Postagens

Mostrando postagens de 2013

CINE TROPPO - SEMANA DE 27/12/13 À 02/01/14

Imagem
OS MELHORES DO CINEMA – 2013
Marco Antonio Moreira Carvalho



Semana passada, publiquei a relação dos melhores do cinema em 2013 da ACCPA (Associação dos Críticos de Cinema do Pará). Hoje, estou compartilhando com os leitores da coluna a minha relação apresentada na eleição da ACCPA. Os critérios de votação levam em consideração os filmes exibidos no circuito comercial e alternativo este ano em Belém.
“Amor Pleno” é uma obra de arte que confirma o talento do diretor Terrence Malick (A Árvore da Vida). É um filme para ser visto, sentido, estudado e discutido como toda obra de arte merece. “Amor” de Michael Haneke é um filme impactante sobre o amor, a vida, a solidão. Polêmico, marcou o ano pela direção de Haneke e as atuações fantásticas de Emanuelle Riva e Jean-Louis Trintignant. “O Som ao Redor” é o cinema brasileiro na sua melhor forma. É um filme inteligente, criativo, social e político que ainda deve ser discutido por muitos anos. “Blue Jasmine” tem Woody Allen como sempre …

CINE TROPPO - SEMANA DE 20 À 26/12/13

Imagem
OS MELHORES DO CINEMA EM 2013 – ACCPA
Mantendo uma tradição que existe desde 1963, a ACCPA (Associação dos Críticos de Cinema do Pará) escolheu no dia 18/12/12, os melhores do cinema de 2013. O critério da escolha dos melhores filmes e outras categorias está relacionado diretamente aos filmes exibidos em 2013 no circuito comercial e alternativo na cidade de Belém desde que sejam inéditos e tenham sido exibidos regularmente em algum cinema do circuito. Este ano, votaram os críticos Pedro Veriano, Luzia Álvares, Marco Antonio Moreira Carvalho, Arnaldo Prado Júnior, Fernando Segtowick, Dedé Mesquita, José Otávio Pinto, Augusto Pacheco, Elias Neves, Francisco Cardoso, Lorenna Montenegro e Maiolino Miranda.
“Amor” de Michael Haneke foi eleito o melhor filme do ano sendo exibido inicialmente no circuito comercial e posteriormente no circuito alternativo, atraindo um bom público. O belo e polêmico filme de Haneke emocionou muitos espectadores e foi motivo de muitos debates sobre seu tema.A…

CINE TROPPO - SEMANA DE 13 À 19/12/13

Imagem
Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho

*A organização do Festival Sundance anunciou os filmes concorrentes de suas principais categorias competitivas, incluindo ficção e documentários americanos e de outros países, além da seção NEXT, dedicada a obras de linguagem mais experimental. Entre os destaques estão “Camp X-Ray”, passado na prisão de Guantánamo, com Kristen Stewart; “Happy Christmas”, mistura de drama e comédia com Anna Kendrick, e “The Skeleton Twins” com Kristen Wiig. Também foram divulgados os filmes da seção Première, que exibirá em primeira mão “The Raid 2” de Gareth Evens, Rudderless, estreia na direção do ator William H. Macy, “The Trip to Italy” de Michael Winterbottom,” The Voices” de Marjane Satrapi, e “White Bird in a Blizzard”, de Greg Arakki. Serão, no total, 117 longas, exibidos entre os dias 16 e 27 de janeiro na cidade americana de Park City. Este ano, o festival comemora três décadas de existência. Entre as novidades está a mostra Sundance Kids, de filmes…

CINE TROPPO - SEMANA DE 06 À 12/12/13

Imagem
Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho



*Esta semana, o cineasta francês Jean-Luc Godard completou 83 anos. O cinema não seria o mesmo sem o talento e a genialidade deste grande diretor. Filmes como "O Demônio das 11 Horas" e "Week-End" são fundamentais para quem quer entender a potência do cinema como arte em constante evolução. Outro cineasta que fez aniversário neste período foi Woody Allen completando 78 anos. Espero que Woody Allen continue a fazer grandes obras por muitos e muitos anos. Vida longa aos mestres!


