domingo, 31 de dezembro de 2017

Cine Troppo - De 29/12 a 03/01/18

CINE TROPPO
Marco Antonio Moreira Carvalho


Melhores do Cinema - 2017
A Associação de Críticos de Cinema do Pará (ACCPA) manteve a tradição que existe desde 1963 e escolheu os melhores do cinema exibidos em Belém. Foram selecionados filmes nacionais e internacionais que chegaram aos cinemas comerciais e alternativos paraenses durante 2017. Cada associado apresentou sua lista individual que foi somada por pontos para a relação final que apresento agora para os leitores do Cine Troppo. A relação final da associação contou com os votos de Pedro Veriano, Luzia Álvares, Marco Antonio Moreira, Arnaldo Prado Júnior, José Otávio Pinto, Vicente Cecim, Francisco Cardoso, Augusto Pacheco, Ismaelino Pinto, Dedé Mesquita, Lorena Montenegro e Fernando Segtowick. Na próxima semana, apresentarei a minha relação dos melhores do cinema em 2017.
Feliz Ano Novo!


Associação de Críticos de Cinema do Pará (ACCPA)
Melhores do Cinema - 2017
1) "Paterson" de Jim Jarmush (66 pontos)
2) "Dunkirk" de Christopher Nolan (53 pontos)
3) "Corra!"de Jordan Peele (40 pontos)
4) "Eu, Daniel Blake" de Ken Loach e "Blade Runner 2049" de Denis Villeneavue (34 pontos)
6) "Afterimage" de Andrzej Wajda(32 pontos)
7) "Frantz" de François Ozon (31 pontos)
8) "De Canção em Canção" de Terrence Malick (27 pontos)
9) "Manchester à Beira Mar" de Kenneth Lonergan e "Elle" de Paul Verhoeven (25 pontos)



Melhor diretor: Jim Jarmush (Paterson) e Terrence Malick (De Canção em Canção)
Melhor ator: Casey Afleck (Manchester à Beira Mar)
Melhor atriz: Isabelle Huppert (Elle)
Melhor ator coadjuvante: Lucas Hedje (Manchester à Beira Mar)
Melhor atriz coadjuvante: Octavia Spencer (Estrelas além do Tempo), Michelle Pfeiffer (Mãe) e Berenice Bejo (Belos Sonhos).
Melhor direção de arte: "A Criada".
Melhor montagem: "Dunkirk".
Melhor fotografia: "Blade Runner 2049".
Melhor Roteiro Original: "Paterson", "Fragmentado" e "Manchester à Beira Mar".


Melhor Roteiro Adaptado: "Frantz".
Melhor Trilha Sonora: "La La Land"
Melhor Canção Original: "City of Stars" e "Mia and Sebastian" (La La Land).
Melhor figurino: "A Criada".
Melhor animação: "A Tartaruga Vermelha".



Melhor documentário: "Eu não sou seu Negro".
Melhor Efeito Especial: "Blade Runner 2049".
Menções especiais: I Mostra de Filmes Etnográficos, programação do Cine Líbero Luxardo e homenagem póstuma para Francis Vale e Antonio Munhoz.




