segunda-feira, 31 de maio de 2010

CINECLUBE OI ESTAÇÃO - CINEMA NA ORLA - DIA 02/06/10


Curta- metragem:
"BELÉM CIDADE DAS ÁGUAS "
Sinopse: Documentário que mostra a capital paraense e a sua relação com os rios que a cercam. Descreve a ocupação da orla da cidade por portos públicos e particulares, serrarias, empresas, feiras e diversas outras atividades. Pesquisadores analisam a vida da cidade ribeirinha, apontando saídas para a nova organização urbana e de valorização de seus rios.
Direção: Jorane Castro
Produção:BRA/ 2007
Livre

Longa metragem:
"TEMPOS MODERNOS"
Sinopse:Um operário de uma linha de montagem, que testou uma "máquina revolucionária" para evitar a hora do almoço, é levado à loucura pela "monotonia frenética" do seu trabalho. Após um longo período em um sanatório ele fica curado de sua crise nervosa, mas desempregado. Ele deixa o hospital para começar sua nova vida, mas encontra uma crise generalizada e equivocadamente é preso como um agitador comunista, que liderava uma marcha de operários em protesto.
Direção: Charles Chaplin.
Produção : 1936 (EUA)
tores: Charles Chaplin e Paulette Goddard
87 min
Livre
CINECLUBE OI ESTAÇÃO - CINEMA NA ORLA
"BELÉM CIDADE DAS ÁGUAS"/ "TEMPOS MODERNOS"
QUARTA-FEIRA DIA 02/06/10
Local : ESTAÇÃO DAS DOCAS
HORÁRIO : 19
H
ENTRADA FRANCA
APOIO : ACCPA

domingo, 30 de maio de 2010

CINE TROPPO DOMINGO DIA 30/05/10


CINE-TROPPOMarco Antonio Moreira Carvalho

CINEMA/Lançamentos da Semana
Caso não haja nenhuma modificação de última hora, as estréias da semana são “À Moda da Casa” e “Sex and the City 2”.
“À Moda da Casa” de Nacho Vellila é uma produção espanhola. No filme, Maxi é um chef de cozinha que precisa cuidar de um casal de filhos depois que sua ex-mulher morre. Enquanto tenta ganhar a confiança deles, acaba se envolvendo com seu vizinho, ex-jogador de futebol e atual comentarista de televisão, que tem medo de tornar pública sua sexualidade. O filme será exibido de quinta a domingo de 27 a 3005 e 03 a 06/06- às 19h30 no Cine Líbero Luxardo.
“Sex and the City 2” é a sequência do grande sucesso da TV que fez grande bilheteria no cinema no seu primeiro longa-metragem . Desta vez, as quatro amigas aparecem na forma de uma aventura glamurosa e ensolarada que carrega as mulheres de Nova York para um dos destinos mais luxuosos, exóticos e enigmáticos do planeta, onde a festa nunca termina. Mas uma viagem surge no momento perfeito para as quatro amigas, que se descobrem envolvidas nas regras tradicionais do casamento e da maternidade, e tentam lutar contra isso. No elenco, Sarah Jessica Parker, Cynthia Nixon, Kim Cattrall, Kristin Davis, Chris Noth, Max Ryan, David Eigenberg, Evan Handler, Liza Minnelli, Miley Cyrus.

QUADRO DE COTAÇÕES / ACCPA
FILMES MARCO MOREIRA PEDRO VERIANO LUZIA ÁLVARES
“Robin
Hood” Bom Razoável Bom
--------------------------------------------------------------------------------
“Homem de Ferro
2” Razoável Razoável Razoável
--------------------------------------------------------------------------------
“Madadayo” Excelente Excelente Excelente
--------------------------------------------------------------------------------
“7 Anos” Muito Bom Bom Bom
--------------------------------------------------------------------------------
“Um Lugar
ao Sol”(DVD) Excelente Excelente Excelente
--------------------------------------------------------------------------------
“Week End” Excelente Razoável Excelente
--------------------------------------------------------------------------------

SUPERNOVAS
*O diretor Oliver Stone que acaba de exibir em Cannes” Wall Street – O Dinheiro nunca Dorme”, estará em São Paulo no dia 31 de maio para o lançamento de seu mais recente documentário, “Ao Sul da Fronteira”. Exibido no Festival de Veneza no ano passado, o filme é um documentário que registra a viagem do cineasta por países da América Latina e inclui entrevistas com os presidentes Hugo Chavez, Evo Morales, Lula, Cristina Kirchner, Raul Castro, entre outros. Oliver Stone, que percorrerá outros países sul-americanos, fará uma exibição do filme para a imprensa seguida de entrevista coletiva. “Ao Sul da Fronteira” estreia no Brasil dia 5 de junho, com distribuição da Europa Filmes.
*Mais uma vez, o público poderá escolher seus filmes favoritos no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, que este ano será entregue no dia 8 de junho, em cerimônia no Teatro João Caetano, no Rio de Janeiro. A votação já foi aberta no site da Academia Brasileira de Cinema (www.academiabrasileiradecinema.com.br), nas categorias de melhor longa-metragem nacional e estrangeiro. O evento conta com patrocínio da RioFilme, da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro e da rede de cinemas Cinemark.*Martin Scorsese (Ilha do Medo) voltou a falar para a imprensa esta semana sobre a cinebiografia de Frank Sinatra que ele irá dirigir.Segundo o diretor, seu desejo é ter Al Pacino como Sinatra e Robert DeNiro como Dean Martin, um dos integrantes do Rat Pack, grupo formado por Sinatra, Martin, Sammy Davis Jr, Peter Lawford e Joey Bishop. O filme mostrará Sinatra em vários períodos de sua vida. Leonardo DiCaprio é já confirmou participação no filme.A produção deverá chegar aos cinemas em 2012.
*James Franco (Homem Aranha) foi contratado para protagonizar o novo “Planeta dos Macacos”, que tem o título “Rise of the Apes”. Ele viverá o jovem cientista que consegue desenvolver uma mistura de homem com macaco.A estreia acontece em 24 de Junho de 2011.
*”O Último Mestre do Ar”, adaptação do desenho “Avatar: A Lenda de Aang” (Avatar: The Last Airbender), teve sua estreia adiada no Brasil.O longa, que seria lançado em 23 de Julho, foi adiado para 20 de Agosto.A estreia acontece em 2D e 3D convertido.
*Walter Salles (Central do Brasil)já tem um projeto planejado para depois de “On The Road”, cujas filmagens começam em agosto. O cineasta deve levar às telas uma adaptação bestseller do escritor chileno Hernar Rivera Letelier, “La Contadora de Películas”.
*A Warner Bros. Brasil divulgou o cartaz nacional de “A Origem” (foto), novo filme de Christopher Nolan (Batman Begins). O filme é uma aventura de ficção cientifica que acontece dentro da arquitetura de uma mente. No elenco, Leonardo DiCaprio.
*A Associação de Críticos de Cinema do Pará (ACCPA) tem na internet um blog de cinema: http://www.accpara.blogspot.com/
*Acesse também “Odisséia”, meu blog sobre cinema e outros assuntos no endereço http://www.marcoantoniomoreira.blogspot.com/.
* Meu Twitter: www.twitter.com/marcomoreira_
* Confira nas sextas e sábados pela manhã, meus comentários sobre cinema na rádio O Liberal/CBN.

