MOSTRA INGMAR BERGMAN EM SP


MOSTRA NO CCBB TRAZ A MAIOR RETROSPECTIVA DA OBRA DE INGMAR BERGMAN JÁ REALIZADA NO BRASIL
Cineasta sueco terá 51 filmes exibidos no evento,
que conta ainda com curso e debates.
programação do CCBB_SP abaixo

Ingmar Bergman, um dos cineastas mais cultuados e influentes da história, será homenageado no Brasil na maior mostra já realizada de seus filmes, que somam mais de 50 títulos. A Mostra Ingmar Bergman acontece no CCBB em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Além dos filmes, o evento terá um Q&A com o documentarista sueco Stig Björkman e um curso ministrado pelo crítico Sergio Rizzo. Em São Paulo, a mostra acontece de 13 de junho a 15 de julho. No Rio será de 8 de maio a 15 de junho e em Brasília, de 19 de junho a 22 de julho.
Serão exibidos dois documentários do convidado especial Stig Björkman, com cenas de bastidores das filmagens e novas entrevistas com atores e atrizes: Imagens do Playground e ...mas o Cinema é Minha Amante. Além das projeções, Björkman (documentarista que realizou série de entrevistas e livros sobre Bergman) participará de um bate-papo com o público onde abordará aspectos fílmicos e contará curiosidades da obra bergmaniana. A curadoria da mostra é de Giscard Luccas.
A Mostra Ingmar Bergman tem patrocínio do Banco do Brasil, através do Ministério da Cultura, e é uma produção da Jurubeba produções e FJ Cines.
Parte dos filmes exibidos serão em cópias restauradas e as exibições serão, em sua maioria, em 35mm.
A Mostra abrangerá todas as fases da carreira do diretor, desde filmes menos conhecidos do começo de sua carreira cinematográfica nos anos 40, como PrisãoCriseChove Sobre Nosso Amor, passando pelos clássicos dos 50, como Mônica e o Desejo (1953), O Sétimo Selo (1957), Morangos Silvestres(1957), A famosa Trilogia do Silêncio com O SilêncioLuz de Inverno e Através do Espelho (1961), vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro.
Já entre os destaques da filmografia de Bergman dos anos 70, serão exibidos Gritos e Sussurros(1972), Cenas de um Casamento (1973) e Sonata de Outono (1978), entre outros.
As projeções também contarão com filmes feitos primeiramente para a televisão e que depois obtiveram versões para o cinema, como Cenas de um Casamento e Fanny e Alexander, entre outros. Outros documentários como Faro 1969 e 1979, que abordam a vida e as dificuldades dos habitantes da Ilha de Faro, refúgio do diretor e cenário de alguns de seus filmes como Através de um Espelho, também terão projeções.
Há curtas como Karin´s Face, baseado em fotos de sua mãe, Episódio Daniel, extraído de filmeStimulantia, realizado com outros diretores suecos, além da curiosa série Comerciais do Sabonete Bris, de 1951, que Bergman realizou a pedido da Unilever Sueca, quando já tinha três famílias para sustentar e estava ”curto” de dinheiro. Essa série representou o primeiro encontro de Bergman com Bibi Andersson, uma de suas musas dali por diante.
Ingmar Bergman, morto em 2007 aos 89 anos, é um dos cineastas mais influentes na história do cinema. Em todos os cantos do planeta, diretores inspiram-se na rica filmografia do sueco. O cineasta Jean-Luc Godard, em seus anos de crítico na Cahiers du Cinema, escreveu sobre Bergman: “O cinemanão é um ofício. É uma arte. Cinema não é um trabalho de equipe. O diretor está só diante de uma página em branco. Para Bergman estar só é se fazer perguntas; filmar é encontrar as respostas. Nada poderia ser mais classicamente romântico”.