Cine Troppo - De 21 a 27/12/17

CINE TROPPO
Marco Antonio Moreira Carvalho


Charlie Chaplin em documentário imperdível
É claro que não poderia faltar Charlie Chaplin na programação dos 50 anos do cineclube da Associação de Críticos de Cinema do Pará (ACCPA). Além de ser um dos maiores diretores do cinema, Chaplin está na história desse cineclube. Em 25/12/1977, no dia que faleceu, a associação programou o documentário “Carlitos o Genial Vagabundo” no salão do Grêmio Literário Português e houve uma grande comoção quando o filme foi exibido. No final do documentário, que teve vários depoimentos de Chaplin já com idade avançada, os espectadores se emocionaram quando ele e sua esposa, Oona, caminham pelo quintal de sua residência numa cena que lembrava o final de seu filme “Tempos Modernos”. Muitos espectadores choraram de emoção e eu estava lá e inevitavelmente me emocionei também. Na minha memória, de Pedro Veriano e Luzia Álvares e muitos outros que estavam presentes, essa sessão foi um momento muito especial do cineclube que agora completa 50 anos. Por isso, este documentário especial encerrou a programação que realizamos em novembro e dezembro para celebrar as atividades de um cineclube que marcou época na nossa cidade.
*Uma bela noite de cinefilia foi realizada no dia 12/12 na Casa das Artes em mais uma ação do Centro de Estudos Cinematográficos (CEC). Com excelentes opiniões, ideias, trocas, interação e democracia, eu e os amigos Ricardo Evandro Martins, John Fletcher e Alex Damasceno estivemos juntos com o público presente para conversar sobre alguns filmes que geraram boas e más polêmicas este ano. E o resultado foi estimulante e animador ao perceber que houve opiniões diferentes que somaram outras reflexões dos filmes em cada um dos presentes. Agradeço a Casa das Artes, aos meus brilhantes parceiros e ao público presente por esta ação democrática de cultura cinematográfica.
*A estreia de “Star Wars: Os Últimos Jedi” comprovou o aumento do interesse de fãs e novos fãs na saga de George Lucas que agora está sob a administração dos estúdios Disney. O filme teve um lançamento mundial com grande orçamento em publicidade e marketing. Espero que este novo episódio seja digno dos filmes clássicos de Lucas. Vamos conferir!
*Assistir a versão de quase quatro horas de duração do clássico "Napoleão" (1927) de Abel Gance é um momento inesquecível. E vivenciar esse momento na tela do nosso cinema Olympia com acompanhamento musical ao vivo do grande músico Paulo José Campos de Melo é ainda mais especial. É pura cinefilia no coração e na mente!!!
*No dia 07/12 aconteceu o lançamento do livro da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (ABRACCINE) no cinema Olympia. Livro importante que reúne artigos sobre os 100 maiores documentários brasileiros de acordo com a ABRACCINE. Vale conferir! Viva o documentário brasileiro que direta e indiretamente conta história do Brasil.
*A Associação de Críticos de Cinema do Para (ACCPA) reuniu seus associados no dia 20/12 para a tradicional escolha dos melhores filmes do ano. Muitos filmes de qualidade estão na lista final que será publicada em breve juntamente com a minha lista individual. O melhor filme do ano para mim é “De Canção em Canção” de Terrence Malick. Este e títulos como “Na Praia a Noite Sozinha”, “Afterimage” e “Frantz” estarão na minha relação final dos melhores de 2017.
*Feliz Natal para todos!

INDICAÇÕES
ESTREIAS

“Star Wars – Os Últimos Jedi”
Filme de Rian Johnson
Lançamento nacional

“Phoenix”
Filme de Christian Petzold
Cine Olympia

LIVRO

“A Arte do Cinema: Uma Introdução”
De David Bordwell
e Kristin Thompson

DVD
“Queen – A Night at the Odeon - Hammersmith”(1975)
Show ao vivo da banda Queen numa de suas melhores performances

MEMÓRIA

“Guerra nas Estrelas” (1977)
Filme de George Lucas
Cartaz exibido nos cinemas

 AGENDA
*Cineclube Alexandrino Moreira (Casa das Artes):
Em Janeiro: Programação comemorativa ao centenário do cineasta Ingmar Bergman.
*Cine Olympia:
Até dia 30/12 – “Phoenix”. Sessão às 18h30min (exceto sábados, domingos e feriados às 17h30min). Entrada franca.
*Cine Líbero Luxardo:
Em Janeiro - “Com Amor, Van Gough”.



