CINE TROPPO - SEMANA DE 23 À 29/09/11



CINE TROPPO
Marco Antonio Moreira Carvalho
Lançamentos da Semana
Caso não haja alterações de última hora, as estreias da semana são “Missão Madrinha de Casamento”, “Premonição 5”, “Sem Saída” e “Elvis e Madona”.
Em “Missão Madrinha de Casamento”, conta a história de uma madrinha de casamento cuja vida desmorona quando ela lidera um grupo de damas de honra numa corrida maluca de preparação para o casamento de sua melhor amiga. O problema é que sua vida pessoal e profissional está confusa e depois de perder o apartamento alugado, o emprego e o amor próprio, ele tem que recomeçar tudo de novo para provar que pode se superar. No elenco, Kristen Wiig, Maya Rudolph, Rose Byrne, Melissa McCarthy, Wendi McLendon-Covey, Ellie Kemper.
Em “Premonição 5”, a Morte está mais onipresente do que nunca e é desencadeada quando a premonição de um homem salva um grupo de trabalhadores de um terrível acidente em uma ponte pênsil. Mas este grupo de almas fora de suspeita nunca deveria ter sobrevivido e agora, em uma apavorante corrida contra o tempo, eles tentam desesperadamente descobrir uma maneira de escapar da agenda macabra da Morte. Apesar de lançar 'Premonição 4' como o "último episódio da franquia", a Warner Bros. voltou atrás e anunciou 'Premonição 5'. Eric Heisserer (do remake 'A Hora do Pesadelo') é o roteirista. Com o benefício do lançamento em 3D, 'Premonição 4' foi o longa mais lucrativo da franquia toda arrecadando mais de US$ 181 mundialmente.
“Sem Saída” mostra a história de Nathan Harper que tem uma desconfortável sensação de que está vivendo a vida de outra pessoa. Ao se deparar com uma imagem de si próprio quando pequeno em um site de pessoas desaparecidas na internet, Nathan vê seus maiores medos virarem realidade: ele percebe que seus pais não são seus verdadeiros progenitores e que sua vida é uma mentira, fabricada cuidadosamente para esconder algo mais misterioso e perigoso do que ele jamais poderia imaginar. Assim que começa a montar as peças de sua verdadeira identidade, Nathan vira alvo de um grupo de assassinos treinados, o que força o jovem a fugir. No elenco, Taylor Lautner (Crepúsculo), Maria Bello (As Torres Gêmeas), Jason Isaacs, Sigourney Weaver (Avatar) e Alfred Molina(O Código da Vinci).
“Elvis e Madona” é um filme com a excelente atriz Simone Spoladore (Lavoura Arcaica). A motociclista Elvis (Spoladore) sonha em ser fotógrafa, mas precisa trabalhar e consegue um emprego de entregadora de pizzas na Mussarela & Cia. A travesti Madona é uma cabeleireira que sonha em produzir um show de teatro de revista. De um encontro inusitado entre as duas personagens, nasce uma divertida e moderna história de amor. A direção é de Marcelo Laffitte.