*Muitos filmes realizados nos anos 70 não são lembrados da forma como deveriam pela mídia especializada. E entre tantos títulos "esquecidos", está o belo "Harry, O Amigo de Tonto" de Paul Mazursky realizado em 1974 e que deu o "Oscar" de melhor ator para Art Carney. É um filme sobre a solidão, sobre a velhice e sobre a necessidade de sempre seguir em frente a partir da história de Harry e seu fiel companheiro, o …

CINE TROPPO - SEMANA DE 29/11 À 05/12/13

Imagem
CINE TROPPO
Marco Antonio Moreira Carvalho



“BLUE JASMINE”
Woody Allen sabe o que quer dizer e como dizer quando faz um filme. Afinal, com a experiência de quem trabalha a mais de 40 anos no cinema como roteirista e diretor, ele já adquiriu um estilo próprio e uma incrível segurança no escrever e filmar que ainda me impressiona e revela novas reflexões. Seu novo filme, "Blue Jasmine", traz uma galeria de personagens típicas da sua obra que mostram os erros, acertos, decepções e o instinto de sobrevivência de ser humano. E o que pode parecer uma simples comédia dramática, se transforma numa obra complexa, repleta de leituras. É fantástico o poder de síntese de Allen ao apresentar tantos assuntos interessantes em poucos personagens, tornando seus filmes sempre tão atuais, especialmente quando trata da busca de identidade de seus personagens. A personagem principal, Jasmine, interpretada magistralmente por Cate Blanchett numa atuação antológica, é uma mulher que vê seu rico mun…

CINE TROPPO - SEMANA DE 22 À 28/11/13

Imagem
Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho



“AMOR PLENO”
O cineasta Terrence Malick pensa o cinema como uma arte com caminhos ainda a serem explorados e provavelmente por isso seu trabalho pode ser interpretado de várias formas, agradando ou não crítica e público. Mas não se pode deixar de perceber que sua intenção como artista é de desafiar o espectador com seus temas e meios de fazer um cinema de exploração, de investigação. O cinema de Malick nos leva sempre a busca do equilíbrio do homem com relação a natureza, elemento real e significativo que prova a sua existência através da sua beleza e complexidade, como se esse fosse o início de uma outra vida, uma outra harmonia, um outro padrão de descoberta humana. Seus filmes direta ou indiretamente revelam esta busca através de histórias de amor, de conflitos, de dúvidas, de perguntas e respostas.
Desde os primeiros filmes de Malick, “Terra de Ninguém”(1975) e “Cinza do Paraiso”(1978), esta busca já tinha sido revelada de forma intensa…

CINE TROPPO - SEMANADE 15 À 21/11/13

Imagem
Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho


*”Ninfomaníaca”, novo filme de de Lars Von Trier (foto) (mesmo diretor de “”Dogville”, “Anti-Cristo” e “Melancholia”) já tem data marcada para lançamento no Brasil : janeiro de 2014. O filme tem longa duração e será lançado em duas partes (a segunda parte ainda não tem data de lançamento definido). No filme, Von Trier mostra a história da vida sexual de uma mulher da adolescência até os 50 anos, com direito a cenas de sexo reais (que foram rodadas por dublês e tiveram os rostos dos atores incluídos posteriormente, graças à evolução dos efeitos especiais). O longa-metragem tem cerca de 5 horas de duração A protagonista do filme é Charlotte Gainsbourg, (que já trabalhou com von Trier em “Melancolia” e “Anticristo”). No elenco, Willem Dafoe, Shia LaBeouf, Stellan Skarsgård, Christian Slater, Jamie Bell e Uma Thurman.
*O francês Michel Hazanavicius, ganhador do Oscar de melhor diretor de 2011 por “O Artista” (que venceu também na categori…

