Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2013

CINE TROPPO - SEMANA DE 26/07 À 01/08/13

Imagem
Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho

BILHETERIA DOS FILMES BRASILEIROS CONFIRMA A PREFERÊNCIA PELAS COMÉDIAS NACIONAIS


As bilheterias dos filmes brasileiros até agora têm provado que o grande público prefere prestigiar as comédias, fato que não é inédito na história do cinema nacional. O cinema mais autoral continua longe de despertar maior interesse e a prova disso é o resultado de público de filmes como “Elena” e “O Abismo Prateado”. Por isso, vale sempre a pergunta: o que fazer para aproximar o grande público dos bons filmes brasileiros de outros gêneros? Leia a seguir uma relação parcial dos filmes e sua frequência de público nos cinemas brasileiros até julho:
O Concurso ........................294.537 (público da primeira semana de exibição)
Minha Mãe é Uma Peça......3.441.921
Faroeste Caboclo.................1.495.356
Tainá 3.................................354.000
Elena....................................51.314
O Abismo Prateado.............10.943
Tabu.....…

CINE TROPPO - SEMANA DE 19 À 25/07/13

Imagem
Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho

INDICAÇÕES

“Os Passáros” de Alfred Hitchcock (1963) – Edição de 50 anos : O grande clássico de Alfred Hitchcock completa 50 anos com uma edição especial em blu-ray que merece toda atenção. Além da alta qualidade do som e imagem, o blu-ray traz extras com ótimo material contendo o final alternativo do filme, cenas excluídas, teste de vídeo da atriz Tippi Hedren e especialmente o áudio da entrevista que o cineasta François Truffaut fez com Hitchcock que depois foi lançado em livro fundamental para quem gosta de cinema. Cotação : Excelente (BLU-RAY)

“A Lista de Adrian Messenger” de John Huston (1963) - Antes de viajar, Messenger pede para um amigo checar uma lista de nomes. Quando o avião explode no ar, o assunto se transforma em algo sério. Verificando a lista, descobre que cada um dos que se encontram na mesma, morrem em misteriosas circunstâncias. Grandes interpretações de Kirk Douglas e George C. Scoot sob a direção inspirada de John H…

CINE TROPPO - SEMANA DE 12 À 18/07/13

Imagem
Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho

MAIS E MELHORES CINEASTAS MERECEM DESTAQUE NA MÍDIA

Não sou um fã incondicional de listas porque normalmente quando se faz uma lista de melhores sobre qualquer categoria, algum título/nome acaba sempre esquecido. Mas recentemente, avaliando o lançamento de alguns filmes no Brasil e em outros países, percebi novamente que cada vez mais a mídia sempre coloca em evidência cineastas, atores e celebridades que muitas vezes não tem uma obra tão significativa e vivem muito mais do marketing do que do reflexo de suas obras. Claro que esse mecanismo não é novo mas com as novas formas de comunicação, esse tipo de evidência acaba “escondendo” nomes muito mais interessantes que hoje estão procurando fazer um trabalho mais autoral, mais consistente, mais revelador na sétima arte. Acredito que o cinema tem várias vertentes de realização. Cinema é entreternimento e também é arte, por isso, vale a pena evidenciar aqui alguns cineastas que hoje merecem …

CINE TROPPO - SEMANA DE 05 À 11/07/13

Imagem
Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho


“Anna Karenina” de Joe Wright é uma das melhores adaptações cinematográficas da obra literária de Leo Tolstoy. Com roteiro de Tom Stoppard e brilhante direção de Joe Wright (mesmo diretor de “Orgulho e Preconceito” e “Desejo e Reparação”), o filme equilibra com criatividade os elementos da linguagem cinematográfica e teatral, dimensionando a força da história de uma aristocrata do século XIX que destrói o casamento ao se apaixonar por um soldado russo, quebrando regras e barreiras sociais. Com uma excelente produção, fotografia e ótimas atuações do elenco principal, o filme foi indicado ao “Oscar”” de melhor trilha sonora, melhor design de produção, melhor fotografia e melhor figurino. “Anna Karenina” está em exibição no Cine Líbero Luxardo e Cine Estação e merece ser visto.

SUPERNOVAS
*Sou admirador da obra do cineasta Terrence Malick desde seu primeiro filme, “Terra de Ninguém”(1976). Em “A Árvore da Vida”(2011), MaLlick conseguiu atingir …