CINE TROPPO - SEMANA DE 17 À 23/07/14

Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho


* “Camille Claudel 1915” é o grande destaque da semana no cine Estação. A história do filme se passa em Paris, início do século XX. A jovem escultora Camille Claudel (Juliette Binoche) entra em conflito com a família burguesa ao tornar-se assistente do já célebre Auguste Rodin. Quando se transforma em amante do mestre, cai em desgraça junto à sociedade parisiense. Depois de vários anos de um relacionamento tortuoso, Camille rompe a ligação, mergulhando cada vez mais na solidão e na loucura. Em 1913, por decisão do seu irmão, o famoso escritor Paul Claudel, é internada num manicómio. Porém, por mais que Camille tente convencer todos à sua volta que aquele lugar apenas piora o seu estado e que, ao afastar-se da arte, se aproxima cada vez mais da loucura, nada os parece demover. Ali, isolada do mundo e impedida de se expressar através da escultura, ela mulher viverá três décadas, até falecer, em 1943, antes de completar 79 anos. O filme esteve na edição de 2013 do Festival de Cinema de Berlim, e foi considerado o melhor filme do ano passado para muitos críticos franceses. Num drama biográfico sobre o período de internamento da escultora Camille Claudel, escrito e realizado por Bruno Dumont ("Hadewijch", “Fora, Satanás”), o filme tem uma grande atuação de Juliete Binoche, uma das grandes atrizes do momento. Filme imperdível. No Cine Estação, está sendo exibido também “Killer Joe-Matador de Aluguel” de William Friedkin (O Exorcista). Programa obrigatório.

 *O 42º Festival de Gramado anunciou no início de julho a sua seleção oficial de longas-metragens brasileiros e estrangeiros, além dos curtas (apenas brasileiros, sendo que a produção gaúcha de curtas disputa um prêmio separado). O line-up da competição de longas brasileiros será: “A despedida” de Marcelo Galvão, “A estrada 47” de Vicente Ferraz, “A luneta do tempo” de Alceu Valença, “Esse viver ninguém me tira” de Caco Ciocler, “Infância” de Domingos Oliveira, “O segredo dos diamantes” de Helvécio Ratton, “Os senhores da guerra” de Tabajara Ruas e “Sinfonia da necrópole” de Juliana Rojas. O evento, que vai de 8 a 16 de agosto, conta agora com prêmios em dinheiro, no valor total de R$ 275 mil. 

*Jonathan Strokes foi o escolhido pelos produtores Peter Chernin e Ridley Scott para assumir o roteiro de um novo projeto sobre Davi, figura bíblica que se tornou rei de Israel após vencer o gigante Golias em uma épica batalha. O longa, ainda sem título, terá como foco o reinado de Davi depois da luta descrita pelo Velho Testamento. Scott, que provavelmente ficará restrito somente à produção do filme, é o diretor de “Êxodo – Deuses e Reis” (Exodus – Gods and Kings, Fox), também uma trama bíblica e com estreia no Brasil marcada para o dia 25 de dezembro deste ano.

*Foi inaugurado quinta-feira, 10 de julho, em Roma, o Cinecittà World, parque temático baseado no lendário estúdio italiano. Com projeto de Dante Ferretti, diretor de arte de filmes como “Ilha do Mêdo” e “O Nome da Rosa”, o espaço de 1,6 mil quilômetros quadrados tem atrações inspiradas em obras de Fellini e épicos como “Ben Hur”. A entrada é um pórtico de uma enorme boca, reprodução de cenário do clássico do cinema mudo Cabiria, de 1914. Os caminhos percorridos pelo público são inspirados na concepção de Ferretti para “Gangues de Nova York”.

*O ganhador do "Oscar" Claude Lellouch (Retratos da Vida) vai abrir o Montreal World Film Festival, com seu mais recente trabalho : "Bastard, We Love You"(Salaud, on Taime). O novo filme do diretor, que estreou na França este ano, conta a história de Jacques Kaminsky, interpretado por Johnny Halliday (Detetive), um fotógrafo de guerra e pai ausente que passa mais tempo com sua câmera do que perto de suas quatro filhas, interpretadas por Irène Jacob (A Dupla Vida de Veronique), Sarah Kazemy (Circumstance), Pauline Lefèvre e Jenna Thiam.

 *A CBS Films adquiriu os direitos norte-americanos para “Pride”, o aclamado drama britânico que fez sua estreia no Festival de Cannes, em maio deste ano. O filme será lançado dia 19 de setembro nos cinemas. O segundo longa do diretor britânico Matthew Warchus (Simpatico), “Pride” narra a verdadeira história de como os ativistas gays ajudaram os mineiros do Reino Unido durante a longa greve do Sindicato Nacional de Mineiros, que começou no verão de 1984, durante o mandato da primeira-ministra Margaret Thatcher. 



*O novo filme de Woody Allen (Meia-Noite em Paris), “Magic in the Moonlight”, recebeu seu título em portugês, divulgado pela Imagem Filmes: “Magia ao Luar”. Trazendo no elenco Emma Stone (Histórias Cruzadas) e Colin Firth (O Discurso do Rei), o filme conta a história de um falso mágico com talento para desmascarar charlatões, que é contratado para acabar com a suposta farsa de uma bela jovem que se diz médium. A produção estreia no Brasil em 28 de agosto.


INDICAÇÕES

ESTREIA 


“Sobre Sete Ondas Verdes Espumantes” 
Documentário sobre a obra de Caio Fernando Abreu (Cine Olympia)

DVD 


“Era Uma Vez em Anatólia”
 Do mesmo diretor de “Winter´s Sleep”, vencedor do festival de Cannes de 2014

BLU-RAY 


“O Poderoso Chefão” – Edição de 40 anos 
Edição especial do clássico de Francis Ford Coppola

SÉRIE DE TV 


“Túnel do Tempo” 
Seriado de TV realizado por Irwin Allen nos anos 60 que mostrava as viagens no tempo de dois cientistas 


AGENDA 
*Cine Olympia:
De 18 à 24/07 – “”Sobre Sete Ondas Verdes Espumantes”. Documentário baseado na obra de Caio Fernando de Abreu. Sessão às 18:30 h. Entrada Franca.
Dia 29/07 – Projeto Cinema e Música :“A Caixa de Pandora”(1929).Acompanhamento musical ao vivo. Sessão às 18:30h. Entrada Franca.

*Cine Líbero Luxardo: De 02 à 19/07 – “Pelo Malo” e “Oslo, 31 de Agosto” de Joachim Trier.


*Cine Estação: De 12 à 31/07 – “Camille Claudel 1915” com Juliete Binoche e “Killer Joe: Matador de Aluguel” de William Friedkin.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17

Cine Troppo - De 25 a 31/01/18