CINE TROPPO - SEMANA DE 11 À 17/02/11

CINE TROPPO
Marco Antonio Moreira Carvalho

Lançamentos da Semana
Caso não haja alterações de última hora, as estréias da semana são ”O Discurso do Rei”, “Bravura Indomita” e “Burlesque”.
“O Discurso do Rei” conta a história do rei George VI, pai da atual rainha da Inglaterra, Elizabeth II. Após ver seu irmão Edward (Guy Pearce) abdicar o trono inglês, o jovem George (Colin Firth) se vê obrigado a assumir relutantemente a coroa. Dono de uma incontrolável gagueira que o impede de discursar para o público, o rei busca a ajuda do terapeuta nada ortodoxo Lionel Logue (Geoffrey Rush). Em meio a tudo isso, precisa juntar forças para comandar o país na Segunda Guerra Mundial. No elenco, Colin Firth, Geoffrey Rush, Helena Bonham Carter, Jennifer Ehle, Guy Pearce, Derek Jacobi, Timothy Spall e Michael Gambon. O filme tem várias indicações ao “Oscar” e Colin Firth é o grande favorito na cateforia de melhor ator.
“Bravura Indomita” é o novo filme dos irmãos Cohen (Onde os Fracos não tem Vez) e é a refilmagem da produção de 1969 que deu o “Oscar” de melhor ator para John Wayne. O filme acompanha o bêbado, grosseiro e totalmente destemido comissário Rooster Cogburn. O rabugento Rooster é contratado por uma decidida garota para encontrar o homem que matou seu pai e fugiu com as economias da família. Quando a nova patroa de Cogburn insiste em acompanhá-lo na empreitada, voam faíscas. Mas a situação vai de problemática a desastrosa quando o inexperiente, mas entusiasmado, Texas Ranger entra na festa.No elenco, Matt Damon, Josh Brolin, Jeff Bridges, Barry Pepper, Hailee Steinfeld, Domhnall Gleeson, Dakin Matthews, Paul Rae, Ed Corbin.O filme tem várias indicações ao “Oscar” incluindo melhor filme.
“Burlesque” acompanha Ali (Christina Aguilera), uma jovem de uma cidade do interior com uma bela voz, que escapa da vida dura e de um futuro incerto e vai a Los Angeles, para concretizar os seus sonhos. Por acaso, ela chega a um teatro majestoso, porém em péssimo estado de conservação, The Burlesque Lounge, onde está sendo exibido um fantástico musical. Ali é contratada como garçonete por Tess (Cher), dona e administradora do teatro. Os fantásticos figurinos de Burlesque e a coreografia ousada conquistam Ali, que se promete que, um dia, subirá ao palco do teatro.

QUADRO DE COTAÇÕES / ACCPA
MARCO MOREIRA/PEDRO VERIANO/LUZIA ÁLVARES
“Cisne Negro” Excelente/Bom/Muito Bom
------------------------------------------------------------
“O Discurso
do Rei” Excelente/Excelente/Excelente
------------------------------------------------------------
“O Vencedor” Bom/Bom /Muito Bom
------------------------------------------------------------
“O Boulevard
do Crime”(DVD) Excelente/Excelente/Excelente
------------------------------------------------------------
“Barria – A
Porta do Vento” Bom/Bom /om
------------------------------------------------------------
“Santuário” Razoável/Razoável/Razoável
------------------------------------------------------------

