CINE TROPPO - SEMANA DE 15 À 21/03/13

CINE TROPPO
Marco Antonio Moreira

SUPERNOVAS
*A volta de “Amor” de Michael Haneke ao circuito local de exibição está conseguindo uma boa resposta do público. O filme foi exibido na rede Cinepólis por 2 semanas e não teve o público esperado mas agora, no Cine Estação, o filme está sendo prestigiado pelo público paraense. Segundo o programador do Cine Estação, Augusto Pacheco, o filme tem emocionado o público. O próximo filme a ser exibido no Cine Estação será “NO”, filme chileno que foi indicado ao “Oscar” de melhor filme estrangeiro este ano e que mostra uma importante virada na política do Chile no final dos anos 80 quando o ditador Pinochet foi derrotado nas urnas. “NO” é um ótimo filme que vai merecer boas discussões.
*”O Mestre” de Paul Thomas Anderson será lançado no dia 27/03 no Cine Líbero Lxardo. O filme traz de volta o talento deste diretor que merece toda a nossa atenção. Na sua filmografia, filmes importantes como “Magnólia” e “Sangue Negro”. Numa história que mescla um drama pessoal com questões religiosas, o filme impressiona. Joaquin Phoenix e Philip Seymour Hoffman têm grandes atuações. ”O Mestre”, desde já, é um dos melhores filmes exibidos este ano.
*Com a polêmica envolvendo a obra do diretor Michael Haneke, especialmente após a exibição de “Amor”, a ACCPA vai oportunamente programar um filme de sua autoria para exibição no Cineclube Alexandrino Moreira em Abril. Com uma obra consistente que foca temas diferentes, Haneke é um diretor que provoca paixões e reações e por isso, sua obra merece ser vista e discutida.
*A coprodução entre Argentina e Brasil, “Infância Clandestina” de Benjamin Ávila, ganhou o prêmio de melhor filme da competição de longas ibero-americanos de ficção do Festival de Guadalajara, que terminou sábado, 9 de março. “Xingu” de Cao Hamburger recebeu o Prêmio Especial do Júri. Na competição de documentários, “Elena” de Petra Costa recebeu uma menção especial. Excluindo “Xingu”, todos os outros filmes continuam inédito em nosso circuito local.
* Uma noite inesquecível ! Ver “A General” de Buster Keaton com acompanhamento musical ao vivo do grande pianista Paulo José Campos de Melo no cinema Olympia foi um dos grandes momentos do ano. Um clima de nostalgia estava presente nesta primeira sessão do projeto CINEMA E MÚSICA, parceria da Fumbel e Fundação Carlos Gomes. Nostalgia pela exibição de um filme do período do cinema mudo, nostalgia pela lembrança de várias pessoas que viram filmes deste modo em vários cinemas do mundo e nostalgia por lembrar como o cinema desta época era simples e belo. Bom saber que este projeto acontecerá toda segunda terça-feira de cada mês, resgatando um evento que aconteceu no próprio Olympia, entre 1912 e 1929, época do cinema mudo. E o próximo filme será “O Circo” de Charles Chaplin. Música, cinema e muita magia ainda vão acontecer nestas sessões. Vamos prestigiar!

*Hoje é dia de ver/rever os Beatles no cinema Olympia com a exibição de “Submarino Amarelo”. Antes da sessão, os músicos Heraldo Meira e Evanildo Vilhena vão tocar músicas do quarteto de Liverpool. Lembro bem quando vi este desenho pela primeira vez e não me canso de rever a criatividade da história, os desenhos bem elaborados e é claro, a eterna música dos Beatles. Bom programa para o domingo!
*Continua a “luta” pelo espaço dos filmes legendados em nossos cinemas. Os dados dos exibidores apontam que as cópias dubladas tem maior público. Sendo assim, o espaço para as cópias dubladas é maior. Para quem pensa que o problema é somente na praça de Belém, outras capitais vivem o mesmo processo. Afinal, o público prefere o filme dublado por qual razão? Preguiça de ler as legendas? O que será que faz o público optar em ouvir uma voz dublada em detrimento da voz original de atores como Jack Nicholson, Dustin Hoffman e Robert de Niro . Você já viu a famosa cena de “Taxi Driver” em que o personagem de De Niro fala sozinho olhando para o espelho em cópia dublada? Nada mais patético. Enfim, a “luta” continua.


ESTRÉIAS DA SEMANA
“A Busca” com Wagner Moura
“A Fuga”com Eric Bana
“Linha de Ação” com Mark Whalberg e Russel Crowe
 
AGENDA
*Cineclube Alexandrino Moreira: Dia 01/04 (nova data), em parceria com a ACCPA, será exibido o filme “Diabel” de A. Zulawski (mesmo diretor de “Possessão” com Isabelle Adjani e “O Importante é Amar”). O filme será exibido às 19 h, entrada franca e debate após a exibição com críticos da ACCPA.

*Cine Olympia : Dentro da mostra de filmes românticos que começou a ser exibida na sexta-feira, hoje é a vez do clássico “O Morro dos Ventos Uivantes” de William Wyler com Laurecnce Olivier no elenco. Realizado em 1939, este filme é uma das melhores adaptações cinematográficas do livro de Emily Bronté e será exibido às 18:30h com entrada franca. Na sessão Cinemateca de hoje, que tem o apoio da ACCPA e acontece todos domingo às 16h, será exibido o desenho animado “Submarino Amarelo” com músicas dos Beatles. Este trabalho é um dos mais significativos do gênero e merece ser visto pelas novas gerações. Além disso, nunca é demais ouvir os Beatles. Entrada Franca. A partir desta semana, a programação do cinema Olympia sempre vai iniciar às sextas-feiras.
*Cine Líbero Luxardo: Desde o dia Dia 14/03 está sendo exibido ANIMALDIÇOADOS - Festival Internacional de Animação de Horror. O festival reúne filmes de animação, brasileiros e estrangeiros de terror, horror, suspense e outros gêneros amaldiçoados dedicados ao público adulto que poderá assistir com exclusividade a algumas estreias internacionais. O festival será exibido até o dia 24/03.
*Cine Estação : “”Amor” de Michael Haneke continua em exibição até o dia 24/03. Vencedor de vários prêmios internacionais, o filme ganhou recentemente o “Oscar” de melhor filme estrangeiro e sua volta ao circuito alternartivo é muito oportuna para aqueles que ainda não viram este belo trabalho.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17

Cine Troppo - De 25 a 31/01/18