Curso
Um dos destaques do evento é o curso O Cinema de Ingmar Bergmanministrado por Sérgio Rizzo, jornalista, mestre em Artes e Cinema e doutor em Meios e Processos Audiovisuais pela Universidade de São Paulo, colunista e professor da FAAP e da Casa do Saber. O curso terá duração de três dias em cada capital com duração de duas horas cada aula.
O curso abordará a trajetória de Ingmar Bergman, examinando como sua obra aborda temas recorrentes que, em conjunto de notável organicidade, compõem uma amostra das angústias e desejos do ser humano na segunda metade do século XX. Aulas serão expositivas com o uso de trechos selecionados de filmes.
Mostra Ingmar Bergman
O cineasta sueco Ingmar Bergman construiu uma vasta obra durante quase 60 anos. Desde o início, no teatro, até seu último trabalho, Saraband, em 2003, dirigiu mais de 40 filmes para o cinema e tantas outras obras para a televisão. Sua morte, aos 89 anos, demarcou o fim de uma era de ouro do cinema de autor, período onde eram exploradas diversas linguagens cinematográficas sem muita preocupação com a audiência ou a crítica.
Durante sua longa carreira ganhou inúmeros prêmios no teatro e no cinema, incluindo três Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, seis prêmios no Festival de Cannes e muitos outros em Berlim e Veneza. Seu cinema lançou ao estrelato nomes até então desconhecidos como Liv Ullmann, Bibi Andersson e Ingrid Thulin como Erland Josephson e Max von Sydow.
Sua obra aborda temas como a infância, a morte, a sensação de abandono perante a vida, a desconfiança de Deus e a traição. Muitas vezes, era chamado de “diretor da angústia”, devido à temática sombria de seus filmes. Mas Bergman também falava da juventude, do amor e da compaixão, como em Mônica e o Desejo e Juventude. Ele mesmo assume que a educação que recebeu dos pais, baseada em conceitos relacionados com pecado, confissão, castigo, perdão e indulgência, teve profunda influência sobre sua obra.
Sua estética influenciou uma dezena de gerações de cineastas, que consideravam Bergman o verdadeiro criador do “cinema de autor”. Em especial Woody Allen, que já apareceu em inúmeras entrevistas exaltando a importância do sueco para a história do cinema, chegando a afirmar que "ele é provavelmente o maior diretor desde a invenção da câmera".
Abordando temas intrínsecos à existência humana  – como desejo, morte e religiosidade –, o cineasta rompeu as fronteiras suecas e atingiu a universalidade. Embora seja um diretor quase sempre lembrado por suas obsessões mais frequentes, como o passar do tempo, a morte e a impossibilidade de comunicação (presentes em filmes como Luz de Inverno, O Sétimo Selo, O SilêncioPersona e tantos outros), o conhecimento mais aprofundado de sua obra revela um autor de talentos múltiplos. O Olho do DiaboSorrisos de uma noite de Amor e Para não falar de todas essas mulheres são filmes de um bom-humor surpreendente, sobretudo quando se sabe que são do mesmo autor de VergonhaFace a face e Da Vida das Marionetes.
Durante sua trajetória cinematográfica, Bergman manteve-se fiel, sempre que pôde, a uma mesma equipe e aos mesmos atores, transitando por quase todas as áreas e fazendo de tudo um pouco, o que não era muito comum na época: ele se ocupava da montagem e do acabamento, além de sempre ter desenvolvido um senso extremamente crítico para a fotografia, tendo se tornado um poeta dos tons densos e das milimétricas escolhas de luminosidade dos cenários.