SUPERNOVAS
*Mais de 400 salas de cinema na França transmitirão ao vivo a abertura do Festival de Cannes, que começa no dia 11 de maio. O filme escolhido para dar partida ao evento foi “Midnight in Paris” de Woody Allen, primeiro longa do diretor integralmente rodado na capital francesa. No elenco estão Owen Wilson, Rachel McAdams, Adrien Brody e a primeira-dama Carla Bruni-Sarkozy. A transmissão da cerimônia de abertura, seguida da exibição do filme (que entra em cartaz no mercado francês no mesmo dia), será possível graças a uma parceria entre o festival e o Canal Plus. A iniciativa tem o apoio da Federação Nacional dos Cinemas Franceses.
*Um dos projetos mais falados dos últimos anos finalmente irá para as telonas. A Gávea filmes conseguiu aprovar seu roteiro para “Faroeste Caboclo” com os detentores dos direitos da obra escrita pelo falecido música e poeta Renato Russo. Desde que a canção foi lançada, ainda nos anos 80, que fãs da banda e cinéfilos em geral querem ver a história de João de Santo Cristo nos cinemas.Fabrício Boliveira (de Tropa de Elite 2) foi escalado para interpretar João, enquanto Ísis Valverde (Sinhá Moça) viverá Maria Lúcia. .
*Um dos maiores sucessos de animação dos estúdios Walt Disney, 'O Rei Leão', voltará aos cinemas, numa versão 3D digital. E ganhou data de estreia nos cinemas nacionais...'O Rei Leão 3D' será lançado pela Disney no Brasil no dia 26 de agosto
*'O Homem que Sabia Demais' (The Man Who Knew Too Much), de Alfred Hitchcock, vai ganhar uma refilmagem.O novo filme será reformulado para focar no público teen. John e Jez Butterworth ('Jogos de Poder') estão no projeto.
*O drama 'Aftershock', recordista de bilheteria na China, será lançado diretamente no mercado de homevideo no Brasil em fevereiro pela Paris Filmes com o título 'Separados pelo destino'. Em 1976, a cidade chinesa de Tangshan sofreu um terremoto que durou apenas 23 segundos, mas sua violência devastadora resultou na morte de centenas de milhares de pessoas.
*Christian Boudier, da Bonfilm, comprou os direitos de distribuição no Brasil da animação francesa “Une vie de Chat” de Jean Loup Felicioli e Alain Gagnol. Visto por mais de 500 mil espectadores na França, o filme concorre ao prêmio César de melhor animação.
* O Festival de Turim, que ocorre de 25 de novembro a 3 de dezembro na Itália, exibirá uma retrospectiva com filmes e trabalhos para TV do diretor americano Robert Altman. Haverá também exibições de fotografias e um livro. Entre os diretores previamente homenageados pelo festival estão nomes como John Huston e Francis Ford Coppola.
*O site francês Comme au Cinéma divulgou as primeiras imagens oficiais do filme “On the Road”, esperada adaptação do livro de Jack Kerouak dirigida pelo brasileiro Walter Salles. As imagens trazem Garrett Hedlund (de Tron) como Dean Moriarty, Sam Riley (de Control) como Sal Paradise, e Kristen Stewart (da saga Crepúsculo) como Marylou. Walter Salles trabalha nesse momento na montagem do filme, assinada pelo francês François Gédigier (de A árvore, Dançando no escuro e A rainha Margot).
*A ACCPA (Associação dos Críticos de Cinema do Pará) agora tem um site à disposição do internauta: www.accpara.com.br .No site da ACCPA, tem a programação dos cinemas comerciais e alternativos, críticas, calendários de estreias, enquete, etc..Confira!
*Acesse “Odisséia”, meu blog sobre cinema e outros assuntos no endereço http://www.marcoantoniomoreira.blogspot.com/.
* Meu Twitter: www.twitter.com/marcomoreira_