Cine Troppo - De 14 a 20/12/17

CINE TROPPO
Marco Antonio Moreira Carvalho


Charlie Chaplin em documentário imperdível
É claro que não poderia faltar Charlie Chaplin na programação dos 50 anos do cineclube da Associação de Críticos de Cinema do Pará (ACCPA). Além de ser um dos maiores diretores do cinema, Chaplin está na história desse cineclube. Em 25/12/1977, no dia que faleceu, a associação programou o documentário “Carlitos o Genial Vagabundo” no salão do Grêmio Literário Português e houve uma grande comoção quando o filme foi exibido. No final do documentário, que teve vários depoimentos de Chaplin já com idade avançada, os espectadores se emocionaram quando ele e sua esposa, Oona, caminham pelo quintal de sua residência numa cena que lembrava o final de seu filme “Tempos Modernos”. Muitos espectadores choraram de emoção e eu estava lá e inevitavelmente me emocionei também. Na minha memória, de Pedro Veriano e Luzia Álvares e muitos outros que estavam presentes, essa sessão foi um momento muito especial do cineclube que agora completa 50 anos. Por isso, este documentário especial encerra a programação que realizamos em novembro e dezembro para celebrar as atividades de um cineclube que marcou época na nossa cidade.
*Uma bela noite de cinefilia foi realizada no dia 12/12 na Casa das Artes em mais uma ação do Centro de Estudos Cinematográficos (CEC). Com excelentes opiniões, ideias, trocas, interação e democracia, eu e os amigos Ricardo Evandro Martins, John Fletcher e Alex Damasceno estivemos juntos com o público presente para conversar sobre alguns filmes que geraram boas e más polêmicas este ano. E o resultado foi estimulante e animador ao perceber que houve opiniões diferentes que somaram outras reflexões dos filmes em cada um dos presentes. Agradeço a Casa das Artes, aos meus brilhantes parceiros e ao público presente por esta ação democrática de cultura cinematográfica.
*A estreia de “Star Wars: Os Últimos Jedi” esta semana deve comprovar o aumento do interesse de fãs e novos fãs na saga de George Lucas que agora está sob a administração dos estúdios Disney. O filme teve um lançamento mundial com grande orçamento em publicidade e marketing. Espero que este novo episódio seja digno dos filmes clássicos de Lucas. Vamos conferir!
*Assistir a versão de quase quatro horas de duração do clássico "Napoleão" (1927) de Abel Gance é um momento inesquecível. E vivenciar esse momento na tela do nosso cinema Olympia com acompanhamento musical ao vivo do grande músico Paulo José Campos de Melo é ainda mais especial. É pura cinefilia no coração e na mente!!!
*No dia 07/12 aconteceu o lançamento do livro da Associação Brasileira de Críticos de Cinema(ABRACCINE) no cinema Olympia. Livro importante que reúne artigos sobre os 100 maiores documentários brasileiros de acordo com a ABRACCINE. Vale conferir! Viva o documentário brasileiro que direta e indiretamente conta história do Brasil.
*A Associação de Críticos de Cinema do Para (ACCPA) vai reunir seus associados no próximo dia 20/12 para a tradicional escolha dos melhores filmes do ano. Muitos filmes de qualidade deverão estar na lista final que será publicada em breve por aqui juntamente com a minha lista individual. O melhor filme do ano para mim é “De Canção em Canção” de Terrence Malick. Este e títulos como “Na Praia a Noite Sozinha”, “Afterimage” e “Frantz” estarão na minha relação final dos melhores de 2017.

INDICAÇÕES
ESTREIA

“Star Wars – Os Últimos Jedi”
Filme de Rian Johnson
Lançamento nacional

“Phoenix”
Filme de Christian Petzold
Cine Olympia

CINECLUBE
“Carlitos: O Genial Vagabundo”
Filme de Richard Patterson
Cineclube Alexandrino Moreira - Dia 18/12

DVD
“Queen – A Night at the Odeon - Hammersmith”(1975)
Show ao vivo da banda Queen numa de suas melhores performances

MEMÓRIA
“Guerra nas Estrelas” (1977)
Filme de George Lucas
Cartaz exibido nos cinemas

 AGENDA
*Cineclube Alexandrino Moreira (Casa das Artes):
Dia 18/12 – “Carlitos: O Genial Vagabundo” (1974) de Richard Patterson. Documentário sobre Charles Chaplin. Sessão às 19 h. Entrada franca. Debate após a exibição. Programação dos 50 anos do Cineclube da Associação dos Críticos de Cinema do Pará (ACCPA). Em Janeiro: Programação comemorativa ao centenário do cineasta Ingmar Bergman.
*Cine Olympia:
Até dia 30/12 – “Phoenix”. Sessão às 18h30min (exceto sábados, domingos e feriados às 17h30min). Entrada franca.
Dia 22/12 – “A Felicidade não se Compra” (1946) de Frank Capra. Sessão às 18h30min. Entrada franca.
*Cine Líbero Luxardo:
Até 20/12 – “Mostra Star Wars”.