CRÍTICA
“Madadayo” de Akira Kurosawa
.O filme conta a história das últimas décadas de vida de Hyakken Uchida, professor e escritor que se aposenta no início dos anos 40. Com saudades e reconhecendo o talento do professor, seus antigos alunos fazem constantes reuniões para matar as saudades do professor, em um ritual que o prepara para a morte, que pode estar mais perto a cada ano. Completando o ciclo de homenagens aos 100 anos de nascimento do diretor Akira Kurosawa feito pela ACCPA, o Cine Olympia exibe hoje, às 16 h, o último filme dirigido pelo mestre Kurosawa, realizador de obras-primas do cinema como “Dersu Uzala”, “Viver” e “Rashmon”. Ao contar a história de um professor que se aposenta e deixa saudosos seus alunos, Kurosawa faz aqui um pararelo com sua própria história dentro e fora do cinema. Repleto de cenas emocionantes e poéticas, “Madadayo” é a última obra de um poeta do cinema. Logo em seguida ao lançamento deste filme, Kurosawa se mudou para o interior do Japão para viver seus últimos dias.
"Terra Estrangeira” de Walter Salles Jr. Em 1996, um filme brasileiro chegou aos cinemas no meio de um grande caos que o cinema nacional brasileiro estava passando. Poucos filmes em produção, extinção da distribuidora/produtora Embrafilme pelo governo e o consequente afastamento do grande público eram apenas alguns dos problemas que nosso cinema vivia na época. Além disso, o povo brasileiro ainda estava vivendo os sustos e surprêsas de sua nova democracia quando o diretor Walter Saller Jr., junto com Daniela Thomas, resolveu fazer “Terra Estrangeira”, um filme sobre a solidão. A solidão do Brasil, dos brasileiros, dos povos, das pessoas.No filme, o personagem Paco quer conhecer a terra de sua mãe após sua morte, mas para isso, tem que passar por uma jornada de encontros e desencontros da sua história, da história de sua mãe e da história de um país:o Brasil. Reflexo de um momento importante da história brasileira, “Terra Estrangeira” foi/é um filme desafiador ao provocar sentimentos de dor, perda, esperança, desilusão e sede de viver de seus personagens, tão parecidos com todos nós. Filmado em preto e branco, como se Walter Salles Jr. quisesse tornar seu tema atemporal e real, “Terra Estrangeira” é um filme repleto de símbolos. Paco é o Brasil, procurando se reencontrar correndo atrás do seu passado ou Paco é o brasileiro, solitário, em busca de sua identidade nunca definida mas sempre almejada ? Em ambos os caminhos de leitura do filme, o tema da solidão. Solidão de ter que ser, sem saber o que. Solidão de procurar, sem saber onde. Solidão de descobrir, sem saber pra que. Assim, Salles Jr. constrói “Terra Estrangeira”, talvez seu melhor filme, ao lado de “Central do Brasil”.Bem dirigido, com uma narrativa bem simples e desenvolvida com cenas poéticas muito bem escritas e filmadas, este filme marcou o cinema brasileiro dos anos 90 ao provar que era possível fazer um tipo de cinema amplo, abrangente, brasileiro e universal ao mesmo tempo.”Terra Estrangeira” é um filme universal. Seu tema é universal. Mas ao mesmo tempo, é um filme que transpira uma brasilidade poucas vezes mostrada com tanta sensibilidade pelos nossos cineastas. Por isso, “Terra Estrangeira” merece ser conhecido e por isso também este filme foi escolhido para ser o filme de abertura do Cineclube OI Estação, mais uma opção de cinema para o cidadão paraense, numa iniciativa inédita que vai procurar levar literalmente o cinema ao público, com exibições de curtas e longa-metragens na orla da Estação das Docas, numa parceria com ACCPA que espero, produza novas idéias e novas iniciativas para levar novas opções de cinema ao grande público. (Texto publicado no meu blog ODISSÉIA a respeito do filme que inaugurou o Cineclube Oi Estação)

D I C A S
DVD/FILME: “
Mimi, O Metalúrgico” é uma produção de 1972 dirigida pela cineasta Lina Wertmuller. Proibido durante algum tempo no Brasil, o filme chegou anos depois nas salas de exibição com uma série de cortes. Mimi é siciliano, forçado a sair de sua terra natal quando não consegue mais arrumar emprego, como resultado de seu voto contra o candidato da máfia. Ele deixa sua mulher e segue para Turin. Na cidade grande ele consegue emprego, mas descobre que ali existe muito mais corrupção do que em sua terra. No elenco, Giancarlo Gianinni (Hannibal).
BLU-RAY: Baraka é uma antiga palavra que pode ser traduzida como o sopro ou a essência da vida, de onde se desencadeia o processo de evolução da vida. Com imagens captadas em 24 países, “Baraka”, o filme, busca traduzir visualmente a ligação do ser humano com a Terra. Esta versão é restaurada e é foi o primeiro filme a ser escaneado em 8K, a partir de um negativo restaurado. O resultado é uma experiência visual inédita com ótimos extras incluindo o making of da produção. A direção é de Ron Fricke.
DVD/SHOW: “Bruce Springsteen com a The Band Sessions Live in Dublin” apresenta 23 canções tiradas performances da banda em Dublin, Irlanda, em shows realizados em 2006. O DVD mostra a banda durante o final da turnê na sua melhor forma e com um excelente repertório com canções como “Atlantic City”, “Jacob´s Ladder” e Eyes on the Prize” e “Blinded by the Light”.

AGENDA
- Cineclube Alexandrino Moreira: O Cineclube Alexandrino Moreira, do Instituto de Artes do Pará (IAP), exibe amanhã às 19 h , em parceria com a Programadora Brasil, mais um filme brasileiro que merece ser visto. Entrada Franca.
- Espaço Municipal Cine Olympia: Continua em exibição o filme francês “7 Anos” com entrada franca de terça à domingo às 18:30 h. Na Sessão Cinemateca, mais uma iniciativa em parceria com a ACCPA, hoje às 16 h, será exibido “Madadayo”, último filme dirigido pelo grande cineasta japonês Akira Kurosawa. O filme fecha o ciclo de homenagens que a ACCPA fez em comemoração aos 10 anos de nascimento do diretor ocorrido este ano.
- Cine Líbero Luxardo: “À Moda da Casa” de Nacho Vellila, produção espanhola, está exibição. No filme, Maxi é um chef de cozinha que precisa cuidar de um casal de filhos depois que sua ex-mulher morre. Enquanto tenta ganhar a confiança deles, acaba se envolvendo com seu vizinho, ex-jogador de futebol e atual comentarista de televisão, que tem medo de tornar pública sua sexualidade. O filme será exibido de quinta a domingo de 27 a 3005 e 03 a 06/06- às 19h30.
- Cineclube Oi Estação : Quarta-feira, dia 02/05, será exibido o curta-letragem "Cidade das Águas" de Jorane Castro e o clássico "Tempos Modernos" de Charlie Chaplin. A sessão começa às 19 h com entrada franca e debate entre o público presente e os críticos da ACCPA. Os filmes do Cineclube Oi Estação são exibidos dentro do projeto CINEMA NA ORLA, da Estação das Docas e tem a parceria da ACCPA (Associação dos Críticos de Cinema do Pará).

domingo, 23 de maio de 2010

CINE TROPPO DOMINGO DIA 23/05/10

CINE-TROPPO
Marco Antonio Moreira Carvalho

CINEMA/Lançamentos da Semana
Caso não haja nenhuma modificação de última hora, as estréias da semana são “Fúria de Titãs” e “Quincas Berro D´Água”.
“Fúria de Titãs” é uma refilmagem do sucesso de 1981. A disputa pelo poder lança os homens contra os reis, e os reis contra os deuses. Mas a guerra em curso entre os deuses já é suficiente para destruir o mundo. Nascido de um deus, porém criado como homem, Perseu se vê indefeso para salvar a família da aniquilação por Hades, o vingativo deus do reino dos mortos. Sem nada a perder, Perseu se oferece como voluntário para comandar a perigosa missão de derrotar Hades, antes que este consiga obter poder de Zeus e instalar o inferno na Terra. Liderando um grupo de guerreiros, Perseus parte numa arriscada jornada nas profundezas dos mundos proibidos. Combatendo demônios cruéis e monstros terríveis, ele somente irá conseguir sobreviver se aceitar seu poder como um deus, desafiar a sorte e criar seu próprio destino. No elenco, Sam Worthington (Avatar), Lian Neeson e Ralph Fiennes. Repleto de efeitos especiais de última geração, o filme não será exibido em 3D nos cinemas locais.O filme será exibido em cópias dubladas e legendadas.
“Quincas Berro D´Água” é baseado no romance de Jorge Amado.Rei dos botecos, bordéis e gafieiras da Bahia, o ex-funcionário público Quincas Berro d’Água é encontrado morto em sua cama. Inconformados com sua morte, seus melhores amigos “roubam” o corpo e o levam para uma última noite regada a festa e muita bebida. Em meio a mil confusões, Quincas “vive” a sua segunda e definitiva morte, desta vez como sempre sonhou. No elenco, Paulo José, Marieta Severo e Mariana Ximenes.

QUADRO DE COTAÇÕES / ACCPA
FILMES MARCO MOREIRA PEDRO VERIANO LUZIA ÁLVARES
“Robin
Hood” - Razoável Bom
-------------------------------------------------------------------------
“Homem de
Ferro 2” Razoável Razoável Razoável
-------------------------------------------------------------------------
“Ao Lado da
Pianista” Muito Bom - -
------------------------------------------------------------------=------
“7 Anos” Muito Bom Bom Bom
-------------------------------------------------------------------------
“Um Lugar ao Sol” Excelente Excelente Excelente
-------------------------------------------------------------------------
“Week End” Excelente Razoável Excelente
--------------------------------------------------------------=----------

