha com o leitor suas reflexões. Nesta nova edição, uma nova tradução e o ótimo prefácio escrito por Woody Allen demonstram mais do que nunca a importância da obra de Bergman.
Trilha Sonora
M83 é um grupo de música eletrônica francês formado por Nicholas Fromageau e Anthony Gonzalez. Depois do primeiro cd lançado em 2001, a banda ganhou uma grande exposição compondo a trilha sonora do filme “Oblivion” com Tom Cruise no elenco. A música funciona muito bem dentro da narrativa do filme com teclados e efeitos sonoros combinando com a trama e as cenas em geral. Destaque especial para a música tema interpretada por Susane Sundford.

AGENDA
*Cineclube Alexandrino Moreira (Auditório do IAP):
Dia 03/06 - “O Vídeo de Benny” de Michal Haneke. Exibição às 19h. Entrada Franca.
Dia 17/06 – “O Sétimo Sêlo” de Ingmar Bergman. Exibição às 19h. Entrada Franca.
*Debate após a exibição com críticos da ACCPA. Apoio: ACCPA.

*Cine Olympia:
De 31/05 à 06/06 (exceto dias 01 e 03) – “Nunca fui tão Feliz” de Alexander Adolph. Sessão às 18:30 . Entrada Franca. Apoio : Instituto Goethe.
Dia 02/06 – “Sabrina” com Audrey Hepburn e Humprey Bogart. Sessão Cinemateca. Exibição às 16h. Entrada Franca.Apoio : ACCPA.
* Programação completa no site www.cinemaolympia..com.br.

*Cine Líbero Luxardo:
De 22 à 02/06 – “Depois de Lúcia”. Premiado em Cannes, o longa do diretor mexicano Michel Franco retrata a degeneração moral e ética por trás do bullying. Domingo com sessões às 17 e 19h.

*Cine Estação : De 05 à 30/06 – “A Parte dos Anjos” de Ken Loach. Sessões às 18 e 20:30 h.

*Cine Saraiva : Dia 04/06 – “Darkman : Vingança sem Rosto” de Sam Raimi. Sessão às 19h. Entrada franca.

Cine Troppo - De 09 a 15/07/20