SUPERNOVAS
*”Tropa de Elite 2, de José Padilha, será o candidato brasileiro a uma vaga na categoria melhor filme estrangeiro no Oscar 2012. O anúncio foi feito pela Comissão Especial de Seleção na terça-feira,dia 20. Quinze longas concorriam à vaga, entre eles “Bruna Surfistinha” de Marcos Baldini, e “Lope” de Andrucha Waddington. Grande sucesso de bilheteria nacional, o filme de Padilha levou 11 milhões de espectadores aos cinemas no ano passado. Com distribuição pela New Video, “Tropa 2” deve estrear no circuito americano ainda este ano.
*Exibido pela primeira vez na abertura da Semana da Crítica do Festival de Cannes, “A guerra está declarada”, de Valerie Donzelli, foi o longa-metragem escolhido para representar a França na disputa pelo “Oscar” de melhor filme em língua estrangeira. Outro destaque de Cannes – onde passou na competição oficial –, “Le Havre”, de Aki Kaurismaki, será o representante da Finlândia. O escolhido do Irã, por sua vez, foi o drama “A separation”, de Asghar Farhadi, que levou o Urso de Ouro no Festival de Berlim. Todos serão lançados no Brasil pela Imovision.
*A Califórnia Filmes comprou os direitos para distribuição no mercado brasileiro do próximo filme de Wong Kar Wai,” The Grandmasters”. A aquisição foi feita no Festival de Toronto. Em seu novo filme, que está em fase de pós-produção e deve estrear no próximo Festival de Cannes, o diretor de “Amor à flor da Pele” volta ao gênero das artes marciais para contar a história de Ip Man, o homem que treinou Bruce Lee.
*O diretor australiano Baz Luhrmann (Vem dançar comigo, Moulin Rouge) deu partida às filmagens de “O Grande Gatsby”, nova versão para o cinema do célebre romance de F. Scott Fitzgerald. Produzido pela Warner e pela Village Roadshow Pictures, o filme é a primeira experiência de Luhmann com o formato 3D. No elenco estão Leonardo DiCaprio, como Jay Gatsby; Tobey Maguire, como o jovem escritor Nick Carraway, e Carey Mulligan, como Daisy Buchanan. O lançamento está previsto para novembro de 2012.
*A Sony Pictures adquiriu os direitos de distribuição internacional de “Django Unchained”, o mais novo filme de Quentin Tarantino. Nos EUA, o lançamento será feito pela The Weinstein Co. Samuel Jackson foi confirmado para o elenco – e este será seu quinto projeto com Tarantino. O ator irá contracenar com Leonardo DiCaprio e Jamie Foxx. O lançamento nos EUA está marcado para dezembro de 2012.
*A entrada da locadora virtual americana Netflix no Brasil, colocou em evidência o nascente mercado de vídeo sob demanda no país. Embora algumas empresas atuem desde 2009 no segmento, tudo indica que agora este mercado vai prosperar com a ampliação da banda larga e a entrada de novos dispositivos, como tablets, smartphones e smart TVs (com acesso à internet). O que vai acontecer com o dvd, blu-ray e as locadoras ainda é uma dúvida que só com o tempo, o mercado vai poder saber.
*O filme "A Árvore da Vida" de Terrence Malick voltará a ser exibido em Belém, agora no Cine Líbero Luxardo, em novembro. A ACCPA vai promover um debate esta obra-prima na semana de reecibição do filme. Aguarde a confirmação da data.
* A ACCPA (Associação dos Críticos de Cinema do Pará) tem um site à disposição do internauta: www.accpara.com.br . No site da ACCPA, tem a programação dos cinemas comerciais e alternativos, críticas, calendários de estreias, enquete, etc..
*Acesse “Odisséia”, meu blog sobre cinema e outros assuntos no endereço http://www.marcoantoniomoreira.blogspot.com/.
* Meu Twitter: www.twitter.com/marcomoreira_