PROGRAMAÇÃO CCBB SP
13 DE JUNHO A 15 DE JULHO DE 2012

· Primeira Semana
13 de Junho – Quarta-feira
10h - Quando as mulheres esperam, 107 min, 35mm, livre
16h – Faro 1979, 121 min, DVD, livre
18h - Um barco para a Índia, 98 min, 35mm, 14 anos
20h - Comerciais de sabonete Bris, 11 min, 35mm, livre + O sétimo selo, 96 min, 35mm, 16 anos
14 de Junho – Quinta-feira
10h - Para não falar de todas essas mulheres, 80 min, 35mm, 14 anos
16h – Os abençoados, 81 min, DVD, livre
18h – Sede de paixões, 84 min, 35mm, 14 anos
20h – O ovo da serpente, 119 min, 35mm, 12 anos
15 de Junho – Sexta-feira
10h - Crise, 93 min, 35mm, 14 anos
16h – The Men and Bergman, 52 min, DVD, 14 anos + The Women and Bergman, 29 min, DVD, 14 anos
18h - Vergonha, 103 min, 35mm, 16 anos
20h – Morangos silvestres, 91 min, 35mm, livre
16 de Junho –Sábado
15h – Imagens do playground, 29 min, DVD, livre + … Mas o cinema é minha amante, 66 min, DVD, livre
17h – Palestra Stig Bjorkman, 60 min, livre
19h – Cenas de um casamento, 155 min, 35mm, livre
17 de Junho – Domingo
10h – Noites de circo, 92 min, 35mm, 14 anos
16h - Persona 85 min, 35mm, 14 anos
18h – A hora do lobo, 90 min, 35mm, 16 anos
20h – Porto, 99 min, 35mm, 14 anos
· Segunda Semana
20 de Junho – Quarta-feira
10h – "O Cinema de Ingmar Bergman", ministrado por Sérgio Rizzo
16h – A ilha de Bergman, 83 min, DVD, livre
18h – Juventude, 95 min, 35mm, 14 anos
20h – O rosto de Karin, 14 min, 35mm, livre + A paixão de Ana, 101 min, 35mm, 16 anos
21 de Junho – Quinta-feira
10h – "O Cinema de Ingmar Bergman", ministrado por Sérgio Rizzo
16h – Da vida das marionetes, 104 min, 35mm, 16 anos
18h – O olho do diabo, 87 min, 35mm, 14 anos
20h – A flauta mágica, 135 min, 35mm, livre
22 de Junho – Sexta-feira
10h – "O Cinema de Ingmar Bergman", ministrado por Sérgio Rizzo
16h – Um barco para a Índia, 98 min, 35mm, 14 anos
18h – Daniel, 15 min, 35mm, livre + A fonte da donzela, 89 min, 35mm, 18 anos
20h – Persona 85 min, 35mm, 14 anos
23 de Junho – Sábado
10h – The Men and Bergman, 52 min, DVD, 14 anos + The Women and Bergman, 29 min, DVD, 14 anos
16h – O silêncio, 95 min, 35mm, 14 anos
18h – Comerciais de sabonete Bris, 11 min, 35mm, livre + Luz de inverno, 81 min, 35mm, livre
20h – Através de um espelho, 89 min, 35mm, 16 anos
24 de Junho – Domingo
10h – Faro 1969, 88 min, DVD, livre
16h – Face a face, 135 min, DVD, 18 anos
18h – Gritos e sussurros, 91 min, 35mm, livre
20h - Prisão, 78 min, 35mm, 14 anos
· Terceira Semana
27 de Junho – Quarta-feira
10h – Sede de paixões, 84 min, 35mm, 14 anos
14h – Crise, 93 min, 35mm, 14 anos
16h – Vergonha, 103 min, 35mm, 16 anos
18h – Quando as mulheres esperam, 107 min, 35mm, livre
20h – Para não falar de todas essas mulheres, 80 min, 35mm, 14 anos
28 de Junho – Quinta-feira
16h - Porto, 99 min, 35mm, 14 anos
18h – O rito, 72 min, 35mm, 16 anos