CINE TROPPO - SEMANA DE 08 À 14/11/13

Imagem
Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho


*“Pietá” de Kim Ki Duk ainda está em exibição no circuito local e merece ser visto. Certamente é um dos melhores filmes do ano. Vencedor do Leão de Ouro no Festival de Veneza em 2012, o filme mostra o estilo forte, cruel e ao mesmo tempo poético do diretor coreano Kim Ki Duk, já revelado em ótimos trabalhos como “Fôlego” e “Sonho”, além dos líricos “Primavera, Verão, Outono, Inverno... e Primavera” e “Casa Vazia”. “Pietá” revela um mundo violento e desumano a partir da relação entre um criminoso e sua mãe que tenta humanizá-lo depois de anos de abandono. Esta busca da mãe pelo filho, envolvendo o perdão, a humildade, o amor, coloca seu filho em confronto com o mundo duro que ele aprendeu a viver, enfrentar, sobreviver. O filme tem belos momentos de amor, de dor, de busca, de resgate de ambos os personagens, mãe e filho. E o final inesperado, nos dá uma sensação de esperança e amargura sobre o mundo que estes personagens (sobre) vivem. “Piet…

CINE TROPPO - SEMANA DE 01 À 07/11/13

Imagem
Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho

ACCPA - 50 ANOS DE CRITICA DE CINEMA
A crítica de cinema fazia parte de um jornal ou revista a partir do que fazia André Bazin na França e os redatores do “Variety” nos EUA. Por aqui a moda (e era) ganhou espaço quando ainda se sentia efeitos da época dourada da borracha e o cinema deixava de ser um brinquedo inconsequente dedicado à classe menos favorecida. Surgia o cinema Olympia como espaço “de luxo” para a burguesia ainda banhada no lucro da goma elástica e no folheto que trazia a programação da casa o poeta Rocha Moreira comentava filmes de forma muito pitoresca, usando títulos como motivo para saudar frequentadoras das “matinês” e “soirées”. Mas eu sempre pensei em crítica local a partir da coluna “Palcos e Telas” que o bancário Theodoro Brazão e Silva publicava em “A Folha do Norte” atendendo aos pedidos do diretor do órgão, Paulo Maranhão. Theodoro dividia de forma explicita o que era “filme comercial” e “de arte”. Eu, garoto, aprend…

CINE TROPPO - SEMANA DE 25 À 31/10/13

Imagem
Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho


*Na 37ª Mostra de cinema de São Paulo iniciada na semana passada, aconteceu uma maratona de filmes em digital do cineasta Stanley Kubrick no cine SESC e realmente foi ótimo poder rever filmes extraordinários de Kubrick em digital como "Dr. Fantástico", "O Iluminado", "Barry Lyndon" e "De Olhos Bem Fechados". Melhor ainda foi poder participar do debate após os filmes com a presença da viúva de Kubrick, Christiane, e seu irmão, Jan Harlan, produtor executivo de vários filmes. Um público ávido por perguntas e respostas sobre os filmes exibidos e sobre Kubrick lotou o cinema e eu tive a oportunidade de fazer perguntas à Christiane e Jan Harlan (foto) que educamente responderam. Mas algumas curiosidades merecem destaque: um espectador perguntou sobre a lenda de Kubrick ter ajudado na "armação" da chegada do homem à Lua no final dos anos 60. Jan Harlan riu da pergunta e disse que Stanley jamais far…

CINE TROPPO - SEMANA DE 18 À 24/10/13

Imagem
Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho


*"Gravidade" é uma boa surpresa. É um "blockbuster" que prova que é possível ter um roteiro inteligente para conquistar o grande público com um alto orçamento de milhões de dólares investidos numa produção inventiva e com ótimos efeitos especiais. O filme tem uma história bem simples. Uma cientista, durante uma missão, acaba perdida no espaço e tem que usar todo seu conhecimento para sobreviver. Sem muito otimismo, a personagem vai passo a passo conseguindo seu objetivo. Ótima cenas conquistam o interesse do espectador. O filme tem poucos diálogos, buscando uma relação mais visual com a história. O diretor Alfonso Cuarón (que dirigiu o bom "Filhos da Esperança") mistura bem momentos de reflexão da personagem com sequências espetaculares no espaço, respeitando a complexidade da história e não exagerando dramaticamente em certos momentos fundamentais, particularmente com o desfecho da trama. Vale a pena conferir. …