SUPERNOVAS
*O Sistema Firjan abriu inscrições para a terceira edição do concurso Curta Criativo. O tema e o formato de captação são livres e os filmes devem ter até cinco minutos, incluindo os créditos. Os dois melhores das categorias animação, documentário e ficcção serão premiados com valores em dinheiro que podem chegar até R$ 10 mil, além de equipamentos, estágios em longas-metragens, ilhas de edição, cursos de exibição em cinemas e sessões especiais. As inscrições são gratuitas e vão até 5 de junho. Mais informações em www.firjan.org.br/curtacriativo
*A Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo anunciou a publicação do edital Concurso Telefilmes. O valor reservado para as premiações é de R$ 2,8 milhões. As inscrições devem ser feitas até o dia 22 de junho. O processo de seleção dos projetos terá duas etapas: “criação e desenvolvimento de roteiro inédito de telefilme” e “produção de telefilme inédito”. Esta será a terceira edição do Concurso Telefilmes, que será realizado em parceria com a Fundação Padre Anchieta. Mais informações em http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/lenoticia.php?id=209795.
*A Elo Company está disponibilizando em seu canal na internet parte do acervo da Companhia Cinematográfica Vera Cruz. São13 longas de ficção, entre eles “Sinhá Moça”, “O Sobrado” e “As Amorosas” e cinco documentários do estúdio que estão gratuitamente disponíveis.
*Segundo reportagem da Variety, Walter Salles já tem um projeto planejado para depois de “On The Road”, cujas filmagens começam em agosto. O cineasta deve levar às telas uma adaptação bestseller do escritor chileno Hernar Rivera Letelier, “La Contadora de Películas”. O filme será produzido pelo StudioCanal e pela Videofilmes, em parceria com a Selenium Films, da França, e a Ks Films, da Argentina.
*Depois da estréia na direção com “Garota Fantástica”, Drew Barrymore está em negociações para dirigir a sequência de “O Mágico de Oz”, chamada “Surrender Dorothy” O projeto havia sido anunciado em 2002. Quase dez anos depois, a produção volta a ativa, com a atriz assumindo a direção. O filme acompanha a história da tataraneta de Dorothy, protagonista do Mágico de Oz original. A garota precisa seguir o caminho de Oz para impedir que a Bruxa Malvada do Oeste volte a controlar o reino. O projeto deve ser em 3D.
* As maiores bilheterias do Brasil esta semana: 1. Alice no País das Maravilhas (R$ 4,7 milhões)2. Robin Hood (R$ 4,2 milhões)3. Homem de Ferro 2 (R$ 3,4 milhões)4. A Hora do Pesadelo (R$ 622 mil)5. Chico Xavier (R$ 596 mil)6. O Preço da Traição (R$ 341 mil)7. Missão Quase Impossível (R$ 237 mil)8. Tudo Pode Dar Certo (R$ 217 mil)9. Os Homens que Não Amavam Mulheres (R$ 145 mil)10. Caçador de Recompensas (R$ 114 mil mil).
*A Warner Bros. Brasil acaba de divulgar o cartaz nacional de “A Origem” (foto), novo filme de Christopher Nolan (Batman Begins). O filme é uma aventura de ficção cientifica que acontece dentro da arquitetura de uma mente e tem no elenco principal Leonardo DiCaprio (A Ilha do Mêdo).
*A Associação de Críticos de Cinema do Pará (ACCPA) tem na internet um blog de cinema: http://www.accpara.blogspot.com/
*Acesse também “Odisséia”, meu blog sobre cinema e outros assuntos no endereço http://www.marcoantoniomoreira.blogspot.com/.
* Meu Twitter: www.twitter.com/marcomoreira_
* Confira nas sextas e sábados pela manhã, meus comentários sobre cinema na rádio O Liberal/CBN.

CRÍTICA /Cinema
7 Anos” de Jean-Pascal Hattu. Com Bruno Todeschini e Valérie Donzelli. O cinema francês está sempre revelando novos cineastas e novos talentos que merecem destaque. Desta vez, temos a oportunidade de ver, através da parceria do Consulado Geral da Fraça (RJ), o filme “7 Anos”, drama que é o primeiro longa-metragem do diretor Jean-Pascal Hattu. O filme mostra o drama de um casal quando o marido é condenado a 7 anos de prisão e o que resta da relação são os poucos momentos de intimidade e cumplicidade que eles tem quando ela o visita periodicamente. Carentes e profundamente solitários e solidários um com o outro, ambos se mantém unidos num ritual de relacionamento sem saída. Mas até que ponto vai este relacionamento quando o marido pede que um dos carcereiros se envolva com sua mulher como prova de amor? As relações humanas são muito complexas, como diria o grande diretor alemão R. W. Fassbinder, e os caminhos do desejo e do amor, e até onde esse caminho nos leva, é o tema de “7 Anos”. Sem exageros formais ou de diálogos constantes de discussões sobre a relação, o diretor constrói o filme com um roteiro simples que revela objetivamente as características dos personagens e que deixa claro a solidão que os principais personagens sentem, seja o marido, a mulher ou o carcereiro. Muitas vezes, os diálogos são curtíssimos com cenas longas sem música e onde se vê a expressão, o sofrimento, as necessidades de cada um não com o objetivo de emocionar ou sensibilizar o espectador mais sim de mostrar as regras de uma relação ao mesmo tempo forte e frágil que é colocada à prova. O distanciamento dos personagens pode ser visto pelo espectador como uma excessiva frieza mais é assim que o diretor optou por revelar suas defesas dentro de uma situação de culpa, desejo e sedução. “7 Anos” não é original na abordagem do seu tema mas revela uma visão interessante de um diretor estreante que pode fazer bons trabalhos no futuro. “7 Anos” está em exibição no Cine Olympia com o apoio do Consulado Geral da Franca.

D I C A S
TV POR ASSINATURA
: Michael Moore é um cineasta polêmico e já fez bons documentários como “Tiros em Columbine”. Em “S.O.S. Saúde”(com exibição no Telecine Cult) ele procura denunciar o sistema de saúde americano através de relatos de seus usuários e da comparação com o sistema de saúde de outros países. Vale a pena ver e discutir o tema sem esquecer que é necessário que o cinemaníaco de hoje veja mais filmes deste gênero para no mínimo ver novas abordagens sobre assuntos importantes.
TRILHAS SONORAS: “Almost Alice” é o nome da trilha sonora de “Alice no País das Maravilhas”. A trilha original foi composta por Danny Elfman que já trabalhou com o diretor Tim Burton em diversos filmes. Mas aqui, as canções é que merecem destaque como “Alice”(Underground) com Avril Lavigne, “The Lobster Quadrille” com Franz Ferdinand, “Fell Down a Hole” com Wolfmother e “Her Name Is Alice” com Shinedown. Vale a pena ouvir.
NA INTERNET: Como resultado do curso de crítica cinematográfica que ministrei na Caiana Filmes, os alunos das duas turmas fizeram um blog onde estão publicando suas críticas sobre filmes de forma contínua.. Vale a pena conferir o blog no endereço http://neocriticas.blogspot.com/ e ver uma nova geração de críticos locais em formação.
VALE A PENA VER DE NOVO: “Robin Hood” de Ridley Scott está nos cinemas e é mais uma versão cinematográfica do famoso personagem que roubava dos ricos e doava o dinheiro aos pobres. Das versões que ficaram na história, “As Aventuras de Robin Hood”(1938) com Errol Flynn marcou toda uma geração. “Robin e Marian” (1976) de Richard Fleischer com Sean Connery e Audrey Hepburn também merece uma revisão assim como o divertido desenho animado da Disney, “Robin Hood” (1973) que divertiu muitas crianças e adultos nos anos 70.

AGENDA
- Cineclube Alexandrino Moreira: O Cineclube Alexandrino Moreira, do Instituto de Artes do Pará (IAP), exibe amanhã às 19 h , em parceria com a ACCPA, “Week End”, do diretor Jean-Luc Godard, importante nome do movimento Nouvelle Vague, que influenciou vários cineastas inclusive aqui no Brasil. O filme será exibido também como uma homenagem ao diretor que este ano completa 80 anos. Após o filme, o já tradicional debate entre os críticos da ACCPA e o público presente. A apresentação do filme será feita pelo crítico e escritor Vicente Cecim. Entrada Franca.
- Espaço Municipal Cine Olympia: Continua em exibição o filme francês “7 Anos” com entrada franca de terça à domingo às 18:30 h. Na Sessão Nostalgia, mais uma iniciativa em parceria com a ACCPA, hoje às 16 h, será exibido o clássico “Um Lugar ao Sol” de George Stevens com Elizabeth Taylor no elenco. Entrada Franca.
- Cine Líbero Luxardo: “Ao Lado da Pianista” será exibido pela última vez hoje às 19:30h . No filme, uma menina de dez anos não passa num teste de piano realizado numa prestigiada escola da França devido a uma distração da presidente do júri, uma famosa pianista.Anos depois, ele procura se vingar desta situação ao seu modo, entrando na vida da pianista.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

