Cine Troppo - De 23 a 29/11/17

CINE TROPPO
Marco Antonio Moreira Carvalho



A Violência no Cinema
*A violência nunca deve ser banalizada na vida real e nas artes. O Cinema não deve usar a violência como meio de entretenimento, mas sim como meio de reflexão, debate, provocação sempre que for possível (de acordo com seu tema, abordagem, conteúdo, forma). Fico extremamente incomodado quando muitos diretores usam a violência como forma de espetáculo e o público entra numa catarse coletiva entre tantas mortes, sangue e cruéis formas de matar e morrer. A violência deve incomodar e não ser retratada de forma prazerosa, estimulante, contemplativa. Entendo que o cinema “moderno” tem usado esse recurso da espetacularização para conquistar o público. E tem funcionado muito bem essa formula, infelizmente. Esse assunto merece atenção!
*A próxima ação do Centro de Estudos Cinematográficos (CEC) acontecerá no dia 28/11 na Casa das Artes com a palestra "Guerra nas Estrelas: Mitologia e Significado Político". Eu e o amigo/professor Ricardo Evandro Martins falaremos sobre alguns aspectos da franquia "Star Wars" dentro do contexto do novo filme que será lançado em Dezembro.
*"Com amor, Van Gogh" é o primeiro longa pintado à mão no mundo. Para isso foram necessários mais de 125 artistas e o filme foi gravado primeiramente com atores para depois ser pintado. É possível reconhecer alguns rostos, como Saoirse Ronan, Jerome Flynn, Aidan Turner. O filme será lançado no Brasil no dia 30 de novembro.
*”Eu, Olga Hepnarová” estreou  quinta (16), no Cine Líbero. O filme é baseado numa história real e dirigido por Petr Kazda e Tomás Weinreb. O filme fala sobre um sentimento exasperante e limítrofe de não pertencimento social, ao abordar a trajetória de uma mulher homossexual nos anos 70, na antiga Tchecoslováquia. Confira. É um dos melhores lançamentos do ano. “Eu Olga Hepnarová” abriu o Festival de Berlim de 2016e foi muito elogiado pela crítica internacional.
*Manoel Carneiro Pinto Filho, mais conhecido como "Duca do Cinema", foi fundador do Cine Argus em 1938 na Cidade de Castanhal. A sala de projeção contava com 550 lugares e serviu de realização de cerimônias de formatura, apresentação de peças teatrais, shows musicais, entre outras funções importantes. Considerado o principal cinema dos castanhelenses, o Cine Argus teve sua história contata através de Edivaldo Moura, diretor e produtor do documentário “O Cinema de Seu Duca" que foi exibido no Cinema Olympia. "Conheci o Argus aos 11 anos e nunca me esqueço de como fiquei maravilhado frente àquele telão e àquela imensa sala lotada de pessoas rindo e vibrando com as cenas do filme que passava. A partir daí, todos os domingos à tarde era sagrado ir ao Cine Argus. Quando decidi que faria um filme sobre isso, confesso que não tinha a dimensão do que a história desse cinema representava para Castanhal. Eu tinha encontrado um terreno riquíssimo, e quanto mais eu escavava mais coisas apareciam" relata Edivaldo Moura.

INDICAÇÕES
ESTREIAS
"Oh Boy"
Cinema Olympia
De 23 a 29/11

"Columbos"
Cine Líbero Luxardo
De 23 a 29/11

CONTINUAÇÃO
“Liga da Justiça”
Filme de  Zack Snyder
Com Ben Affleck

CINECLUBE
“O Incrível Homem que encolheu”
Filme de Jack Arnold
Cineclube Alexandrino Moreira- Dia 30/11

MEMÓRIA
“Coração de Cristal” (1976)
Filme de Werner Herzog
Cartaz exibido nos cinemas

 AGENDA
*Cineclube Alexandrino Moreira (Casa das Artes):
Dia 30/11 – “O Incrível Homem que encolheu”(1967) de Jack Arnold. Sessão às 19:30 h. Entrada franca. Debate após a exibição.
*Cine Olympia:
Até dia 29/11 – “Oh Boy".Sessão às 18h30min (exceto sábados, domingos e feriados às 17h30min). Entrada franca. Apoio: Instituto Goethe.
*Cine Líbero Luxardo:
Até 29/11 – “Eu, Olga Hepnarivá” de Petr Kazda e "Columbus".
 *Centro de Estudos Cinematográficos (Casa das Artes):
Dia 28/11 – “Guerra nas Estrelas: Mitologia e Significado Político”. Palestra com o professor Ricardo Evandro Martins. Horário: 18h30min. Inscrições gratuitas. Emissão de certificados de participação. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17

Cine Troppo - De 25 a 31/01/18