MELHORES DO CINEMA EM 2012 - RELAÇÃO INDIVIDUAL

CINE TROPPO 
Marco Antonio Moreira Carvalho

MELHORES DO CINEMA/2012 
Cumprindo uma tradição de 50 anos, os críticos da ACCPA (Associação de Críticos de Cinema do Pará) estiveram reunidos dia 27/12 para a escolha dos melhores do cinema em 2012. Categorias como melhor filme, diretor, ator e atriz (entre outras) foram votadas democraticamente elegendo assim os melhores do cinema num ano que foi bom mais que apresentou menos filmes de alta qualidade que em 2010 e 2011. Hoje, estarei publicando a minha relação individual apresentada na reunião dos melhores. No próximo domingo, será publicada a relação completa da ACCPA.
“Fausto” de Aleksandr Soukurov foi o grande destaque do ano com uma adaptação livre da obra de Goeth onde o diretor magistralmente inclui na narrativa discursos sobre politica, filosofia, existencialismo e humanismo num projeto complexo que merece estudo e atenção do espectador. Sokurov é autor de grandes filmes como “Arca Russa” e “Alexandra” e seu novo trabalho confirma sua importância dentro do panorama do cinema contemporâneo.
“Pina” trouxe de volta o grande talento de Win Wenders(Paris Texas) que fez uma bela homenagem ao cinema e a dança através da obra de coreográfa Pina Bausch.”A Separação” é uma produção iraniana que tem um dos roteiros mais bem idealizados dos últimos tempos que disserta sobre a cultura de um país e a forma como estes indivíduos sobrevivem nas suas limitações e sentimentos ambíguos de violência e paz.
”A Invenção de Hugo Cabret” é um dos melhores filmes de Martin Scorsese (Taxi Driver/Os Infiltrados) onde ele realiza uma grande homenagem ao cinema através do resgate emocional da figura do artista George Mélies. ”O Garoto de Bicicleta” mostra a força do cinema humanista de Jean-Pierre e Luc Dardenne (do belo “A Criança”) ao retratar uma simples história de relacionamento de pai e filho. Poesia pura. ”Transeunte” é o primeiro filme de ficção de Eryk Rocha (filho de Glauber) e mostra a vida solitária de um idoso perdido na selva de pedra da cidade e das pessoas. Eryk Rocha usa uma narrativa complexa e inteligente para revelar esta solidão. Filme emocionante. ”Shame” revela o talento do diretor Steve McQueen e do ator Michael Fassbender num drama sobre um homem atormentado e que usa o sexo para lidar de forma irreal com o mundo. Grande atuação de Fassbender.
”Febre do Rato” é o melhor filme de Cláudio Assis até agora. Um filme anarquista e provocador que usa a poesia para causar reflexão e emoção contra a hipocrisia de uma sociedade. “Cosmopólis” é David Cronenberg voltando ao seu cinema desafiador cheio de narrativas complexas e vários personagens para falar sobre os mecanismos falidos do mundo capitalista de hoje que massacra o indíviduo.
E finalmente “Precisamos Falar sobre Kevin” é um filme chocante que fala sobre a louca relação de uma mãe e seu filho que culmina com o assassinato de vários jovens. Filme infelizmente oportuno e necessário que merece ser exibido nas escolas e universidades pois toca em assuntos significativos à sociedade doente que vivemos nos dias de hoje.
No final da relação dos 10 melhores, cito outros filmes que também considerei importantes e que foram exibidos este ano em nosso circuito exibidor.

MELHORES FILMES/2012 (Relação Individual - Marco Antonio Moreira)
1) “FAUSTO” de Aleksandr Sokurov
2) “PINA” de Win Wenders
3) “A SEPARAÇÃO” de Asghar Farhadi
4) “A INVENÇÃO DE HUGO CABRET” de Martin Scorsese
5) “O GAROTO DA BICICLETA” de Jean-Pierre e Luc Dardenne
6) “TRANSEUNTE” de Eryk Rocha
7) “SHAME” de Steve McQueen
8) “FEBRE DO RATO” de Cláudio Assis
9) “COSMOPÓLIS” de David Cronenberg
10) “PRECISAMOS FALAR SOBRE KEVIN” de Lynne Ramsay

Outros filmes da minha relação dos melhores do ano que merecem citação: “Drive”, “Um Conto Chinês”, “Para Roma com Amor”, “Violeta foi para o Céu”, "Medianeras”, “A Missão do Gerente de Recursos Humanos” , “Tomboy”, “Deus da Carnificina”, “O Artista”, “As Aventuras de Pi” e “Um Método Perigoso”.

Categorias:
Melhor Diretor: Aleksandr Sokurov (Fausto)
Melhor Ator: Michael Fassbender (Shame)
Melhor Atriz: Tilda Swinton (Precisamos Falar sobre Kevin)
Melhor Ator Coadjuvante: Ben Kingsley (A Invenção de Hugo Cabret)
Melhor Atriz Coadjuvante: Carey Mulligham (Shame)
Melhor Fotografia: “Pina”
Melhor Direção de Arte: “Fausto”
Melhor Trilha Sonora : “A Invenção de Hugo Cabret”
Melhor Efeitos Especiais : “A Invenção de Hugo Cabret”
Melhor Figurino : “Fausto”
Melhor Montagem : “Pina”
Melhor Roteiro Original : “Pina”
Melhor Roteiro Adaptado: “Fausto”
Prêmio ACCPA – Melhor Filme Brasileiro: “Transeunte” de Eryk Rocha


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17

Cine Troppo - De 25 a 31/01/18