Cine Troppo - De 07 a 13/12/17

CINE TROPPO
Marco Antonio Moreira Carvalho


“Documentário Brasileiro – 100 Filmes Essenciais”
O documentário produzido no Brasil é tema do livro “Documentário Brasileiro – 100 Filmes Essenciais” que foi lançado em Belém no dia 07 de dezembro no Cinema Olympia, com exibição do filme OS DOCES BÁRBAROS. O lançamento teve minha apresentação sobre os documentários escolhidos pela ABRACCINE incluindo meu artigo sobre o documentário OS DOCES BÁRBAROS que registra a turnê musical realizada em 1976 por Caetano Veloso, Gilberto Gil, Gal Costa e Maria Bethânia.
Publicado pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) em parceria com o Canal Brasil e o Grupo Editorial Letramento, o livro reúne 100 ensaios sobre documentários de diferentes épocas e formatos, escolhidos em votação realizada no primeiro semestre de 2017, com a participação de integrantes da Abraccine e convidados. Conta ainda com 20 textos sobre personagens e movimentos importantes na história do gênero no Brasil.
“Documentário Brasileiro” é o segundo livro da coleção dedicada ao cinema nacional produzida por Abraccine e Canal Brasil – o primeiro foi “100 Melhores Filmes Brasileiros”, também da Letramento e lançado em 2016. De confecção luxuosa, em formato de livro de arte e fartamente ilustrada, a publicação parte dos pioneiros do gênero no Brasil, que desbravaram o interior em busca de imagens nos anos de 1910, como Silvino Santos e o Major Thomas Reis.
A evolução do formato passa por Humberto Mauro, à frente do Instituto Nacional do Cinema Educativo (Ince), pelos fundadores do Cinema Novo e de realizadores que focaram suas câmeras para a problemática social do Nordeste. Nomes fundamentais ganham capítulos especiais, como Eduardo Coutinho (“Cabra Marado para Morrer”), Andrea Tonacci (“Serras da Desordem”, Silvio Tendler (“Jango”), Sylvio Back (“A Guerra dos Pelados”) e os irmãos João Moreira e Walter Salles (“Santiago”).
O livro também se detém na representação das mulheres, dos negros, dos indígenas e da periferia no documentário e aborda a presença do gênero no desenvolvimento do cinema experimental, da Boca do Lixo e da videoarte. “Mesmo que alguns filmes marcantes não estejam presentes entre os 100 filmes essenciais, eles são analisados com profundidade nesta parte histórica”, registra Paulo Henrique Silva, organizador do livro e presidente da Abraccine.
Para o organizador, mais importante do que estabelecer uma ordem de preferência (mais de 600 títulos foram citados na votação da Abraccine) é a percepção dos muitos diálogos que são travados silenciosamente entre os 100 textos sobre a produção documental no país. “O leitor não encontrará um movimento ou cineasta melhor do que outro, mas como cada um deles foi importante para montar os alicerces do gênero”, assinala Paulo Henrique.

INDICAÇÕES
ESTREIA
“Corpo de Delito”
Filme de Pedro Rocha
Cine Líbero Luxardo

CONTINUAÇÃO
“Lamparina da Aurora”
Filme de Frederico Machado
Cine Líbero Luxardo

BREVE
"Star Wars - Os Últimos Jedi"
Lançamento nacional
Dia 15/10

CINECLUBE
“Vampiros de Almas”
Filme de Don Siegel
Cineclube Alexandrino Moreira - Dia 11/12

MEMÓRIA
“Trágica Obsessão” (1975)
Filme de Brian de Palma
Cartaz exibido nos cinemas

 AGENDA
*Cineclube Alexandrino Moreira (Casa das Artes):
Dia 11/12 – “Vampiros de Almas” (1956) de Don Siegel. Sessão às 19 h. Entrada franca. Debate após a exibição.
*Cine Olympia:
Até dia 10/12 – “Uma Mulher contra Hitler”. Sessão às 18h30min (exceto sábados, domingos e feriados às 17h30min). Entrada franca.
*Cine Líbero Luxardo:
Até 10/12 – “Lamparina da Aurora” e “Corpo de Delito”.
*Centro de Estudos Cinematográficos (Casa das Artes):


Dia 12/12 – “"Dunkirk/La La Land/Mãe!/De Canção em Canção: Os Melhores/Piores Filmes do Ano? Um tributo aos diferentes olhares cinematográficos". Horário: 18h30min. Inscrições gratuitas. Emissão de certificados de participação.