"TERRA ESTRANGEIRA" NA ORLA DA ESTAÇÃO DAS DOCAS


"TERRA ESTRANGEIRA" NA ORLA DA ESTAÇÃO
Em 1996, um filme brasileiro chegou aos cinemas no meio de um grande caos que o cinema nacional brasileiro estava passando. Poucos filmes em produção, extinção da distribuidora/produtora Embrafilme pelo governo e o consequente afastamento do grande público eram apenas alguns dos problemas que nosso cinema vivia na época. Além disso, o povo brasileiro ainda estava vivendo os sustos e surprêsas de sua nova democracia quando o diretor Walter Saller Jr., junto com Daniela Thomas, resolveu fazer “Terra Estrangeira”, um filme sobre a solidão. A solidão do Brasil, dos brasileiros, dos povos, das pessoas.
No filme, o personagem Paco quer conhecer a terra de sua mãe após sua morte, mas para isso, tem que passar por uma jornada de encontros e desencontros da sua história, da história de sua mãe e da história de um país:o Brasil. Reflexo de um momento importante da história brasileira, “Terra Estrangeira” foi/é um filme desafiador ao provocar sentimentos de dor, perda, esperança, desilusão e sede de viver de seus personagens, tão parecidos com todos nós. Filmado em preto e branco, como se Walter Salles Jr. quisesse tornar seu tema atemporal e real, “Terra Estrangeira” é um filme repleto de símbolos.
Paco é o Brasil, procurando se reencontrar correndo atrás do seu passado ou Paco é o brasileiro, solitário, em busca de sua identidade nunca definida mas sempre almejada ? Em ambos os caminhos de leitura do filme, o tema da solidão. Solidão de ter que ser, sem saber o que. Solidão de procurar, sem saber onde. Solidão de descobrir, sem saber pra que. Assim, Salles Jr. constrói “Terra Estrangeira”, talvez seu melhor filme, ao lado de “Central do Brasil”.
Bem dirigido, com uma narrativa bem simples e desenvolvida com cenas poéticas muito bem escritas e filmadas, este filme marcou o cinema brasileiro dos anos 90 ao provar que era possível fazer um tipo de cinema amplo, abrangente, brasileiro e universal ao mesmo tempo.”Terra Estrangeira” é um filme universal. Seu tema é universal. Mas ao mesmo tempo, é um filme que transpira uma brasilidade poucas vezes mostrada com tanta sensibilidade pelos nossos cineastas.
Por isso, “Terra Estrangeira” merece ser conhecido e por isso também este filme foi escolhido para ser o filme de abertura do Cineclube OI Estação, mais uma opção de cinema para o cidadão paraense, numa iniciativa inédita que vai procurar levar literalmente o cinema ao público, com exibições de curtas e longa-metragens na orla da Estação das Docas, numa parceria com ACCPA que espero, produza novas idéias e novas iniciativas para levar novas opções de cinema ao grande público.

Marco Antonio Moreira

domingo, 16 de maio de 2010

CINE TROPPO DOMINGO 16/05/10


CINE-TROPPOMarco Antonio Moreira Carvalho

CINEMA/Lançamentos da Semana
Caso não haja nenhuma modificação de última hora, as estréias da semana são “Robin Hood” e “7 Anos”.
“Robin Hood” é uma versão moderna e segundo seu diretor, Ridley Scott (Gladiador), uma produção mais comprometida com a verdadeira história do destemido arqueiro Robin Hood (Russell Crowe) e seu bando de saqueadores que eram ladrões que se preocupavam somente com suas próprias vidas até que decidem enfrentar o poder e a corrupção que tomou conta da cidade de Nottingham, sufocada pelos altos impostos e dominada pelo xerife local (Matthew Macfadyen). Em sua luta contra os poderosos e a favor dos oprimidos, Robin passa a ser considerado um fora da lei e, durante sua cruzada, acaba conhecendo e se apaixonando por Lady Marian (Cate Blanchett). Este é quinto filme que o diretor Ridley Scoot e Russel Crowe fazem junto como em “Gladiador”, “Um Bom Ano” e “O Gângster”.
“7 Anos” é uma produção francesa e é o primeiro longa-metragem dirigido por Jean-Pascal Hattu. No filme, Maïté é casada com Vincent que acaba de ser condenado a 7 anos de prisão. Duas vezes por semana, ela pega a roupa suja, lava, passa e traz de volta. Um ritual que executa com afinco e precisão. Um dia, um desconhecido a encontra ao sair da prisão. Ele se chama Jean, e a seduz. Ele se torna seu amante, mas ela não o deixará entrar em casa. Um dia, ela descobre que Jean é guarda na prisão e que Vincent é seu protegido. Entre a vontade e a culpa, entre o prazer e o dever, ela se sente aprisionada tanto quanto o marido. No elenco, Bruno Todeschini e Valérie Donzelli (Em suas Mãos). O filme chega a Belém numa parceria do Cine Olympia com o Consulado Geral da França (RJ)

QUADRO DE COTAÇÕES / ACCPA
FILMES MARCO MOREIRA PEDRO VERIANO LUZIA ÁLVARES
“Homem de
Ferro 2” - Razoável Razoável
-------------------------------------------------------------------------
“Ao Lado da Pianista” Muito Bom - -
-------------------------------------------------------------------------
“A Alegria de
Emma” Excelente Muito Bom Excelente
-------------------------------------------------------------------------
“Viridiana” Excelente Muito Bom Excelente
-------------------------------------------------------------------------
“Irene, A Teimosa”
(DVD) Bom Bom Bom
-------------------------------------------------------------------------
“Cantoras do
Rádio”(DVD) Bom Bom Bom
-------------------------------------------------------------------------

SUPERNOVAS
*Devido ao sucesso dos cursos que vem promovendo sobre cinema, a Caiana Filmes anuncia para esta semana a abertura de inscrições para a 3ª turma do curso de Crítica Cinematográfica com a minha participação como instrutor e a 2ª turma do curso de Quadrinhos e Cinema com Arnaldo Prado Jr.. As inscrições estão abertas e podem ser feitas na Caiana Filmes no telefone 33434254. *O diretor Quentin Tarantino vai presidir o júri do Festival de Veneza 2010. Para a 67ª edição as produções “Somewhere” de Sofia Coppola, “Road to Nowhere” de Monte Hellman, “Miral” de Julian Schnabel e “Potiche” de Francois Ozon, estão cotadas para concorrer ao cobiçado Leão de Ouro. O festival acontece entre os dias 1° e 11 de setembro.
*Estão abertas até o dia 30 de junho as inscrições para o 5° Festival do Paraná do Cinema Brasileiro, que ocorre em Curitiba de 4 a 10 de outubro. Seis longas brasileiros e 12 curtas serão selecionados para as mostras competitivas. As produções devem ser inéditas no Paraná. Mais informações em http://www.festivaldecinema.pr.gov.br/
*O tradicional Cine Belas Artes, em São Paulo, corre o risco de encerrar suas atividades caso não apareça um novo parceiro para patrociná-lo. Em entrevista ao jornal Estado de São Paulo, André Sturm, sócio-proprietário do cinema diz que a administração das salas já está sondando algumas empresas desde que o banco HSBC decidiu retirar o patrocínio, em função de um reposicionamento da marca. Não há, porém, nada concreto por enquanto e, segundo Sturm, manter a sala apenas com a venda de ingressos “seria inviável”.
*O longa “On The Road”, novo projeto de Walter Salles, começará a ser filmado em agosto. A adaptação do clássico da literatura beatnik “Pé na Estrada”, de Jack Kerouac, conta com elenco formado por Sam Riley, Garret Hedlund e Kristen Stewart. O projeto é uma parceira entre a American Zoetrope, MK2, Film 4 e Vídeofilmes.
*A Summit Entertainment anunciou a data de estreia do último capítulo da saga Crepúsculo. O capítulo final da série será lançado no dia 18 de novembro de 2011. A empresa ainda não se pronunciou a respeito da divisão do capítulo em dois filmes e nem confirmou se a exibição será em 3D. A Paris Filmes, distribuidora do longa no Brasil, lança “Eclipse”, o terceiro da franquia, no próximo dia 30 de junho, em estreia mundial.
*A refilmagem de um dos maiores clássicos de terror dos anos 80, “A Hora do Espanto” (Fright Night), ganhou dois nomes conhecidos no elenco.A Dreamworks anunciou que Colin Farrell (Alexandre) e Toni Collette (O Sexto Sentido) assinaram para o remake.
* A Sony promete lançar em junho o drama inglês “Educação” da diretora Lone Scherfig (Italiano para Iniciantes). Escrito por Nick Hornby, autor de “Alta Fidelidade” e do recém-lançado romance “Julie, Nua e Crua”, Educação concorreu ao último “Oscar” nas categorias de melhor filme, roteiro adaptado e atriz - a revelação Carey Mulligan e continua inédito em nosso cinemas locais.
* Uma correção: o blog de Arnaldo Prado Jr. que contém o texto ampliado do filme “O Incrível Homem que Encolheu” publicado na semana passada tem o seguinte endereço: :http://www.arnaldopradojunior.blogspot.com/.
*A Associação de Críticos de Cinema do Pará (ACCPA) tem na internet um blog de cinema: http://www.accpara.blogspot.com/
*Acesse também “Odisséia”, meu blog sobre cinema e outros assuntos no endereço http://www.marcoantoniomoreira.blogspot.com/.
* Meu Twitter: www.twitter.com/marcomoreira_
* Confira nas sextas e sábados pela manhã, meus comentários sobre cinema na rádio O Liberal/CBN.


