FESTIVAL DE GRAMADO - 02

O primeiro dia do Festival de Gramado, sexta dia 05, começou com uma bela apresentação da Orquestra UNISINOS tocando temas musicais de filmes brasileiros. Logo em seguida, no Palácio dos Festivais, houve a apresentação do filme de abertura, "O Palhaço" de Selton Mello. O diretor fez a apresentação ao público de boa parte parte do elenco que estava presente (como Paulo José e Ferrugem) e disse que esperava que o filme pudesse emocionar as pessoas com seus personagens simples. A recepção do público ao filme foi ótima. Acredito que "O Palhaço" não deva ser um "blockbuster" do cinema brasileiro mas deve ter um bom comportamento nas bilheterias quando for lançado no final de Outubro (espero que Belém esteja incluída dentro do lançamento nacional do filme). Ante de iniciar o filme, Selton Mello recebeu uma homenagem do festival pela sua carreira como ator e diretor, sendo exibido uma montagem de cenas de filmes que Selton atuou nos últimos anos, incluindo "Lisbela e o Prisioneiro" e "Caramuru".
Em torno das 22 h, iniciou a mostra competitiva do festival com o filme "Riscado" (foto) de Gustavo Rizzi. O filme mostra a vida de Bianca, uma atriz que busca oportunidades de mostrar seu talento mas que enquanto espera uma chance melhor, trabalha em eventos e imita divas do cinema em apresentações encomendadas. Tudo parece mudar na sua vida quando passa num teste para fazer um filme de produção internacional, mas essa reviravolta é marcada por uma série de problemas. Utilizando com inteligência esta história até sob certo ponto simples, o diretor mistura as "histórias" de Bianca, de forma diferenciada. Bianca é Marilyn Monroe, Betty Page e às vezes éBianca. Mas quem realmente é Bianca? Numa narrativa que o presente real da personagem se mistura com o seu presente "ideal", "Riscado" é um filme provocador de alta qualidade que revela além de um bom diretor, uma excelente atriz que ainda vai dar o que falar :Karine Teles. Ela domina o filme de uma forma incrível com uma atuação profunda e sem exageros. Conversei com Karine após a exibição do filme e fiquei sabendo que ela basicamente só fez teatro até agora e que espera a partir de "Riscado", entrar no mundo do cinema de vez. Pelo seu talento, certamente irá conseguir seu espaço. O filme dividiu opiniões entre a crítica e o público, como todo bom filme faz. Acredito que o filme agrade mais a crítica que o público e que o filme deverá ter uma boa carreira comercial especialmente no circuito alternativo.
Veja a programação de hoje do festival :

MOSTRA PANORAMICA

14h – Origens, de Renê Goya Filho – 50' Livre
17h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta – 88' Livre
18h45min – Homenagem a Geraldo Flach

MOSTRA COMPETITIVA
19h Medianeras Buenos Aires na era do amor virtual, de Gustavo Taretto – 95' – 14 anos
20h45min - intervalo
21h Ponto final, de Marcelo Taranto – 103' – 14 anos

Hoje, o público do festival deve aumentar. Continua chegando na cidade muitos artistas e cinemaníacos que já estão acostumados a vir ao evento. Conheci aqui pessoas de cidades vizinhas que sempre vem à Gramado para acompanhar o festival e a impressão é de que realmente a cidade está com muito mais gente circulando pelas ruas. A previsão hoje é de que o Palácio dos Festivais (onde são exibidos os filmes) fique mais lotado do que ontem, o que é muito bom. O bom clima de um festival de cinema só é real quando se percebe a participação do público e aqui em Gramado, isto está acontecendo.

Marco Antonio Moreira, direto de Gramado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17

Cine Troppo - De 25 a 31/01/18