Cine Troppo - De 30/11 a 06/12/17

CINE TROPPO
Marco Antonio Moreira Carvalho


“Columbus” no circuito
*Aclamado no Festival de Sundance de 2017, “Columbus” está em exibição no cine Líbero Luxardo. De acordo com a revista Variety, o longa de estreia do diretor sul-coreano Kogonada remete a obras como a "Trilogia do Antes" de Richard Linklater, "Encontros e Desencontros" de Sofia Coppola e aos filmes de Yasujiro Ozu, mas possui um estilo próprio e uma visão única, o que o torna um autor para se assistir. Filmado na cidade de Columbus, conhecida por sua arquitetura moderna e única, o filme conta a história de Casey e Jin, ambos com problemas familiares e sobrecarregados pelo peso do futuro, que encontram refúgio um no outro e na arquitetura que os cerca. A obra trata de temas como a morte, a separação e a importância da arquitetura.
*Na terça-feira, dia 28/11, foi realizada mais um ação do Centro de Estudos Cinematográficos (CEC) com a palestra "Star Wars: Mitologia e Significado Político" que teve minha participação e do amigo e professor Ricardo Evandro Martins. Foi uma noite de cinefilia que proporcionou outras leituras sobre a saga de George Lucas. Agradeço a Casa das Artes para parceria, ao amigo Ricardo e ao público presente.
*As ações do Centro de Estudos Cinematográficos (CEC) serão ampliadas a partir de 2018. Além das palestras/debates mensais sobre Cinema, a cada dois meses haverá uma roda de conversa a partir de textos/teorias/críticas/pensamentos cinematográficos. A iniciativa busca colaborar com o estudo sobre a sétima arte e terá a participação de professores e cinéfilos que queiram contribuir com esse processo de compartilhar opiniões e reflexões. Textos de Andre Bazin, Ismael Xavier, Paulo Emílio Salles Gomes, Jacques Aumont, Gilles Deleuze, Glauber Rocha, David Bordwell entre outros serão estudados coletivamente. A iniciativa acontecerá na Casa das Artes e brevemente compartilharei mais informações sobre esta nova ação.
*A programação comemorativa aos 50 anos do cineclube da Associação de Críticos de Cinema do Pará (ACCPA) continuará em Dezembro. Estão programados o clássico “O Anjo Exterminador” de Luís Buñuel, “Vampiros de Almas” de Don Siegel e “Carlitos: O Genial Vagabundo”, documentário sobre Charles Chaplin que marcou com emoção uma exibição do cineclube nos anos 70.
*Uma mostra de filmes produzidos em Israel está em exibição até o dia 06/12 no cinema Olympia com entrada franca. A mostra têm filmes inéditos no Brasil e tem o apoio do Centro Israelita de Belém.
*”A Praça Alexandre” de R. W. Fassbinder e “Decálogo” de K. Kieslowsi estão de volta ao catálogo de vendas em dvd. São duas obras primas que estavam fora de circulação no mercado brasileiro. Obrigatório para cinéfilos.
*”Cinema Paradiso” de Giuseppe Tornatore, “Fellini 8 e meio” de Federico Fellini, “A Felicidade não se compra” de Frank Capra, “Metrópolis” de Fritz Lang e “O Leopardo” de Luchino Visconti serão lançados ainda em 2017 no formato blu-ray. Ótimos lançamentos!

INDICAÇÕES
ESTREIAS
“Assassinato no Expresso Orient”
Filme de Kenneth Branagh
Com Johnny Depp

“Antes o tempo não Acabava”
Filme de Sérgio Andrade
Com Rita Carelli

CONTINUAÇÃO

“Columbus”
Filme de Kogonada
Cine Líbero Luxardo

CINECLUBE
“O Anjo Exterminador”
Filme de Luís Buñuel
Cine Líbero Luxardo- Dia 02/12

MEMÓRIA
“Os Esquecidos”(1955)
Filme de Luiz Buñuel
Cartaz exibido nos cinemas

 AGENDA
*Cineclube Alexandrino Moreira (Casa das Artes):
Dia 11/12 – “Vampiros de Almas”(1956) de Don Siegel. Sessão às 19 h. Entrada franca. Debate após a exibição.
*Cine Olympia:
Até dia 06/12 – “Mostra de Cinema Israelense”. Sessão às 18h30min (exceto sábados, domingos e feriados às 17h30min). Entrada franca.
*Cine Líbero Luxardo:
Até 06/12 – “Columbusx” e “Eu, Olga Hepnarivá”.
*Centro de Estudos Cinematográficos (Casa das Artes):


Dia 12/12 – “"Dunkirk/La La Land/Mãe!/De Canção em Canção: Os Melhores/Piores Filmes do Ano? Um tributo aos diferentes olhares cinematográficos".Horário: 18h30min. Inscrições gratuitas. Emissão de certificados de participação. 

Cine Troppo - De 09 a 15/07/20