FESTIVAL DE GRAMADO - 04


O Festival de Gramado continuou neste domingo de muita chuva, dia 07, a sua mostra competitiva com a exibição de "A Tiro de Piedra", filme mexicano de Sebastián Hiriati e o documentário nacional "Uma Longa Viagem" de Lúcia Murat. Antes, na mostra panorãmica, foi exibido o documentário "Carne, Osso" de Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros, que de forma objetiva, fala dos problemas relacionados a empregados de empresas que devido à sua função, acabam tendo sérios problemas de saúde (braços, mãos) e não tem assistência. O filme denuncia todo o aspecto de exploração de certas empresas que tratam os empregados como meras peças de reposição. O filme emociona e é duro na denúncia do fato. Merece ser visto e discutido.
No primeiro filme da mostra competitiva, "A Tiro de Piedra" (foto) agradou. O filme mostra a luta de um mexicano que sonha em ir para os Estados Unidos como alternativa de vida, para escapar da pobreza da região onde mora no interior do México. Ingênuo, este personagem faz de tudo para chegar ao EUA, sendo enganado, roubado por várias pessoas que encontram no seu caminho. O filme relata esta "fuga" em busca de um futuro melhor sem exageros, com longas sequências sem diálogos, longas sequências do personagem atravessando sozinho o deserto seco, mostrando as dificuldades de quem pensa em algo melhor. Na verdade, o filme não traz nenhuma novidade ao tema e nem é essa sua intenção. Mostrar as dificuldades de quem sonha em ter um futuro melhor nos EUA, dentro da sociedade mexicana, é necessário. Acontece diariamente, e segundo o diretor, tem que ser revelado, discutido. O cinema tem essa função e o diretor soube aproveitar o tema de forma direta, sem procurar emocionar a platéia, mas sim, conscientizá-la.
O filme de Lúcia Murat, “Uma Longa Viagem”, é um documentário muito pessoal da diretora que a partir da morte de um de seus irmãos, resolveu mexer no baú de sua história e de seu irmão Heitor, procurando contextualizar a narrativa dentro do que aconteceu no Brasil, especialmente nos anos 70 e 80. Já tinha visto o filme no Festival de Paulínia, e acredito que o ponto forte filme seja a forma sincera que os fatos são relatados, com destaque para os depoimentos do irmão Heitor com suas histórias sobre viagens ao redor do mundo, consumo de drogas e seu relacionamento com a família, enviando sempre cartas. Os textos das cartas são muitas vezes interpretados pelo ator Caio Blat. Talvez o ponto fraco do filme seja a duração. Depois de um certo tempo de filme, as questões levantadas se repetem e poderiam ter sido montadas de forma diferente, mas esse problema não é o suficiente para comprometer o trabalho final. Acredito que “Uma Longa Viagem” deva ganhar algum prêmio no festival.

Veja a programação do festival de segunda, dia 08/08:

MOSTRA PANORAMICA
14h15min – Luz Teimosa, Luis Alves de Matos – 75 – 12anos

MOSTRA COMPETITIVA17h – Insustentável – CM – 15' – 12 anos
Polaroid Circus – CM – 15' – 12 anos
A verdadeira hist. da bail de verm.- CM – 16 anos
A melhor idade – CM – 15' – 10 anos

MOSTRA COMPETITIVA19h Las malas intenciones, de Rosário García Montero – 107' – 14 anos
21h País do desejo, de Paulo Caldas – 87' – 14 anos

Uma das coisas mais interessantes do festival é o debate sobre os filmes exibidos com a presença dos realizadores. É um momento muito interessante que permite a troca de idéias entre o realizador e críticos/jornalistas presentes. No domingo, o debate sobre o filme “Ponto Final” foi concorrido pois boa parte da crítica não gostou do filme, fato percebido pelo diretor Marcelo Taranto. Mas no final, apesar de alguma tensão sobre algumas críticas, o debate foi muito interessante. Hoje, começa a mostra competitiva de curtas-metragens. “Ribeirinhos do Asfalto” de Jorane Casto será exibido na quinta-feira, dia 11. Nesta segunda, voltou a chover forte em Gramado com a temperatura caindo, lentamente. Amanhã, o destaque será a homenagem à atriz Fernanda Montenegro. Uma homenagem mais do que merecida.

Marco Antonio Moreira, direto do Festival de Gramado/RS




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17

Cine Troppo - De 25 a 31/01/18