19h30 – Cenas de um casamento, 155 min, 35mm, livre
29 de Junho – Sexta-feira
10h - Prisão, 78 min, 35mm, 14 anos
16h – Faro 1979, 121 min, DVD, livre
18h – A hora do lobo, 90 min, 35mm, 16 anos
20h – O rosto de Karin, 14 min, 35mm, livre + Gritos e sussurros, 91 min, 35mm, livre
30 de Junho – Sábado
15h30 – Sorrisos de uma noite de amor, 108 min, 35mm, 14 anos
18h – Juventude, 95 min, 35mm, 14 anos
20h – O ovo da serpente, 119 min, 35mm, 12 anos
01 de Julho – Domingo
10h – Da vida das marionetes, 104 min, 35mm, 16 anos
16h – A ilha de Bergman, 83 min, DVD, livre
18h – A paixão de Ana, 101 min, 35mm, 16 anos
20h – Saraband, 110 min, DVD, livre
· Quarta Semana
04 de Julho – Quarta-feira
10h – Música na noite, 88 min, 35mm, 14 anos
16h – Sonhos de mulheres, 87 min, 35mm, livre
18h – Uma lição de amor, 96 min, 35mm, 14 anos
20h – O silêncio, 95 min, 35mm, 14 anos
05 de Julho – Quinta-feira
10h – O rito, 72 min, 35mm, 16 anos
16h – Face a face, 135 min, DVD, 18 anos
18h – Depois do ensaio, 75 min, 35mm, livre
20h – Luz de inverno, 81 min, 35mm, livre
06 de Julho – Sexta-feira
10h – Chove sobre nosso amor, 95 min, 35mm, 16 anos
16h – O olho do diabo, 87 min, 35mm, 14 anos
18h – Monika e o desejo, 96 min, 35mm, 14 anos
20h - Através de um espelho, 89 min, 35mm, 16 anos
07 de Julho – Sábado
10h – Rumo à felicidade, 98 min, 35mm, 12 anos
15h – Fanny e Alexander, 188 min, 35mm, 14 anos
18h30 – O sétimo selo, 96 min, 35mm, 16 anos
20h30 - Sonata de outono, 93 min, 35mm, livre
08 de Julho – Domingo
10h – No limiar da vida, 84 min, 35mm, 14 anos
15h – O rosto, 100 min,  35mm, livre
17h30 – A flauta mágica, 135 min, 35mm, livre
20h – Na presença de um palhaço, 120 min, DVD, 14 anos
· Quinta Semana
11 de Julho – Quarta-feira
16h– Faro 1969, 88 min, DVD, livre
18h – Chove sobre nosso amor, 95 min, 35mm, 16 anos
20h – Saraband, 110 min, DVD, livre
12 de Julho – Quinta-feira
10h – Música na noite, 88 min, 35mm, 14 anos
16h – No limiar da vida, 84 min, 35mm, 14 anos
18h – A fonte da donzela, 89 min, 35mm, 18 anos
20h – Noites de circo, 92 min, 35mm, 14 anos
13 de Julho – Sexta-feira
10h – O rosto, 100 min,  35mm, livre
16h – Rumo à felicidade, 98 min, 35mm, 12 anos
18h – Sonata de outono, 93 min, 35mm, livre
20h – Sorrisos de uma noite de amor, 108 min, 35mm, 14 anos
14 de Julho – Sábado
10h – Sonhos de mulheres, 87 min, 35mm, livre
16h – Na presença de um palhaço, 120 min, DVD, 14 anos
18h30 – Depois do ensaio, 75 min, 35mm, livre
20h – Monika e o desejo, 96 min, 35mm, 14 anos
15 de Julho – Domingo
10h – Uma lição de amor, 96 min, 35mm, 14 anos
16h – Fanny e Alexander, 188 min, 35mm, 14 anos
19h30 – Daniel, 15 min, 35mm, livre + Morangos silvestres, 91 min, 35mm, livre
Serviço:
Local: CCBB São Paulo
Endereço: Rua Àlvares Penteado, 112 – centro CEP. 01012-000

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17

Cine Troppo - De 25 a 31/01/18