CRÍTICA /Cinema
“O Quarto Verde” de François Truffaut
. Belíssímo trabalho do diretor francês Truffaut (A História de Adele H/O Garoto Selvagem), realizado em 1978 e que não foi exibido nos cinemas brasileiros. Um jornalista perde a sua mulher e passa a guardar todos os pertences pessoais dela em um quarto verde onde decide criar um santuário em sua memória e de todos os outros mortos que passaram pela sua vida. Obcecado pela morte, o personagem procura descobrir uma razão para viver num drama realizado com sensibilidade e simplicidade. (Tv por Assinatura – Telecine Cult – Dia 17/05)
“Os Duelistas” de Ridley Scott. Primeiro filme do diretor Scott que depois ficaria famoso mundialmente com filmes como “Alien”, “Blade Runner” e “Gladiador”. Fazendo uma retrospectiva da sua obra, este filme talvez seja o seu melhor trabalho com uma fotografia claramente inspirada em “Barry Lyndon” de Stanley Kubrick (1975). No filme, durante o período napoleônico, o clima tenso de uma pré-guerra mexe com os ânimos de dois soldados do exército que se e desentendem e para provar o poder que cada um possui, decidem resolver a questão duelando, numa provocação que dura quinze anos. Discutindo e questionando a ética, a guerra e a desumanidade dos soldados, “Os Duelistas” é um filme atemporal, que merece ser visto.(Telecine Cult – Dias 18 e 20/05).
“Quarto 666” de Win Wenders.Durante a premiação cinematográfica de Cannes de 1982, o diretor Win Wenders(Asas do Desejo) reuniu grandes nomes do cinema mundial em um quarto de hotel deixando todos à vontade para falar (ou não) sobre o futuro do cinema que no início dos anos 80 era muito discutido com a chegada de novas tecnologias. Nomes importantes do cinema como Werner Herzog, R. W. Fassbinder, entre outros, ajudam a discutir o futuro da sétima arte. Seria uma boa idéia se Wenders pudesse fazer uma nova versão deste filme hoje, ouvindo a opinião de novos diretores e como eles percebem a chegada do digital do cinema. Imperdível (Telecine Cult - Dia 22/05)

D I C A S
DVD/FILME
: “Música e Lágrimas” de Anthony Mann é uma produção de 1954 que tem no elenco James Stewart e June Allyson e que mostra a história do genial músico Glenn Miller, desde as suas dificuldades do início de sua carreira até o seu estrelato mundial, mostrando também suas performances durante a Segunda Guerra Mundial. O filme marcou uma época e é um filme agradável de ver especialmente aos fãs de Miller que poderão ouvir suas músicas no decorrer do filme.
LIVRO: “O Cinema de Bergman, Fellini e Hitchcock – Ensaios de Crítca Cinematográfica”de Guido Bilharinho é um livro que vai interessar aos cinemaníacos que são fãs destes grandes diretores mas que também pode e e deve chamar o interesse dos novos críticos de cinema, ávidos por leituras de artigos interessantes de filmes e diretores importantes.Vale a pena conferir.
BLU-RAY: “2001: Uma Odisséia no Espaço” de Stanley Kubrick é um dos maiores filmes da história do cinema e ver/rever este trabalho em blu-ray, com alta definição nas imagens e no som, com certeza agrada aos fãs do filme e com certeza agradaria o perfecionista Kubrickr que finalmente aprovaria este lançamento. É incrível como rever “2001” em blu-ray consegue ter um sentido de novidade tanta é a perfeição. Este é um blu-ray para se comprar e guardar com carinho.
DVD/SHOW: “Sting-A Winter´s Night”: Live from Durham Cathedral” é um dos melhores dvds que vi nos últimos meses. Filmado na Catedral de Durhan com o repertório clássico de seu último lançamento em cd "If on a Winter´s Night", este dvd mostra a personalidade de um dos grandes nomes do música internacional e que após a turnê de sucesso que comemorou o retorno do grupo “The Police” , volta aos seus projetos solos com uma sensibiliade e perfeição pouco vistas no cenário da música de hoje. Bem filmado, com excelente canções e banda altamente competente, este dvd é sem dúvida um dos auges de Sting como artista. Confira.

AGENDA
- Cineclube Alexandrino Moreira: O Cineclube Alexandrino Moreira, do Instituto de Artes do Pará (IAP), exibe amanhã às 19 h , em parceria com a Programadora Brasil, uma coletânea de curtas metragens chamada “Bastidores do teatro” que mostra um percurso didático pelas diversas faces da arte teatral. Das primeiras etapas de preparação de uma montagem à estréia de um espetáculo, passando pelas peculiaridades arquitetônicas do Teatro Municipal do Rio de Janeiro e pelos fundamentos do gênero. Os curtas são:”A Face e a Máscara” Vicente Marques , RJ, 1974, “A Linguagem do Teatro” João Betencourt , RJ, 1966 , “Teatro Brasileiro: Novas Tendências” Olney São Paulo , RJ, 1975 ,”Teatro Brasileiro: Origem e Mudança” Olney São Paulo , RJ, 1964 e “Teatro Municipal” Ruy Santos , RJ, 1974.Entrada Franca.
- Espaço Municipal Cine Olympia: Hoje é o último dia de exibição do clássico “Viridiana” do grande diretor Luis Buñuel, às 18:30 h, com entrada franca. Na Sessão Fantasia, mais uma iniciativa em parceria com a ACCPA, hoje às 16 h, será exibido o clássico “O Pequeno Polegar”. Entrada Franca. De 18 à 23/05, será exibida a produção francesa “7 Anos”, inédito nos cinemas locais.
- Cine Líbero Luxardo: “Ao Lado da Pianista” de Jean-Pascal Hattu será exibido pela última vez hoje às 19:30h . É um belo trabalho que foi pouco visto no Cine Estação e que agora merecidamente volta ao circuito. Não deixe de ver e valorizar o circuito de cinemas alternativos da cidade. No filme, uma menina de dez anos não passa num teste de piano realizado numa prestigiada escola da França devido a uma distração da presidente do júri, uma famosa pianista. Por isso, resolve abandonar a futura carreira. Alimentando um amor e ódio pela situação, já jovem, ela arma uma situação para premeditadamente entrar em contato com mundo dessa pianista de alguma forma se vingar pelo que aconteceu. Simples, com uma narrativa bem trabalhada dando ênfase ao roteiro e a música, “Ao Lado da Pianista” é uma grata supresa.

CINEMA GRATUIDO NA ORLA DA ESTAÇÃO DAS DOCAS


Projeto Oi Cine Estação é estendido e chega, no dia 19 de maio, à orla do complexo para a democratizar o acesso a sétima arte.“Dezembro” e “Terra Estrangeira” serão os primeiros filmes exibidos às margens da Baía do Guajará dentro da programação do projeto do CineClube Oi Estação. O lançamento será em 19 de maio, dia em que a orla da Estação das Docas será transformada em mais um espaço para a divulgação da sétima arte no complexo.A ação é uma vertente do projeto Oi Cine Estação, que apresentará gratuitamente filmes paraenses e de outras partes do Brasil. Para essa proposta inovadora a Organização Social Pará 2000 tem a parceria da Associação de Críticos de Cinema do Pará, que fará a seleção dos filmes e conduzirá debates sobre eles, e patrocínio da Oi.
Por meio do CineClube, o Governo do Pará pretende permitir uma maior interação entre os cineastas e o público, além de valorizar a cultura brasileira e democratizar o acesso ao cinema. A iniciativa é direcionada para públicos de todas as idades, mas tem foco especial em crianças e adolescentes.“Nossa intenção é formar uma nova platéia para cinema em Belém, que envolva pessoas de todas as idades em um lazer construtivo e positivo”, declara a diretora administrativa da Organização Social Pará 2000, Rose Aranha.
As exibições serão às 19 horas com entrada franca. Confira a programação do CineClube Oi Estação até Agosto de 2010:

MAIO :
Dia 19/05:
Curta: "Dezembro" de Fernando Segtowick/Longa: "Terra Estrangeira" de Walter Salles Jr.
Dia 26/05:
Curta: "O Menino urubu" de Fernando Alves/Longa: "Fantasia" de Walt Disney
JUNHO:
Dia 02/06
Curta: "Belém - Cidade das Águas" de Jorane Castro/Longa: "O Invasor" de Beto BrandtDia 09/06:
Curta: "Matinta" de Jorge Vidal/Longa: "Tempos Modernos" de Charles Chaplin
JULHO
Dia 21/07:
Curta: "Visagem" de Roger Ellarrat/Longa: "Jogo de Cena" de Eduardo Coutinho
Dia 28/07 :
Curta: "O Rapto do Peixe-Boi" de Cássio Tavernard/Longa: "Sete Homens e um Destino" de John Sturges
AGOSTO:
Dia 04/08:
Curta: "Miragens – Crônicas de um Muro" de Andrei Miralha/Longa: "Bye, Bye Brasil" de Carlos Diegues
Dia 25/08:
Curta: A Origem dos Nomes" de Marta Nassar/Longa: "O Fantasma do Paraíso" de Brian De Palma