Cinema/Críticas
“CINES NEGRO” de Darren Aronofsky. Com Natalie Portman e Vincent Cassel. Darren Aronofsky é sem dúvida, um cineasta diferenciado. Seus filmes sempre apresentam personagens obcecados por respostas, definições, caminhos e razões para viver. “Réquiem para um Sonho” (2001) é um pesadelo quando vemos os personagens abusando da vida de forma louca e sem destino. “A Fonte da Vida”(2006), a luta contra a morte é a razão principal do personagem para viver e em “O Lutador” (2009), um velho lutador luta para recuperar o melhor de si mesmo, dentro e fora do ringue. Seguindo nesse caminho temático, seu novo filme, “Cisne Negro” é uma continuação de seu estilo. Aqui, vemos uma bailarina obcecada pela perfeição, em busca do papel principal de “O Lago dos Cisnes”, balé de Tchaikovsky que o diretor que apresentar ao público de forma crua e extremamente emotiva. E nessa luta pelo papel, a personagem procurar superar seus limites físicos e especialmente emocionais, que de alguma forma, impedem seu crescimento como pessoa (na relação com a mãe) e profissional (revelando uma baixa estima quando confrontada com as regras competitivas do balé). No filme, aos poucos, somos testemunhas de uma odisséia desta personagem que lentamente vai enlouquecendo em busca da perfeição do movimento exato, do giro ideal, da posição ideal, mesmo que para isso, ela perca seu sentido de realidade e crie um mundo pararelo de emoções. Acreditando e estranhando as suas reações, este personagem (interpretado magistralmente pela atriz Natali Potman) literalmente entra na encenação do balé e se perde no próprio mundo que criou para atingir a perfeição. Para deixar claro isso ao espectador, Aronofsky cria cenas onde este enlouquecimento é explícito, delirante, chocante e que ao mesmo tempo revelam a total fragilidade desta personagem obcecada pela perfeição. Algumas cenas de delírio da personagem são brilhantemente construídas, provocando no espectador uma sentimento de repulsa e dúvida sobre a sanidade do personagem. Ao final, o diretor faz uma opção estética que vai deixar ao espectador o poder de avaliar (e não julgar) os caminhos deste personagem, mostrando o preço que se paga pela obsessão, assim como aconteceu em seus filmes anteriores. Por isso, “Cisne Negro” segue de perto todos os personagens dos filmes principais de Aronofsky em sua procura por respostas e finalmente, sua busca pela felicidade que muitas vezes não está onde se procura. A felicidade da personagem vivida por Natalie Portman há muito não está mais no balé mais é no balé que ela existe, superando até certo ponto seus problemas com a mãe e de uma forma geral, com a vida. E por isso, é no balé que ele tem que ser perfeita, já que na vida isso é impossível. Polêmico, “Cisne Negro” é um filme para ser visto e revisto, como todo grande filme. Veja sem falta.

Memória
John Barry: Faleceu em Nova York no dia 30 de janeiro, o compositor John Barry, que teve uma bela carreira dentro do cinema. Responsável por diversas trilhas sonoras de qualidade, Barry foi ganhador de cinco prêmios “Oscar” de melhor trilha sonora e ficou muito conhecido por ter composto várias trilhas dos filmes de James Bond, sendo o compositor de mais fez trilhas do agente, tendo assinado 11 delas. Entre seus melhores trabalhos, podemos citar as trilhas de “Em Algum Lugar do Passsado”, “Entre Dois Amores”, “Chaplin”, “Dança com Lobos” e “Corpos Ardentes”.
Maria Schneider: Muito conhecida pela sua personagem marcante ao lado de Marlon Brando no filme “O Último Tango em Paris” de 1972, faleceu esta semana a atriz Maria Schneider após sofrer de uma "longa enfermidade", segundo declarou um parente da atriz. Sempre lembrada pelo grande papel no filme de Bernardo Bertolucci, Schneider também teve uma atuação de destaque no excelente “O Passageiro:Profissão Reportér” de Michelangelo Antonioni(1975) mas depois nunca mais teve um papel de grande repercussão.

AGENDA
- Cine Olympia: Hoje é o último dia de exibição do clássico “A Vida por Um Fio” de Antole Litvak com Burt Lancaster no elenco. O filme será exibido às 18:30 h com entrada franca. Na noite de Ano Novo, Madeline está só em casa. Ela é nova, bonita, rica e vive semi-entrevada. Ligando para o escritório do marido, ouve uma linha cruzada. Estão falando sobre o assassinato de uma mulher, que talvez seja ela. Presa numa cama, o que ela poderá fazer? Na Sessão Nostalgia, às 16h, com entrada franca, será exibido o clássico “Em cada Coração um Pecado” de Sam Woods com Ronald Reagan no elenco. O filme mostra a história de 5 crianças residentes em uma cidade do interior dos EUA no inicio do século XX. Um menino quer ser médico, outro fazendeiro, e as garotas pretendem casar e ser donas de casa. Quando adultos os ideais nem sempre se realizam e a influencia paterna é posta a prova.
*Cine Líbero Luxardo: “Cabeça à Prêmio”, filme nacional dirigido por Marco Ricca está em exibição será exibido até hoje às 19h.Três histórias se entrecruzam numa paisagem desoladora de uma fronteira. Entre eles, um grande criador de gado e contrabandista, sua filha impulsiva, apaixonada pelo piloto de avião do pai, e o pistoleiro encarregado de trazê-la de volta - ele próprio vítima de uma história de amor. No elenco, Alice Braga (Ensaio sobre a Cegueira).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17

Cine Troppo - De 25 a 31/01/18