CINE TROPPO - SEMANA DE 21 À 27/06/13

Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho



“O ABISMO PRATEADO” É INSPIRADO POR UMA CANÇÃO DE CHICO BUARQUE
No lançamento de “O Abismo Prateado”, o diretor Karim Ainouz fez uma declaração sobre seu novo filme após grandes sucessos de crítica como “Madame Satã”, “O Céu de Suely” e “Viajo porque preciso, volto porque te amo”. ”O Abismo Prateado” está em exibição no cine Líbero Luxardo até o dia 30/06.
“Para mim fazer cinema não é contar uma história, é criar um outro universo, não necessariamente onírico, mas um outro plano de realidade. Hoje em dia acho que a narrativa é um instrumento que precisa ser dominado para se ter maior liberdade criativa. Eu acho que narrar é como entrar num trilho desconfortável, do qual eu precisava sair. Com o tempo eu passei a lidar melhor com a narrativa, quase como um álibi, um dispositivo para que eu possa fazer o que quiser em cima dela, para criar situações dignas de serem filmadas. Todos os meus filmes são retratos de pessoas. Mesmo Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo, em que o protagonista não aparece, o espectador, ao ouvir incessantemente sua voz, o imagina, constrói mentalmente uma imagem dele, seu corpo. O olhar dele o torna presente. Como são retratos, o corpo está sempre presente, de uma maneira ou de outra. Quando recebi o convite do produtor Rodrigo Teixeira, me encantei pela ideia de partir de uma canção de amor, com a letra de “Olhos nos Olhos”, a canção que parte de um ponto de vista masculino (o de Chico Buarque) para tentar entender o ponto de vista feminino. O argumento foi escrito por Beatriz Bracher a partir de uma carta escrita por uma mulher, que falava de um rompimento. Juntos, queríamos explorar o sentimento dessa mulher, o que ela estava passando quando escreveu a carta. Ao mesmo tempo, pensamos em retratar uma relação de amor entre pessoas comuns, uma mulher de classe média, o que não é muito comum no cinema brasileiro atual. Assim, o universo do Chico Buarque norteou o desenvolvimento da ideia: a zona sul carioca, que vai do Flamengo a Copacabana, com suas figuras noturnas. Busquei ainda a presença da natureza na cidade, que se torna marcante. Quis dar atenção especial a isso. Há o mar, as árvores, as montanhas, é tudo cercado por uma natureza exuberante. A natureza num embate com a urbanidade, aquelas rochas que tragam para o mar. Mas há também a possibilidade de ver a cidade pelos olhos da personagem. Uma mulher que está sempre errante, entre a possibilidade de uma certa ordem e o descontrole, entrando naquele túnel, andando a esmo pelas ruas, sem saber para onde ir, o que fazer. Tive o desejo de sair do viés documental, realista, que está muito presente nos meus últimos filmes e do qual eu queria me afastar um pouco. Eu queria um real um pouco alterado, um pouco à maneira de como ela estava olhando para o mundo naquele momento de dor. Esse é o tom do filme. Um registro que não é necessariamente naturalista. A câmera se movimenta bastante, perseguindo a atriz. Havia o desejo de capturar o seu fluxo emocional, como ela se movimentava com o coração despedaçado."

ESTRÉIAS DA SEMANA

“Universidade Monstros” tem de volta alguns dos personagens de “Monstros S/A” (2001), um dos grandes sucessos da Pixar Animation. Depois de mais de uma década, eles voltam agora acompanhados de novos amigos.
“Minha Mãe é uma Peça”
“O Abismo Prateado” (Cine Líbero Luxardo)
“Jerichow” (Cine Olympia)

INDICAÇÕES
DVD
“Fanny e Alexander” de Ingmar Bergman – A Versátil Home Vídeo finalmente lança no Brasil a obra-prima de Ingmar Bergman realizada em 1982 de forma completa. Nesta edição especial, uma caixa com 2 dvds duplos que tem o filme em duas versões : versão de cinema (188 minutos) e a versão original de tv (320 minutos). Além disso, podemos conferir mais de 2 horas e vídeos extras sobre a produção. Imperdível.


“Supertramp – Live in Paris” – Depois de 33 anos do lançamento de “Supertramp – Live in Paris”, álbum que foi sucesso de vendas e conquistou novos fãs do grupo, finalmente chega o registro em imagens deste show memorável. Com várias canções de sucesso como “Dreamer”, “Goodbye Stranger” e “The Logical Song”, o DVD mostra como o grupo tinha total controle musical da sua obra e como era sua interação com o público naquele período. Vale conferir.

AGENDA


*Cine Olympia:
De 21 à 27/06 (exceto dia 24/06) – “Jerichow” de Christian Petzold Sinopse : O destino reúne três pessoas em "Jerichow", um lugarejo da antiga Alemanha Oriental quase abandonado devido ao êxodo de seus habitantes e ao desemprego: o encontro de um ex-soldado com o proprietário de uma lanchonete, descendente de turcos, e sua enigmática esposa leva todos à beira de um abismo. Sessão às 18:30 h. Entrada Franca. Apoio : Instituto Goethe.
Dia 23/06 – “Amor na Tarde” de Billy Wilder com Audrey Hepburn. Sessão Cinemateca. Horário: 16h. Entrada Franca.
*Cine Líbero Luxardo: De 19 à 30/06 – “O Abismo Prateado” de Karim Ainouz.
*Cine Estação : De 05 à 30/06 – “A Parte dos Anjos” de Ken Loach. Robbie é um jovem infrator que consegue se livrar da prisão por conta da compaixão de um juiz que vê nele a possibilidade de deixar de vez o mundo da delinquência. Ele está prestes a se tornar pai. É sua última chance. Uma visita a uma destilaria de whisky o inspira a buscar uma saída para sua vida desesperada.
*Cine Saraiva : Dia 27/06 – “O Planeta dos Macacos” com Charlton Heston. Parceria da ACCPA com a APC (Academia Paraense de Ciências).Sessão às 18h. Entrada franca.Debate após a exibição.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17

Cine Troppo - De 25 a 31/01/18