Serviço:Data: 19/05/2010
Hora: 19h
Local: Orla da Estação das Docas – Boulevard Castilho França, s/n. Campina, Belém-PA.
Contato: Assessoria de Comunicação da OS Pará 2000 – (91) 3212-5660/ 8802-3489

segunda-feira, 10 de maio de 2010

CINE TROPPO DOMINGO DIA 09/05/10


CINE-TROPPOMarco Antonio Moreira Carvalho

CINEMA/Lançamentos da Semana
Caso não haja nenhuma modificação de última hora, as estréias da semana são “A Hora do Pesadelo” e “Missão Quase Impossível”.
“A Hora do Pesadelo” é baseado nos personagens criados pelo diretor Wes Craven que fizeram muito sucesso em 1984 e que resultou numa série de continuações que acabaram por empobrecer o filme original. Nesta nova versão, um grupo de adolescentes suburbanos compartilha um vínculo: todos estão sendo perseguidos por Freddy Krueger, um assassino horrivelmente desfigurado que os caça durante seus sonhos. Quando acordados, eles protegem uns aos outros mais quando estão dormindo, não há escapatória. O filme é dirigido por Samuel Bayer (conhecido diretor na área de videoclips musicais especialmente do clássico “Smells like Teen Spirit” do grupo Nirvana) e é produzido por Michael Bay, produtor que tem sido o responsável por uma série de novas versões de filmes de terror como “O Massacre da Serra Elétrica” e “Horror em Amityville”.
“Missão Quase Impossível” tem Jackie Chan como protagonista. Bob 006 (Chan) acreditava que deixando para trás a vida de super espião da CIA finalmente conseguirá levar uma vida normal e tranquila ao lado da sua vizinha e namorada. Bob precisava cumprir só mais uma missão antes de casar com Gillian: conquistar os filhos dela. Mas as crianças tem um plano de tornar a vida de Bob impossível e fazer ele de casar com a mãe deles. Sem querer, eles entregam a localização de Bob a um terrorista russo e, agora, Bob e as crianças vão ter que deixar as diferenças de lado e se unirem para salvar o mundo.

QUADRO DE COTAÇÕES / ACCPA
FILMES MARCO MOREIRA PEDRO VERIANO LUZIA ÁLVARES
“Homem de
Ferro 2” - - Razoável
------------------------------------------------------------------------------------

Alice no País
das Maravilhas” Bom Bom Bom
------------------------------------------------------------------------------------
“Johnny Vai à
Guerra” Excelente Excelente Excelente
------------------------------------------------------------------------------------

“Senhorita
Julia” (DVD) Excelente Muito Bom Muito Bom
------------------------------------------------------------------------------------
“Onde Vivem
os Monstros”
(DVD) Muito Bom Razoável Muito Bom

------------------------------------------------------------------------------------

Pasqualino Sete
Belezas”(DVD) Muito Bom Muito Bom Muito Bom
------------------------------------------------------------------------------------

SUPERNOVAS
*Devido ao sucesso dos cursos que vem promovendo sobre cinema, a Caiana Filmes anuncia para maio a abertura de inscrições para a 3ª turma do curso de crítica cinematográfica com a minha participação como instrutor e a 2ª turma do curso de Quadrinhos e Cinema com Arnaldo Prado Jr.. As inscrição estão abertas e podem ser feitas na Caiana Filmes nos telefones
* Naomi Watts (Senhores do Crime) e Ewan McGregor (A Ilha) assinaram para estrelar o drama “The Impossible”.Juan Antonio Bayona (O Orfanato) dirige. “The Impossible' será baseado em fatos reais e se passa durante os eventos que ocorreram quando um Tsunami enorme atingiu a Tailândia e outras áreas em 2004.
*Com o sucesso de '[REC] 2: Possuídos' nas bilheterias e críticas por onde está sendo exibido, mais duas sequências foram oficializadas.Segundo a Variety, a Filmax Entertainment confirmou a produção de “[REC]: Genesis” e “[REC]: Apocalypse”. Genesis mostrará a origem do vírus visto nos dois primeiros filmes, enquanto Apocalypse vai mostrar o que aconteceu no mundo devastado pelo mesmo.Os diretores Jaume Balaguero e Paco Plazo voltam ao comando. [REC] 2: Possuídos', que estreia no Brasil em 13 de Agosto, começa 15 minutos após o término do original. Os maiores horrores voltam a ser registrados no mesmo prédio onde dezenas de pessoas foram brutalmente assassinadas.
*”Socialisme”, novo filme de Jean-Luc Godard que será exibido em seleção oficial no Festival de Cannes, será distribuído no Brasil pela Imovision. Ainda não há previsão de estreia no país. Na França, porém, a distribuidora Wild Bunch vai disponibilizar o longa em Vídeo On Demand um dia antes de sua estreia no festival (que será no dia 19). Os assinantes de TV a cabo poderão alugar o filme pelo valor de US$ 9,30.
*”O Beijo da Mulher Aranha, filme de Hector Babenco baseado no romance de Manuel Puig, será exibido na seção Cannes Classics, do Festival de Cannes, dedicado a obras restauradas. A sessão contará com a presença da equipe, em comemoração do 25º aniversário da obra. O filme foi exibido na competição de Cannes em 1985, e deu a William Hurt o prêmio de melhor ator. Mais tarde, Hurt ganharia também o “Oscar” da categoria.
*A Disney alterou a data de lançamento de dois importantes títulos. O nacional “Quincas Berro D’Água” saiu do dia 14 de maio e estreia agora na semana seguinte, no dia 21. E uma das maiores promessas da temporada de férias, a animação “Toy Story 3”, foi antecipada em uma semana, passando para o dia 18 de junho – mesma data do lançamento nos EUA.
*Um dos maiores empresários do ramo imobiliário na China anunciou oficialmente à imprensa, seu primeiro projeto como produtor de cinema.“Empires of the Deep”, uma história que se passa no fundo do mar, protagonizada por sereias, será o filme mais caro da história do país: uma superprodução em 3D com orçamento de US$ 130 milhões. .
*A Associação de Críticos de Cinema do Pará (ACCPA) tem na internet um blog de cinema: http://www.accpara.blogspot.com/
*Acesse também “Odisséia”, meu blog sobre cinema e outros assuntos no endereço http://www.marcoantoniomoreira.blogspot.com/.
* Meu Twitter: www.twitter.com/marcomoreira_
* Confira nas sextas e sábados pela manhã, meus comentários sobre cinema na rádio O Liberal/CBN.

