CINE TROPPO - SEMANA DE 25 À 31/10/13

Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho


*Na 37ª Mostra de cinema de São Paulo iniciada na semana passada, aconteceu uma maratona de filmes em digital do cineasta Stanley Kubrick no cine SESC e realmente foi ótimo poder rever filmes extraordinários de Kubrick em digital como "Dr. Fantástico", "O Iluminado", "Barry Lyndon" e "De Olhos Bem Fechados". Melhor ainda foi poder participar do debate após os filmes com a presença da viúva de Kubrick, Christiane, e seu irmão, Jan Harlan, produtor executivo de vários filmes. Um público ávido por perguntas e respostas sobre os filmes exibidos e sobre Kubrick lotou o cinema e eu tive a oportunidade de fazer perguntas à Christiane e Jan Harlan (foto) que educamente responderam. Mas algumas curiosidades merecem destaque: um espectador perguntou sobre a lenda de Kubrick ter ajudado na "armação" da chegada do homem à Lua no final dos anos 60. Jan Harlan riu da pergunta e disse que Stanley jamais faria uma coisa tão falsa pois ele respeitava demais o cinema para fazer isso. Outra pergunta interessante foi sobre "Inteligência Artificial". Perguntaram para Christiane se o resultado final do filme (projeto antigo de Kubrick que acabou sendo dirigido por Steven Spielberg após sua morte em 1999) foi satisfatório. Christiane disse que sim mas que certamente com Stanley, o filme seria melhor e mais pesado, mais negativo, mais "darkness" pois era assim que Kubrick via o mundo no futuro. Várias perguntas mereceram destaque mas certamente quem esteve no cine Sesc nesta maratona e teve contato direto com Christiane Kubrick e Jan Harlan ficaram mais do que satisfeitos como eu, fã de Kubrick desde sempre. E viva o mestre !!


*Para quem é fã de Stanley Kubrick, é mais do que obrigatório ver a exposição feita em sua homenagem e que está abeta ao público no Museu de Imagem e Som em São Paulo. É fantástico entrar na exposição e ver materiais relacionados aos seus filmes com fotos, manuscritos, anotações, vestuários, desenhos feitos por ele e muito mais. É uma emocionante odisseia dentro do mundo deste visionário do cinema. Quem conhece a obra do diretor, reconhece todas as peças expostas de filmes como "Barry Lyndon", "Laranja Mecânica", "2001" e muito mais. É de arrepiar de emoção. Do machado de "O Iluminado" até o capacete de "Nascido para Matar", da Discovery One de "2001" ao roteiro de "Napoleão" (projeto que Kubrick não chegou a realizar), tudo está exposto para o fã do diretor ficar cada vez mais fascinado pela sua obra. Sem dúvida, um momento mágico para quem gosta de cinema e especialmente da obra de Stanley Kubrick, um dos gênios da sétima arte.
 

*Filme bom para ser conferido em dvd : "A Caça" de Thomas Vinterberg. Produção dinamarquesa com ótimo desempenho do ator Mads Mikkelsen. O filme se ambienta numa cidade do interior da Dinamarca em vésperas de Natal. Um professor do jardim-de-infância é injustamente acusado de agressão sexual a uma aluna e passa a ser alvo de perseguição por toda a comunidade antes de qualquer prova e sem poder se defender apropriadamente. O filme foi exibido no Festival Internacional de Cinema de Toronto (2012) e competiu no Festival de Cinema de Cannes daquele ano quando o ator Mads Mikkelsen foi premiado. Filme sério que gera reflexões importantes sobre sociedade atual.


*Para os fãs de Paul McCartney, já está disponível para vendas o blu-ray do show “Wings over America” filmado em 1976 durante uma das maiores turnês de sua carreira. Ótima qualidade de som e imagem com Siir Paul cantando bem demais clássicos da sua banda Wings e é claro, canções dos Beatles. Registro histórico que merece atenção.
*”Heli” de Amat Escalante, violento drama mexicano situado nas fronteiras do país dominadas pelo tráfico de drogas, foi eleito o melhor filme da competição internacional do Festival du Nouveau Cinéma de Montréal, que encerrou sua 42ª edição neste domingo, 20 de outubro. O filme já havia recebido o prêmio de melhor direção no Festival de Cannes, em maio passado. O júri oficial reconheceu ainda “In Bloom” (coprodução Geórgia/França), de Nana Ekytimishvili e Simon Gross, que recebeu o Prêmio Especial do Júri; o grego “Miss Violence” de Alexandros Avranas, que ficou com o Prêmio de Inovação Daniel Langlois.
*Os filmes da sessão Cult em Novembro no cine Líbero Luxardo já estão definidos : “O Jovem Frankenstein” de Mel Brooks e “O Homem do Prego” de Sidney Lumet. No cineclube Alexandrino Moreira dois grandes clássicos estão programados: “Fellini Oito e Meio” e “Os Esquecidos” de Luis Buñuel.

ESTREIAS DA SEMANA


“Flores Raras” de Bruno Barreto - O filme mostra a história dramática da arquiteta carioca Lota de Macedo Soares (Glória Pires), uma das responsáveis pela construção do Aterro do Flamengo, e da poetisa americana Elizabeth Bishop (Miranda Otto), vencedora do prêmio Pulitzer em 1956, que viveram um romance no Rio de Janeiro, entre 1951 e 1965.
“O Conselheiro do Crime” de Ridley Scott. Com Michael Fassbender
“Meu Passado me Condena” com Fábio Porchat

AGENDA
*Cineclube Alexandrino Moreira :
Dia 11/11 – “Fellini Oito e Meio” de Federico Fellini. Com Marcelo Mastroianni. Sessão às 19h. Entrada Franca. Debate após a exibição.Exibição comemorativa dos 50 anos do lançamento do filme.


*Cine Olympia:
De 25 à 31/10 (exceto dia 28) – “Uma Mulher contra Hitler”. Sessão às 18:30h com entrada franca. Em 1943, Hitler marcha pela Europa em sua devastadora ofensiva. Em Munique, um grupo de jovens universitários apela para a resistência como forma de conter a máquina de guerra nazista. Assim, nasce o Rosa Branca. A única mulher que participa do grupo é Sophie Scholl (Julia Jentsch). Enquanto distribuíam panfletos Sophie e seu irmão, Hans (Fabian Hinrichs), são presos. Os dias que se seguem são de intensos interrogatórios conduzidos pelos oficiais da Gestapo, nos quais ela tenta proteger a qualquer custo os membros da organização. Apoio : Instituto Goethe.
 

*Cine Líbero Luxardo: De 16 à 27/10 - “Ferrugem e Ossos” com Marion Coutlard (atriz de “Piaf”) no papel de uma mulher que teve as duas pernas amputadas e luta com violência e delicadeza para em encontrar uma nova vida. O filme competiu pela Palma de Ouro no Festival de Cannes em 2012.
Dia 30/10 – “Pietá” de Kim Ki Duk

*Casa da Linguagem : Dia 31/10 – “Policarpo Quaresma” com Paulo José. Sessão ás 18h com entrada franca. Parceria da ACCPA com a Academia Paraense de Ciências.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17

Cine Troppo - De 25 a 31/01/18