CINE TROPPO - SEMANA DE 18 À 24/10/13

Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho


*"Gravidade" é uma boa surpresa. É um "blockbuster" que prova que é possível ter um roteiro inteligente para conquistar o grande público com um alto orçamento de milhões de dólares investidos numa produção inventiva e com ótimos efeitos especiais. O filme tem uma história bem simples. Uma cientista, durante uma missão, acaba perdida no espaço e tem que usar todo seu conhecimento para sobreviver. Sem muito otimismo, a personagem vai passo a passo conseguindo seu objetivo. Ótima cenas conquistam o interesse do espectador. O filme tem poucos diálogos, buscando uma relação mais visual com a história. O diretor Alfonso Cuarón (que dirigiu o bom "Filhos da Esperança") mistura bem momentos de reflexão da personagem com sequências espetaculares no espaço, respeitando a complexidade da história e não exagerando dramaticamente em certos momentos fundamentais, particularmente com o desfecho da trama. Vale a pena conferir. Pode ser um dos candidatos ao "Oscar" mas de preferência, deve-se valorizar os méritos do diretor que realmente soube equilibrar forma e conteúdo, numa história de sobrevivência que pode/deve servir de metáfora para os caminhos do homem neste longo século XXI.
*Comemorando os 50 anos de atividades da ACCPA (Associação dos Críticos de Cinema do Pará), uma das associações de críticos mais antigas do Brasil, será realizado um festival de filmes no cinema Olympia, de 01 à 07/11. Foram escolhidos 5 filmes representativos de cada década de atuação da associação. Confira a programação: Dia 01 - "A Balada do Soldado” de Grigori Chukhrai (anos 60),Dia 03 - "Laranja Mecânica” de Stanley Kubrick (anos 70), Dia 05 - "A Rosa Púpura do Cairo” de Woody Allen (anos 80), Dia 06 - "Asas do Desejo” de Win Wenders (anos 90) e Dia 07 - "Arca Russa” de A. Sokurov (anos 2000). Sessão às 18:30h. Entrada Franca.
*”No Movimento da Fé”, novo filme dirigido por Fernando Segtowick quem tem como tema o Círio de Nazaré, terá seu lançamento oficial no próximo dia 27/10 na Cinepólis do Boulevard Shopping. É mais um trabalho de ótima qualidade de Fernando, mostrando outras visões sobre a festa religiosa tão tradicional do povo paraense. Posteriormente, o filme deverá iniciar sua participação em vários festivais nacionais e internacionais.


* O falecimento da atriz Norma Bengell semana passada marcou o fim de um período do cinema brasileiro quando atrizes famosas fizeram um grande sucesso no Brasil nos anos 60. Norma ficou famosa com vários filmes mas foi em “Os Cafajestes” (1962) de Ruy Guerra, “O Pagador de Promessas”(1962) de Anselmo Duarte e “Noite Vazia” (1964) de Walter Hugo khoury que seu talento apareceu de forma concreta. Vale a pena (re)ver estes filmes em sua homenagem.
* Estamos quase chegando no fim do ano e já começo a pensar nos filmes que mais marcaram nosso circuito de exibição até agora. Vale a pena citar a qualidade de filmes como “O Som ao Redor” de Kleber Mendonça Filho, “O Mestre” de Paul Thomas Anderson, “Depois de Lúcia”, “Amor” de Michael Haneke, “Antes da Meia-Noite” de Richard Linklater, “A Bela que Dorme” de Marco Bellochio, “O Quadro” e “Pégasus”. Espero mais e melhores filmes até o final do ano.


*“A Bela que Dorme” de Marco Bellochio é provocante e polêmico. Baseado em fatos reais da vida de Eluana Englaro que ficou em coma vegetativo por mais de dezessete anos, o filme procura novas reflexões sobre a questão da eutanásia, a interferência do estado na vido do cidadão e os pontos de vista religiosos sobre o problema. Estas e outras questões surgem através da forma como cada um dos personagens interagem com o problema. Excelente trabalho com grande direção de Bellochio e ótima atuação de Isabelle Huppert. Não deixe de ver o filme no cine Estação.
*A China já tem o seu representante para disputar o Oscar de Melhor Filme Estrageiro: “Back to 1942”. A produção abordará um período delicado da história chinesa, quando o país estava envolvido num sagrento confronto com as forças japonesas e, ao mesmo tempo, as fortes estiagens das províncias do interior provocavam fome revolta social. No elenco, dois atores americanos: Adrien Brody e Tim Robbins.
*O documentário “Luz, anima, ação!” é a versão longa-metragem de uma série que será exibida pelo Canal Brasil, coprodutor de ambas, ainda este ano. Estreou no Anima Mundi 2013. Com direção de Eduardo Calvet e produção de Felipe Haurelhuk, se propõe recontar a história da animação brasileira, dos pioneiros à contemporaneidade.

ESTREIAS DA SEMANA


“Entardecer” de Angela Schanelec - O filme é uma adaptação livre da peça de teatro "A Gaivota“ de Anton Tchekhov. Irene, atriz de teatro, vai para sua casa no lago nas proximidades de Berlim, onde seu irmão mais velho e seu filho Konstantin moram. Uma atmosfera de cansaço, tristeza e de amor perdido paira sobre as cenas cotidianas.
“Os Suspeitos” com Hugh Jackman
“Conexão Perigosa” com Harrison Ford

 

“Serra Pelada” de Heitor Dhalia (mesmo diretor de "O Cheiro do Ralo") - Juliano (Juliano Cazarré) e Joaquim (Julio Andrade) chegam à floresta amazônica para serem garimpeiros. Mas o sonho da riqueza, do ouro e a ganância transforma Juliano e Joaquim, acabando com a amizade dos dois. No elenco, Wagner Moura.

AGENDA
*Cineclube Alexandrino Moreira :
Dia 04/11 – “Fellini Oito e Meio” de Federico Fellini. Com Marcelo Mastroianni. Sessão às 19h. Entrada Franca. Debate após a exibição.Exibição comemorativa dos 50 anos do lançamento do filme. *Cine Olympia:
De 18 à 24/10 (exceto dia 21) – “Entardecer”de Angela Schanelec . Sessão às 18:30h com entrada franca. Inspirado na obra “A Gaivota” de Thecov. Apoio: Instituto Goethe.

 

*Cine Líbero Luxardo:
De 16 à 27/10 - “Ferrugem e Ossos” com Marion Coutlard (atriz de “Piaf”) no papel de uma mulher que teve as duas pernas amputadas e luta com violência e delicadeza para em encontrar uma nova vida. O filme competiu pela Palma de Ouro no Festival de Cannes em 2012. Dia 20/10 – “Antes da Meia-Noite” de Richard Linklater. Última exibição às 17h.
*Cine Estação : “A Bela que Dorme” de Marco Bellochio. Com Isabelle Huppert. O filme é baseado no caso real de Eluana Englaro que está em coma vegetativo há 17 anos, gerando diversas polêmicas religiosas e morais entre familiares e estado. Em Novembro: “Amor Pleno” de Terrence Malick

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 02 a 08/03/17

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17