FESTIVAL DE CINEMA DE PAULÍNIA - 2

Festival de Paulinia - SP
Marco Antonio Moreira

O Festival de Paulínia continua chamando muita atenção do público e da imprensa local. Muitos artistas, diretores e produtores circulam pelo Theatro Municipal de Paulínia, num intercâmbio cultural interessante e que normalmente gera novos projetos. Depois da boa impressão com o longa-metragem "Meu País", exibido sabádo (dia 10), neste domingo finalmente pude ver um curta-metragem de alto nível : "Café Turco" de Thiago Luciano. Um filme brasileiro falado em outras línguas que procura retratar a questão do conflito, da guerra, da desumanização do ser humano, num trabalho muito bem feito, de alta produção, que pode servir de referência para os novos realizadores, especialmente em curtas-metragem. Outro curta-metragem exibido foi "Trocam-se Bolinhos por Histórias de Vida" de Denise Marchi, um drama romântico e simples que agradou boa parte da platéia pela forma que a história foi sensivelmente contada.Filmado em digital, foi impressionande ver a qualidade do filme e como o digital realmente veio para mudar o cinema.
Após a exibição do segundo curta, foi exibido o documentário "A Cidade Imã" que procura mostrar a paixão de quatro estrangeiros que mudaram suas vidas após resolverm morar no Rio de Janeiro. Um pouco longo demais e muito repetitivo, o filme não segura o interesse e quase acabou sendo visto como uma propaganda institucional do RJ. Uma pena. Por fim, o longa da noite, que teve a presença do diretor Carlos Alberto Riccelli e da atriz Bruna Lombardi, foi "Onde Está a Felicidade?" dirigido por Ricelli com roteiro de Bruna. É uma comédia que boas possibilidades comerciais, com momentos engraçados que nos remetem as antigas comédias italianas. No debate sobre o filme, o diretor evidenciou a influência de várias comédias já feitas sobre seu filme mas evidenciou que o filme nasceu da necessidade de se reforçar a leveza da vida. Segundo Riccelli, a felicidade está na leveza da vida, na forma conmo encaramos os problemas e dificuldades. Apesar de ser um filme irregular, pode ter um bom público nos cinemas. O filme será lançado dia 19/08. Detalhe : na coletiva de imprensa, o grande destaque foi Bruna Lombardi, falando sobre tudo : filme, carreira, vida, projetos, etc.
Entre tantas coisas interessantes aqui no Festival, evidencio os debates com todos os realizadores dos filmes. A interação com a imprensa e a declaração de cada diretor, ator, diretor de fotografia, sobre os aspectos de realização dos filmes são muito interessantes. Neste sentido, o festival sempre é enriquecedor. O Festival de Paulínia termina dia 14/07. Espero que até lá, o frio de 6º grau na cidade tenha passado. O grande favorito até agora para ganhar o prêmio de melhor filme ? "O Palhaço" de Selton Mello.

Marco Antonio Moreira
Direto da Paulínia/SP

Comentários

YouTube/Cinema disse…
Marco, se você gostou dos debates também vai se interessar pelo youtube.com/cinema. No canal você acompanha tudo que acontece no Festival de Paulínia e confere entrevistas exclusivas.

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17

Cine Troppo - De 25 a 31/01/18