CRÍTICA /Cinema
Devido a exibição do clássico “O Incrível Homem que Encolheu” no Cine Olympia, a coluna de hoje abre espaço para o excelente artigo do crítico de cinema Arnaldo Prado Jr. que fez uma análise brilhante do filme. Maiores detalhes deste artigo, você pode encontrar no blog de Arnaldo, WWW.arnaldopradojúnior.com.br
“O Incrível Homem que Encolheu”, a Teoria Quântica, a Nanotecnologia, a Origem do Universo e personagens de histórias em quadrinhos
Após assistir ao filme “O Incrível Homem que Encolheu” (The Incredible Shrinking Man, EUA, 1957), três associações vieram-me à mente: à teoria quântica, à nanotecnologia e à origem do universo - ao Big Bang, a grande explosão que teria criado o universo. Depois de ter sido exposto a uma estranha nuvem de origem desconhecida cujas partículas interagiram no sistema corporal com partículas de inseticida provenientes de uma pulverização que o atingiu, Robert Scott Carey começou a encolher. Após inúmeros exames e testes, médicos estabeleceram o diagnóstico: uma reorganização da estrutura molecular das células invertendo o processo de crescimento. Descobrem um antídoto que estaciona o processo de encolhimento, mas só por algum tempo. Scott volta a encolher: “Continuava encolhendo, me transformando em...Em quê? Em algo infinitesimal? O que eu era? Ainda era um ser humano? Ou era o homem do futuro?[...]”. Ele faz uma associação aparentemente incompreensível:
“Tão perto, o infinitesimal e o infinito. Mas de repente soube que eram os dois extremos de um mesmo conceito. O incrivelmente pequeno e o vasto acabam se encontrando como se um grande círculo se fechasse [...]. Como se de algum modo pudesse compreender o céu, o universo, mundos infinitos. A tapeçaria prateada de Deus que cobre a noite”.
O que me lembrei da teoria quântica no final do filme diz respeito à decomposição da matéria em um grupo de partículas e que as partículas subatômicas têm características tanto de partículas como de ondas e que havia um modelo para explicar, ao mesmo tempo, o infinitamente pequeno e o enorme. Consultei Kaku (2001, p. 22) para confirmar essa primeira ideia e ainda que “a energia não é contínua, como pensavam os antigos, mas ocorre em pacotes discretos, chamados quanta”. Com referência às especulações de Scott, transcrevo um pequeno trecho do mesmo Kaku: “O auge da teoria quântica é o Modelo Padrão, que pode prever as propriedades de todas as coisas, de minúsculos quarks subatômicos a supernovas gigantes no espaço cósmico” (ibidem). Scott vai além do infinitesimal: “Senti meu corpo encolhendo, fundindo-se, transformando-se em nada”. O que é o nada? O que existia antes da criação do universo?Associei o filme à nanotecnologia porque a nanotecnologia é um ramo da ciência que trabalha com objetos do tamanho de nanômetros (10-9 metros; 10 elevado a menos nove) e Scott estava diminuindo na perspectiva de chegar a nada. Gleiser (14 ago. 2005) faz o leitor imaginar máquinas “com tamanho comparável ao de bactérias. Sabemos que células são máquinas extremamente sofisticadas, movidas pela dança das proteínas”. Gleiser argumenta: já que
“a natureza pode criar máquinas tão pequenas, porque não os homens? São as máquinas quânticas, objetos de porte comparável ao de células ou até menores, nos limites entre os mundos da física clássica e da física quântica, que descreve o comportamento dos átomos e das moléculas.”
Quando Scott fala do incrivelmente pequeno, do vasto, do universo, de mundos infinitos, veio a associação à origem do universo e ao Grande Colisor de Hádrons (Large Hadron Collider – LHC), uma gigantesca máquina construída para simular o ambiente, as condições existentes no início do Big Bang, para desvendar os segredos da matéria, o que dá massa à matéria. (GRANDE..., 4 jun. 2009, MÁQUINA..., 01 mar. 2007).
“Hádron é uma subpartícula da matéria. Nos átomos existem elétrons na parte externa e, lá no meio, o núcleo que contém a parte de maior massa. A palavra hádron significa “aquele que interage fortemente”. Enquanto os elétrons ficam estáveis em torno do átomo por causa de forças elétricas, os prótons e nêutrons dentro do núcleo são mantidos por forças mais fortes, chamadas nucleares. Portanto prótons e nêutrons são hádrons estáveis. Os hádrons instáveis são semelhantes, mas eles não são encontrados na matéria tranqüila, estável: só são produzidos quando se faz uma colisão de alta velocidade. Depois decaem e se desintegram “(FERREIRA, 14 ago. 2009)
As experiências do LHC podem criar buracos negros e essa possibilidade gerou questionamentos de que isto poderia acabar com a Terra já que os buracos negros puxam para dentro de si, capturam, sugam a matéria. Por esse motivo o Grande Colisor de Hádrons chegou a ser apelidado de “Máquina do Fim do Mundo” e os cientistas do projeto foram acusados de estarem “Brincando de Deus”. Entre os possíveis resultados das experiências do LHC está a confirmação da existência do bóson de Higgs, descoberto por dedução em 1964 por Peter Higgs. Se confirmada sua existência “permitiria explicar a origem da massa e a razão pela qual algumas partículas estão curiosamente desprovidas dela. Esta partícula instável, que tem sido chamada de “divina” porque muitos cientistas a estudam sem ter demonstrado sua existência, guia há décadas o mundo da física das partículas” (CIENTISTA..., 11 set. 2008).Um caso de encolhimento, nas histórias em quadrinhos (HQs), é o da cidade de Kandor, de Krypton, relembrado em reedição de uma história de fevereiro de 1964 (HAMILTON et al., 2008). Brainiac, um computador com forma humana, ao sobrevoar o planeta Krypton antes da destruição, projeta raios de sua nave reduzindo a cidade de Kandor e colocando-a dentro de uma garrafa (p. 79). Um personagem minúsculo e poderoso das HQs, o Eléktron, teve sua origem contada em 1961. O físico Ray Palmer fazia experiências diminuindo objetos, comprimindo a matéria. Com fragmentos de uma estrela anã branca caídos na Terra, ele fez lentes redutoras que, quando atravessadas por raios ultravioletas, produziam uma radiação que encolhia os objetos inanimados atingidos. No entanto, os objetos encolhidos explodiam. (FOX et al. set.-out. 1961, 1975)Preso em uma caverna durante um passeio com a namorada e um grupo de meninos, em busca de uma saída, Palmer se expõe aos efeitos de raios solares que passam pelas lentes e diminui de tamanho. Depois de abrir uma saída no teto da caverna, o minúsculo Ray Palmer passa novamente pelo feixe de raios; inexplicavelmente cresce, volta ao tamanho normal. Ele retorna ao grupo, diz que achou uma saída sem contar o que aconteceu e todos saem da caverna (ibidem). Ray Palmer vestiu uma fantasia e tornou-se um super-heroi.(Arnaldo Prado Júnior)
Referências
FERREIRA, Erasmo Madureira. In: Acelerador de partículas é o fim do mundo? Info Online, 14 ago. 2009. Disponível em: http://info.abril.com.br/noticias/ciencia/acelerador-....Acesso em: 24 nov. 2009.
GLEISER, Marcelo. Máquinas quânticas. Folha de S. Paulo/São Paulo, 14 ago. 2005, caderno mais!, p. 9.
GRANDE Colisor de Hádrons. Disponível em http://pt.wikipedia.org/..., 4 jun. 2009. Acesso em: 10 jun. 2009.
KAKU, Michio. Visões do futuro: como a ciência revolucionará o século XXI. Rio de Janeiro: Rocco, 2001. Título original: VISIONS How Science Will Revolutionize the 21st Century, 1997.

AGENDA
- Cineclube Alexandrino Moreira: O Cineclube Alexandrino Moreira, do Instituto de Artes do Pará (IAP), exibe amanhã às 19 h , em parceria com a ACCPA, o filme “Johnny Vai à Guerra” de Dalton Trumbo, produção americana de 1971 considerada com um dos grandes momentos do cinema anti-militarista..Entrada Franca.
- Espaço Municipal Cine Olympia: Hoje é o último dia de exibição do clássico “O Incrível Homem que Encolheu” de Jack Arnold, às 18:30 h, com entrada franca. Na Sessão Aventura, hoje às 16 h, será exibido “No Mundo de 2020” de Richard Fleisher com Charlton Heston no elenco. Entrada Franca.
- Cine Líbero Luxardo: “A Alegria de Emma” será exibido pela última vez hoje às 19:30 h De 06 a 09 de maio, sempre às 17h e com entrada franca, o cinema exibe uma seleção filmes portugueses produzidos nos anos 2000. A Mostra "Panorama de Cinema Português" tem os seguintes títulos :”Antes que o tempo mude” (2003),”Vanitas” (2004), “Cântico das criaturas” (2006), “A cara que mereces (2004) e “Ganhar a vida” (2000).
- Cine Estação : “Ao Lado da Pianista” será exibido na quarta-feira, dia 12, às 18:30 e 20:30 h. Quando tinha dez anos de idade, Mélanie Prouvost era uma talentosa pianista que foi reprovada no mais requisitado conservatório musical da França. Dez anos depois, a pianista torna-se presidente do júri e tenta superar, por meio da música, toda a raiva que guardou na infância.

domingo, 2 de maio de 2010

CINE TROPPO DOMINGO DIA 02/05/10

CINE-TROPPOMarco Antonio Moreira Carvalho

CINEMA/Lançamentos da Semana
Caso não haja nenhuma modificação de última hora, a única estréia da semana é “Homem de Ferro 2”.
“HOMEM DE FERRO 2” é a sequência do grande sucesso mundial protagonizado por Robert Downey Jr. (Sherlock Holmes). Agora, todos já sabem que o inventor bilionário Tony Stark é o super-herói blindado Homem de Ferro. Sofrendo pressão do governo, da mídia e do público para compartilhar sua tecnologia com as forças armadas, Tony reluta em divulgar os segredos por trás da armadura do Homem de Ferro, temendo que as informações caiam em mãos erradas. Tendo Pepper Potts (Gwyneth Paltrow) e James "Rhodey" Rhodes (Don Cheadle) a seu lado, Tony estabelece novas alianças e enfrenta novas e poderosas forças. Muitos efeitos especiais de última geração devem ser o destaque desta nova produção. Confira algumas curiosidades sobre o filme :
-a atriz Emily Blunt (O Diabo Veste Prada/O Lobisomem) foi convidada a viver a Viúva Negra, mas deixou o filme devido a agenda de filmagem de “As Viagens de Gulliver”.
- Jessica Biel, Gemma Arterton, Natalie Portman, Jessica Alba e Angelina Jolie foram cogitadas para viver a Viúva Negra.
-Al Pacino chegou a ser cotado para viver Justin Hammer, mas Sam Rockwell (Lunar) ficou com o papel.
Samuel L. Jackson(Pulp Ficiton) teve problemas com a Marvel nas negociações para voltar a interpretar Nick Fury. O retorno do ator foi acertado após um contrato milionário, que envolve sua participação em nove filmes de empresa.
- As filmagens principais aconteceram entre 6 de abril e 18 de julho de 2009.
-A atriz Scarlett Johansson treinou artes marciais durante 7 meses e meio para viver a Viúva Negra.
- Alguns sites anunciaram que existe uma cena após os créditos que trará Thor e Capitão América, próximos personagens a terem um longa-metragem.

