CINE TROPPO - SEMANA DE 04 À 10/09/14

Cine Troppo 
Marco Antonio Moreira Carvalho


*"Magia ao Luar" é uma poesia cinematográfica de Woody Allen sobre a angústia de viver, sobre a descrença na "ordem" das coisas e das pessoas e sobre a possibilidade da vida ser previsível, sem nenhuma magia, sem nenhuma surpresa, sem maiores objetivos, sem nada além. Este tema já é recorrente na obra de Allen mas ao se aproximar dos 80 anos, Allen deve ver com cada vez mais descrença certos padrões que envolvem o ser humano como a religião, o consumismo, as relações humanas, a necessidade de sobrevivência de qualquer maneira, a política, a falta de ética, a falta de sensibilidade, a luta de classes, o preconceito (em todas as suas formas) e muito mais. A maturidade de um artista sensível como Allen inevitavelmente aparece na sua obra e em "Magia ao Luar", seu novo filme, esta mistura de sentimentos e descrenças aparece de forma sutil na sua trama principal que aparentemente é doce, leve, simpática mas no fundo mostra um personagem desesperado para acreditar na vida como algo mais significativo do que aparenta ser para que afinal, seja feliz, aqui e agora. A amargura de Allen não significa que o filme seja pessimista mas revela pensamentos que estão presentes no dia a dia de qualquer ser humano mas que nem sempre são vistos, interpretados e questionados pelo homem moderno graças ao eterno mecanismo de viver/seguir as normas de sobrevivência/morrer. O que podemos achar no meio dessas reflexões como Allen já afirmou em outros filmes, é a magia de viver, enxergando além de tudo o que nos apresenta como normal, fato, concreto. Poderia ser o amor? A descoberta do outro como somatório na trajetória de entender a vida? Pode ser e por isso, "Magia ao Luar" não é um filme pessimista e/ou negativo. Allen acredita ou teima em acreditar que tudo ainda pode ser diferente. E assim deve ser enquanto este grande diretor estiver em atividade no cinema, fazendo com que os espectadores, através de seus filmes, "enxerguem" a magia da vida, de viver, de dar um sentido ao que nos cerca. De alguma forma, a obra de Allen nos dá esse conforto há décadas. Através da arte, do cinema, podemos e devemos enxergar além e encontrar a magia nas coisas e nas pessoas. É difícil mas através da arte, podemos encontrar um caminho.

*"Magia ao Luar" de Woody Allen saiu de nosso circuito de exibição porque não deve ter obtido a média mínima de espectadores no cinema para continuar em cartaz. Enquanto isso, entra no circuito comercial "Anjos da Lei 2", "Hércules", "Se Eu Ficar" e pelo menos um bom filme : "O Grande Hotel Budapeste" de Wes Anderson. Mas fica a pergunta: onde estão os cinemaníacos de Belém? O nacional "O Lobo atrás da Porta" não está com um bom público no cine Líbero Luxardo e "Os Invisíveis" não conseguiu chamar a atenção apesar de ser um excelente filme com entrada franca no cine Olympia. Além disso, os cineclubes tem tido menos frequência do que deveriam. Enfim, onde estão os cinemaníacos de Belém? Estão em São Paulo, que sempre tem público nos cinemas Belas Artes e Reserva Cultural?

* “The Good Dinosaur”, nova animação da Pixar, que seria lançada esse ano nos cinemas, mas foi adiada para 2015, após a saída do diretor Bob Peterson (Up - Altas Aventuras) do projeto, teve seu roteiro reescrito. Segundo o ator John Lithgow que faz uma das vozes dos personagens, os produtores e o codiretor Peter Sohn decidiram “desmontar” completamente a história do filme, o que fará com que o ator precise dublar material adicional. A história do filme deverá tratar de um planeta Terra em que os dinossauros não foram extintos. ”The Good Dinosaur” entra em cartaz no Brasil, no dia 31 de dezembro de 2015.


*Cinco longas espanhóis estarão em cartaz de 05 à 11/09/14 (exceto dia 09/09) no cinema Olympia com sessões às 16:30 e 18:30h na Mostra Cinema Atual Espanhol. Entre eles, filmes premiados, que incluem “Mapa” de León Siminiani (foto), vencedor da categoria Melhor Documentário Europeu no Festival de Sevilla e “Branca de Neve”, o melhor filme do Goya Awards. Esta edição da Mostra apresenta um recorte da variedade de gêneros da indústria cinematográfica da Espanha como consequência de uma seleção de longas produzida em 2012 por jovens diretores. Todos os filmes são legendados em português e há exemplares de comédia dramática, drama, animação e documentário. A proposta é apresentar heterogeneidade de temas e de gêneros da cinematografia espanhola, em diálogo com a diversidade cultural brasileira. A Mostra ocorre em centros culturais das principais cidades brasileiras de 2 setembro a 22 de dezembro. Além de Florianópolis, onde ocorreu a abertura da programação, no dia 2, estão incluídas outras capitais: Belém, Porto Alegre, Fortaleza, Curitiba, Brasília, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo. A realização é do Escritório Cultural da Embaixada da Espanha no Brasil, Sociedade Cultural Brasil-Espanha e Instituto Cervantes de Brasília. Em Belém, a mostra tem o apoio da FUMBEL e Cinema Olympia. 

INDICAÇÕES 

ESTREIAS 


 “O Grande Hotel Budapeste”
 De Wes Anderson Com Ralph Fiennes

“A Grande Noite”
 Exibido na 37º Mostra de Cinema de SP (Cine Estação)

MOSTRA 


“Mostra Cinema Atual Espanhol”
De 05 à 11/09 no Cinema Olympia.
A Mostra tem duas sessões diárias às 16:30 e 18:30h com entrada franca.
Dia 05 - “Branca de Neve”.
Dia 06 – “Carmina Ou Que Se Exploda”.
Dia 07/09 – “Mapa”.
Dia 10/09 – “O Que Os Homens Falam”.
Dia 11/09 – “O Apóstolo”.


AGENDA 
*Cineclube Alexandrino Moreira:
Dia 15/09 – “Retratos de uma Obsessão”. Homenagem ao ator Robin Williams. Sessão às 19h. Entrada Franca. Debate após a exibição.

*Cine Olympia:
De 05 à 11/09 – “Mostra de Cinema Atual Espanhol”. Sessões às 16:30h e 18:30h Entrada Franca. Apoio: Instituto Cervantes.


Dia 09/09 – Projeto Cinema e Música com a exibição do clássico “A Turba” de King Vidor.

*Cine Líbero Luxardo:
De 27/08 à 07/09 – “O Lobo atrás das Porta” com Leandra Leal.

*Cine Estação :
De 02 à 28/09 – “A Grande Noite” de Benoît Delépine e Gustave de Kervern

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17

Cine Troppo - De 25 a 31/01/18