Blu-Ray/Crítica
Stanley Kubrick sempre foi um diretor preocupado com a forma e o conteúdo de seus filmes. Para Kubrick, um filme era uma obra de arte que tinha que ser pensada, sentida, planejada, elaborada por anos antes do seu lançamento nos cinemas. E o resultado sempre foi fantástico, com Kubrick sempre zelando pela sua obra. Com “2001” e “Laranja Mecânica”, por exemplo, ele chegou a visitar vários cinemas na Inglaterra para saber se os seus filmes estavam sendo bem projetados. Com a chegada do vídeo-cassete no início dos anos 80, ele foi contra o lançamento de “2001” porque o vídeo não mostrava o filme na plenitude que foi realizado. Fico imaginando como Kubrick estaria satisfeito hoje com a projeção digital nos cinemas, o blu-ray, TV LCD e tudo que a tecnologia proporciona para vermos no cinema e em casa, os filmes na melhor qualidade possível. Com o lançamento da maioria de seus filmes em blu-ray, com imagens remasterizadas, percebe-se claramente o trabalho deste grande diretor que antes era fotógrafo e que sabia exatamente o que queria mostrar na tela do cinema, esperando horas pela luz certa na hora filmagem, esperava meses para um cenário ficar pronto e por fim, esperava anos para realizar um projeto que requisitava alguma tecnologia que o cinema ainda não tinha. Por isso, é um prazer imensurável rever “2001”, “O Iluminado”, “Laranja Mecânica” e especialmente “Barry Lyndon” em blu-ray. É incrível, tantos anos depois, ver a qualidade de imagem, da filmagem, da fotografia, do enquadramento, da noção da estética cinematográfica que Kubrick tinha. ao pensar/fazer seus filmes. A caixa de blu-ray lançada pela Warner Bros traz 07 filmes, incluindo seu último trabalho, “De Olhos Bem Fechados”. A seguir, relaciono todos os filmes da caixa de blu-ray chamada COLEÇÃO UM DIRETOR VISIONÁRIO, convidando o leitor para ver/rever os filmes de Kubrick no formato blu-ray, como se fosse a primeira vez. Tenho certeza que aqueles que admiram sua obra, vão ficar ainda mais encantados com seu trabalho atemporal que cada vez mais será valorizado.
Lolita (1962). Baseado na novela de Wladimir Nabokov, filmado inteligentemente em preto e branco, o filme mostra a história de um homem de meia-idade que fica obcecado por uma adolescente. Polêmico, o filme tem excelentes interpretações de James Mason e Peter Sellers.
2001 – Uma Odisseia no Espaço (1968). Baseado num conto de Arthur Clarke, Kubrick queria fazer um filme que as imagens e som transmitissem uma nova experiência sensorial ao espectador e acabou realizado um dos maiores filmes da história do cinema. Perfeito, completo, único, “2001” é um filme eterno que traz reflexões filosóficas sobre a origem e o destino do homem. Em blu-ray, as cores ganham uma nova dimensão, mostrando um filme ainda mais forte visualmente.
Barry Lyndon (1975). Pela perfeição na reconstituição de época e pela grandiosa e sensível fotografia de John Alcott, “Barry Lyndon” foi elogiado mundialmente. Ao mostrar a ascensão e queda um pobre irlandês do século 18 que ascende socialmente, Kubrick realizou uma crítica social ao mesmo tempo emotiva e irônica. Cada sequência do filme parece ter sido feita à mão, de tão perfeitas e absolutas. Destaque para a trilha sonora adaptada por Leonard Rosenman, que ganhou o “Oscar”.
O Iluminado (1980). Adaptação da obra de Stephen King que sempre está incluída entre os melhores filmes de terror de todos os tempos. Kubrick usa todos os recursos cinematográficos para criar um clima de medo e insegurança, que continua com o espectador mesmo após o filme. “O Illuminado talvez seja um dos últimos grandes filmes de terror já feitos. Jack Nicholson esta perfeito numa de suas maiores atuações no cinema.
Nascido Para Matar (1987). Um dos melhores filmes feitos sobre a guerra e as suas conseqüências. Frio, distante e objetivo, é um filme diferenciado ao abordar um tema tão filmado mais que aqui encontra um outro caminho de interpretação, criando uma nova visão sobre a guerra do Vietnã.
De Olhos Bem Fechados (1999). Os mistérios do relacionamento humano são abordados aqui através da história de um casal em crise onde desejos, frustrações e decepções são revelados. Kubrick conta a história captando cada emoção contida dos personagens de uma forma ao mesmo tempo fria e emocional, revelando o drama de duas pessoas que se amam mais que tem que lidar com suas individualidades de forma diferentes. Belo trabalho que infelizmente foi seu último filme.
Laranja Mecânica (1971) .Baseado na obra de Anthony Burgess, Kubrick provocou polêmica ao questionar uma sociedade que gera a violência e que estimula a individualidade do ser humano. Irônico, realista e polêmico, este filme é um marco na história do cinema e até hoje serve de referência para os novos diretores.

AGENDA
* Cineclube Alexandrino Moreira: O cineclube, em parceria com a ACCPA (Associação dos Críticos de Cinema do Pará) exibirá em Outubro, dois filmes importantes: “Lanterna Vermelhas” de Zhang Yimou e “Cinzas do Passado” de Wong Kar Wai. Os filmes serão exibidos às 19 h em datas que ainda serão confirmadas. .
*Cine Estação: Para Outubro, está prevista a exibição do filme “Melancholia” de Lars Von Trier(Anticristo/Dogville), filme que ganhou o prêmio de melhor atriz no último festival de Cannes com Kirstin Dust. É um dos filmes mais comentados do momento e certamente vai provocar o interesse do cinemaníaco paraense. Vamos aguardar as datas confirmadas do filme.
*Cine Líbero Luxardo :”Cópia Fiel” está em exibição de quarta à domingo sempre às 19 h. Com Juliete Binoche no elenco, é um dos melhores filmes do ano.Um casal se encontra no interior da Itália e a partir daí, discutem sua relação. Momento mágico do cinema, em torno de um tema sempre interessante : o relacionamento humano. Veja sem falta. Na Sessão Cult, sabádo dia 01/10, será exibido o excelente "Lenny", filme de Bob Fosse realizado em 1974, baseado na vida do artista Lenny Bruce e quem tem uma das maiores interpretações do ator Dustin Hoffman. O filme será exibido às 16 com entrada franca e debate após a exibição.
* Cine Olympia : Continua a mostra de filmes da Venezuela com a exibição de vários filmes inéditos no Brasil. Todos os filmes do festival serão exibidos às 18 h com entrada franca. Veja a programação completa no site www.cinemaolympia.com.br. A mostra tem o apoio do Consulado Geral da Venezuela em Belém/Pa e vai ficar em exibição até o dia 16/10.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17

Cine Troppo - De 25 a 31/01/18