QUADRO DE COTAÇÕES / ACCPA
FILMES MARCO MOREIRA PEDRO VERIANO LUZIA ÁLVARES
“As Melhores
Coisas
do Mundo” Bom - -
-------------------------------------------------------------------------------
“Chico Xavier” Bom Razoável Bom
-------------------------------------------------------------------------------
“Alice no País
das Maravilhas” - Bom Bom
-------------------------------------------------------------------------------
“Honra Secreta”
(DVD) Bom Bom Bom
-------------------------------------------------------------------------------
“Onde Vivem
os Monstros”
(DVD) Muito Bom Razoável Bom
-------------------------------------------------------------------------------
“Lola Montez” Muito Bom Muito Bom Muito Bom
-------------------------------------------------------------------------------

SUPERNOVAS
*Em maio, deverá iniciar as atividades do Cineclube OI Estação, em parceria com a ACCPA. A idéia consiste em fazer exibições De filmes importantes para o público com entrada franqueada na orla da Estação das Docas, com apresentação e debates eventuais a fim de aproximar mais ainda o público do cinema. Em breve, maiores informações da programação já definida.
*Confira as maiores bilheterias da semana nos EUA: 1. Como Treinar o Seu Dragão (US$ 15 milhões),2. Plano B (US$ 12 milhões),3. Uma Noite Fora de Série (US$ 10 milhões).4. Os Perdedores (US$ 9,6 milhões),5. Kick-Ass – Quebrando Tudo (US$ 9,5 milhões),6. Fúria de Titãs (US$ 9 milhões),7. Death at a Funeral (US$ 8 milhões),8. Oceanos (US$ 6 milhões),9. A Última Música (US$ 3,7 milhões) e 10. Alice no País das Maravilhas (US$ 2,2 milhões).
*O diretor Ridley Scott falou à imprensa na ocasião do lançamento de seu novo filme, “Robin Hood”, sobre a pré-sequência de “Alien - O Oitavo Passageiro”, ou melhor: as pré-sequências Segundo o diretor, dois novos filmes da franquia estão sendo produzidos. E ambos em 3D." As duas sequências terão ligação direta, e ambas se passarão 30 anos antes do primeiro “Alien”.
*Seguindo a nova tendência de Hollywood, a adaptação cinematográfica do desenho “Avatar: A Lenda de Aang” será lançada em 3D.A Paramount Pictures converteu algumas cenas, e apresentou ao diretor M. Night Shyamalan (O Sexto Sentido), que aprovou e decidiu lançar “O Último Mestre do Ar”(foto) no formato. “O Último Mestre do Ar” estreia em 2 de julho de 2010. *Após Len Wiseman (Duro de Matar 4.0) e Brett Ratner (X-Men 3) abandonarem a direção da refilmagem de “Fuga de Nova York”, o projeto foi temporariamente cancelado. Mas agora o diretor. Breck Eisner(“A Epidemia”) assumiu a direção.
*A Paramount promete lançar em junho mais um polêmico trabalho de Michael Moore, o documentário “Capitalismo - Uma História de Amor”. Exibido no Brasil no festival “É Tudo Verdade” este ano, ele mostra alguns dos efeitos da crise financeira que abalou os Estados Unidos (e o mundo) no final do governo de George W. Bush.
*Com um público estimado em 874.687 pessoas, o que gerou uma renda aproximada de R$ 10.545.708,00 neste final de semana, “Alice no País das Maravilhas” é a maior bilheteria de abertura da Walt Disney Pictures no Brasil – 12% acima de “Piratas do Caribe 3”, recorde anterior do estúdio no país.
*“Avatar” de James Cameron continua sua jornada de sucesso, e segue batendo recordes.Em quatro dias, o longa vendeu 6,7 milhões de unidades de DVDs e Blu-rays mundialmente. O valor total das vendas foi de US$ 130 milhões. Nos cinemas, o longa arrecadou US$ 2,7 bilhões. O longa chegou às lojas e locadoras dia 22 de abril. A data marca a comemoração, no mundo todo, do Dia Internacional do Planeta Terra, que tem o intuito de promover a defesa ao meio ambiente e um compromisso público com o mesmo.
*A Associação de Críticos de Cinema do Pará (ACCPA) tem na internet um blog de cinema: http://www.accpara.blogspot.com/
*Acesse também “Odisséia”, meu blog sobre cinema e outros assuntos no endereço http://www.marcoantoniomoreira.blogspot.com/.
* Meu Twitter: www.twitter.com/marcomoreira_
* Confira nas sextas e sábados pela manhã, meus comentários sobre cinema na rádio O Liberal/CBN.

CRÍTICA / DVD
“Vício Frenético” de Werner Herzog. Com Nicolas Cage e Eva Mendes. Refilmagem do filme dirigido por Abel Ferrara em 1992, “Vício Frenético” é o primeiro grande filme a ser exibido em 2010. Provocador, pertubador, irônico e com toda a marca do estilo do grande diretor alemão Werner Herzog, o filme mostra a transformação de um policial dentro do mundo do crime de forma atrevida, alucinada e arriscada, principalmente quando provoca o espectador com cenas aparentemente ridículas mais que se encaixam totalmente no perfil do seu personagem principal que luta entre os seus vários lados pela sua sobrevivência. “Vício Frenético” é abusado e deve ter uma carreira comercial muito pouco lucrativa por não ser um filme padrão do gênero. Herzog não é um diretor comum, logo, “Vício Frenético” não é um filme comum. Com um final que foge totalmente do clímax que se espera de um filme deste gênero, “Vício Frenético” acaba surpreendendo, em parte pela coragem do ator Nicolas Cage (em ótima atuação) ao fazer um papel que se equilibra entre o louco, o alucinado, o ridículo, sendo um anti-herói o tempo todo. Repito : “Vício Frenético” é um filme abusado. Veja e não se deixe levar pelos comentários ruins que você ouvir de quem não gostou ou não entendeu. Afinal, é o primeiro grande filme do ano e é claro, tinha que ser polêmico.(reproduzo aqui a crítica publicada quando o filme estreou nos cinemas no início deste ano)

D I C A S
DVD/FILME
: “Lola Montes” é um clássico do cinema que somente agora chega em DVD. O filme conta a Lola Montès (1821-1861), uma dançarina e cortesã do século XIX que ficou célebre por romances escandalosos com o compositor Franz Liszt e com o Rei Ludwig I da Baviera. O DVD traz como extras um making of com 70 minutos de duração, um teste silencioso com a atriz Martine Carol e a vida e Obra de Max Ophüls. Confira.
LIVRO: “Os Filmes da Minha Vida” é uma publicação reúne depoimentos de críticos, diretores e pessoas ligadas ao cinema como Leon Cakoff, Rubens Ewald Filho, Carlos Reichenbach(Alma Corsária), Daniela Thomas, Bruno Barreto (Onibus 174), Inácio Araújo, Helena Ignez, Marco Bechis, Hector Babenco e a produtora Renata de Almeida. Eles participaram dos encontros Os Filmes da Minha Vida durante a Mostra Internacional de Cinema no ano passado. Vale a pena conhecer o suas opiniões sobre o cinema.
BLU-RAY: “O Mágico de Oz” de Victor Fleming em blu-ray, tem uma edição especial com mais de 16 Horas de material entre o filme original e extras que trazem comentários, o especial “The Wonderful Wizard Oz: The Making Of A Movie Classic” e “The Art of Imagination: A Tribute to Oz”. Blue-ray obrigatório na plateleira de qualquer cinemaníaco.

AGENDA
- Cineclube Alexandrino Moreira: O Cineclube Alexandrino Moreira, do Instituto de Artes do Pará (IAP), exibe amanhã , em parceria com a Programadora Brasil , mais um filme brasileiro que merece ser conferido .Maiores informações no blog http://cineclubealexandrinomoreira.blogspot.com/
- Cineclube Pedro Veriano: O filme desta semana será “A Rosa Púrpura do Cairo” de Woody Allen, dentro da mostra CINEMA PELO CINEMA, feita em parceria com a ACCPA. O CC Pedro Veriano fica na Casa da Linguagem. Confira a programação completa no blog http://cineclubepedroveriano.blogspot.com/
- Espaço Municipal Cine Olympia: Termina esta semana o Festival de Sucessos do Cine Olympia, que comemora os 98 anos do cinema mais antigo do Brasil em funcionamento. Hoje será exibido em vesperal às 16 h, “O Mágico de Oz” e às 18:30 h, “O Sexto Sentido”. Entrada Franca. Confira a programação completa do Cine Olympia no site www.cinemaolympia.com.br. Confira o twitter do Olympia : www.twitter.com/cineolympia.
- Cine Estação: “A Alegria de Emma” será exibido pela última vez hoje no Cine Estação em matinal às 10 h. No filme, um homem desesperado decide fugir de tudo, rumo ao lugar mais bonito do mundo: o México. Quando ele acidentalmente aterriza na fazenda de Emma, se dá conta de que a felicidade verdadeira pode estar mais próxima do que ele imagina. O próximo lançamento no Cine Estação será “Ao Lado da Pianista” de Denis Dercourt com Catherine Frot e Déborah François. Este filme será exibido Dia 05 (quarta-feira), às 18h e 20:30h, Dia 06 (quinta-feira), às 18h e 20:30 e Dia 12 (quarta-feira), às 18h e 20:30h.


Cine Troppo - De 09 a 15/07/20