CINE TROPPO - SEMANA DE 27/09 À 03/10/13

Cine Troppo
Marco Antonio Moreira Carvalho


*Milton Nascimento é um dos maiores nomes da música brasileira. Suas composições mostram seu enorme talento e revelam um músico de enorme sensibilidade musical que desde os anos 60 tem conquistado vários admiradores no Brasil e em outros países. Em 2012, Milton Nascimento completou 50 anos de carreira e recentemente foram lançados um cd e DVD da turnê comemorativa deste meio século de sua música (mesma turnê que chegou em Belém na semana passada). No show gravado no Rio de Janeiro, podemos ver a execução de grandes canções de Milton com novos arranjos feitos pelo próprio compositor. Clássicos como “Cais”, “Morro Velho”, “Maria, Maria”, “Nos Bailes da Vida”, “Nada será como Antes”, “Coração de Estudante”, “Canção da América” e “Travessia” são destaques e revelam que a obra de Milton Nascimento é imortal e deve sempre ser vista ou revista por aqueles que gostam da boa música.
*Confira o número de espectadores dos filmes brasileiros lançados nos últimos meses: ”Cine Holliúdy” - 367.695 , “Flores Raras” - 225.989, “Casa da Mãe Joana 2” - 142.072, “Se Puder...Dirija” - 344.544, “Vendo ou Alugo” - 151.268, “O Concurso” - 1.317.778, “Minha Mãe é Uma Peça” - 4.590.538 e “Elena” - 57.628. Como se percebe, os bons filmes brasileiros como “Elena” ficam à margem do sucesso de público.
*No embalo de sua escolha como representante do Brasil para disputar uma candidatura no “Oscar”, “O Som ao Redor” será lançado em DVD e blu-ray em outubro, numa edição especial com dois discos. O lançamento da Vitrine Filmes traz o filme, com a opção de faixa de comentário do diretor, Kleber Mendonça Filho, e um disco bônus com sete horas de extras, que incluem making of, entrevista, cenas cortadas, trailers e seis curtas premiados do cineasta: Menina do algodão (codireção de Daniel Bandeira, 2003),Vinil verde (2004), Eletrodoméstica (2005), Noite de sexta manhã de sábado (2006) , Luz industrial mágica (2008) e Recife frio(2009).
*Para celebrar os 75 anos do clássico “O Mágico de Oz”, a Warner preparou uma grande campanha, orçada em US$ 25 milhões, que incluiu a conversão do filme para o formato 3D. Esta nova versão reinaugurou, no dia 20 de setembro, o histórico Chinese Theatre de Hollywood, que acaba de ser equipado com uma tela gigante IMAX. O filme reestreou em 318 salas IMAX espalhadas pelo país e voltou ao ranking das maiores bilheterias, ocupando a nona posição nesse fim de semana, com US$ 3 milhões de arrecadação. A versão em 3D também será lançada em Blu-ray.


*“A Familia” de Luc Besson (mesmo diretor de “Subway”, “Nikita” e “O Quinto Elemento”) tem uma boa história. Uma família italiana ligada a Máfia entra no programa de proteção as testemunhas e sempre estão mudando de cidade para fugir das tentativas de assassinato prometidas por um criminoso preso na cadeia. Como todos tem uma forte personalidade e um grande instinto de sobrevivência, sempre acabam se metendo em confusão. Com cenas hilárias de Robert De Niro e Michelle Pfefffer, o filme vai bem até começar pequenas tramas individuais de cada membro da família que acabam por enfraquecer a ideia inicial do roteiro. Por isso, o filme acaba se alongando em sequências de pouca criatividade e se distanciando do potencial da história. Além do elenco principal, excelente atuação de Tommy Lee Jones, que junto com De Niro, faz parte de uma das sequências mais engraçadas do ano que envolve o nome diretor Martin Scorsese, amigo e diretor de Robert De Niro em grandes filmes que tinham como tema a Máfia..
*“Exilados do vulcão”, de Paula Gaitán, cujo roteiro é livremente inspirado no romance “Sobre a neblina” de Christiane Tassis, recebeu o Candango de Ouro de melhor filme de ficção no Festival de Brasília, que se encerrou dia 24 de setembro, no Distrito Federal. O filme recebeu também o prêmio de melhor som. O Candango de melhor documentário ficou com “O mestre e o divino” de Tiago Campos, produzido pelo projeto Vídeo nas Aldeias, e o prêmio do júri popular foi para Os pobres diabos, de Rosemberg Cariry.

ESTREIAS DA SEMANA
 

“Antes da Meia-Noite” de Richard Linklater (Cine Líbero Luxardo) – Terceiro filme da história do casal Jesse e Celine, iniciada em “Antes do Amanhecer”(1995). Nove anos após os eventos de “Antes do Pôr-do-sol”(2004), Jesse e Celine vivem juntos em Paris, ao lado das filhas gêmeas que tiveram. Ele busca sempre manter contato com Hank, o filho adolescente que teve com a ex-esposa e que vive em Chicago com a mãe. Quando o casal resolve ir à Grécia com as filhas, Jesse decide também convidar Hank para a viagem. Neste contexto, Jesse segue tentando se tornar um romancista de sucesso, enquanto que Celine considera seriamente a possibilidade de aceitar um emprego junto ao governo francês. No elenco, Julie Delpy e Ethan Hawke.


“O Tempo e o Vento”- Dirigido por Jaime Monjardim (Olga), o filme é baseado na obra de Érico Verissimo e mostra a história da família Terra Cambará durante dois séculos.No elenco, Cléo Pires, Fernanda Montenegro, José de Abreu e Leonardo Machado.
“Agentes do Além”
“Família do Bagulho”

AGENDA


*Cineclube Alexandrino Moreira : Dia 30/09 – “Um Amor tão Frágil” de Claude Goretta. Com Isabelle Huppert.Sessão às 19h. Entrada Franca. Debate após a exibição.
 

*Cine Olympia: De 27/09 à 10/10/13 – “Mulheres Diabólicas” de Claude Chabrol. Com Isabelle Hupert, Jacquilne Bisset e Sandrine Bonnaire. Sessão às 18:30h. Entrada Franca. Apoio : Cinemateca Francesa. Discreta e calada, Sophie é escolhida pela rica família Lalièvre para tomar conta de sua mansão e faz amizade com a curiosa e intrometida Jeanne, dona do correio local. O problema é que Jeanne tem inveja dos Lalièvre e arquiteta um plano para prejudicá-los. e
*Cine Líbero Luxardo: De 25 à 29/09 – Retrospectiva em homenagem ao diretor japonês Mikio Naruse. Em Outubro – “Antes da Meia-noite” de Richard Linklater e “Ferrugem e Osso” com Marion Coutlard.
*Cine Estação : De 01 à 29/09 - “A Visitante Francesa” de Hong Sang-soo com Isabelle Hupert. Em Outubro – “A Bela que Dorme” de Marco Bellochio

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 02 a 08/03/17

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17