CINE TROPPO DOMINGO DIA 25/07/10


CINE-TROPPO
Marco Antonio Moreira Carvalho

CINEMA/Lançamentos da Semana
Caso não haja alterações de última hora, a única estréia da semana é “O Bem Amado” e “Predadores”.
“Predadores” é o novo filme da franquia “O Predador”, iniciada em 1987 com Arnaldo Schwazenegger e que já rendeu mais de US$ 450 milhões em bilheteria. Com a produção de Robert Rodriguez (Sin City/Planeta Terror/A Balada do Pistoleiro), o filme é protagonizado Adrien Brody (O Pianista/King Kong) que interpreta Royce, um mercenário que relutantemente lidera um grupo de combatentes de elite e descobre que eles foram levados para um planeta alienígena para servirem como presas. À exceção de um médico que caiu em descrédito, todos são assassinos a sangue frio: mercenários, mafiosos da Yakuza, presidiários, membros de esquadrões da morte - ou seja, "predadores" humanos que agora serão sistematicamente caçados e eliminados por uma nova raça de Predadores alienígenas. No elenco, Laurence Fishburne (Matrix), Topher Grace e Alice Braga (Cidade de Deus/Eu sou a Lenda).
“O Bem Amado” é baseado na obra de Dias Gomes que já originou novela (1973), peça de teatro e série de TV (entre 1980 e 1984). ”O Bem Amado” conta a história de Odorico Paraguaçu, o prefeito que tem como principal objetivo conseguir um defunto para inaugurar a sua grande obra, o cemitério da cidade de Sucupira. O dia-a-dia entre o apoio das irmãs Cajazeiras e a oposição ferrenha do jornaleco da cidade, apimentada pela inclusão de personagens inesquecíveis como Zeca Diabo, um cangaceiro matador e Ernesto, o moribundo que não morre. A adaptação da obra de Dias Gomes para o cinema é de Guel Arraes. No elenco, Marco Nanini (como Odorico Paraguaçu), José Wilker (como Zeca Diabo) Caio Blat, Maria Flor e Matheus Nachtergaele..

QUADRO DE COTAÇÕES/ACCPA
MARCO MOREIRA/PEDRO VERIANO/LUZIA ÁLVARES

“Um Segredo
em Familia” Muito Bom/-/-
-------------------------------------------------------------------
“Prisão”(DVD) Excelente/Muito Bom/Muito Bom
-------------------------------------------------------------------
“Solaris” Excelente/Excelente/Excelente
-------------------------------------------------------------------
“Shrek Para
Sempre” Bom/Bom/Muito Bom
-------------------------------------------------------------------
“Os Meninos da
Rua Paulo”(DVD) Bom/Bom/Bom
--------------------------------------------------------------------
“A Estrada”(DVD) Muito Bom/Bom/Muito Bom
--------------------------------------------------------------------

SUPERNOVAS
*A organização do Festival de Gramado anunciou os sete longas-metragens brasileiros que vão competir pelo Kikito de Ouro. A seleção inclui “180º”, primeiro longa-metragem de Eduardo Vaisman; “Diário de uma Busca” de Flavia Castro, “Enquanto a noite não chega”, de Beto Souza; “Não se pode viver sem amor”, de Jorge Durán; “O último romance de Balzac”, de Geraldo Sarno;”Ponto Org”, de Patrícia Moran; e “O contestado – Restos mortais”, de Sylvio Back. Outros seis longas estrangeiros, 16 curtas nacionais e 12 curtas gaúchos completam a seleção. O ator Paulo César Pereio receberá o troféu “Oscarito” e a cineasta Ana Carolina será homenageada com o troféu “Eduardo Abelin”. O festival começa na sexta-feira, 6 de agosto, e segue até o dia 14.
*”Luz nas trevas – A volta do Bandido da Luz Vermelha” de Helena Ignez e Ícaro Martins, foi selecionado para a competição internacional do Festival de Locarno, que começa no dia 4 de agosto, na Suíça. No filme, Ney Matogrosso retoma o papel de Paulo Villaça em “O Bandido da Luz Vermelha” de Rogério Sganzerla (1968), que também será exibido, em cópia restaurada. A competição inclui ainda os novos filmes de Christophe Honoré (Homme au bain) e Bruce LaBruce (L.A. Zombie).
*A produtora executiva Paula Cosenza e o diretor Marcelo Machado vão participar do Festival Brazil at Southbank Centre, no Royal Festival Hall, em Londres, exibindo trechos do documentário “Tropicália” dirigido por Machado. O filme é coprodução entre a Record Entretenimento, a Bossa Nova Films e Fernando Meirelles, do Brasil, a Mojo Pictures, dos EUA, e a Revolution Films, da Inglaterra. O músico José Miguel Wisnik e Denise Gomes, sócia da Bossa Nova Films, também estarão presentes no evento. Ainda em fase de produção, o documentário conta sobre a ascensão do movimento cultural brasileiro que mudou a música e a cultura do país na década de 60. O filme está previsto para ser lançado em 2011.
*Com um desempenho geral abaixo do apresentado no ano passado, o cinema brasileiro teve, no primeiro semestre deste ano, apenas dois filmes com público acima de um milhão de espectadores: “Chico Xavier” (Downtown/Sony), líder isolado do ranking nacional de 2010, com mais de 3,4 milhões de espectadores, e o infantil “Xuxa e o Mistério de Feiurinha” (PlayArte), com pouco mais de um milhão.
*As distribuidoras Imagem e Europa Filmes se juntaram para lançar o segundo longa de Selton Mello como diretor. A distribuição de “O Palhaço” marca uma parceria inédita entre as duas principais distribuidoras independentes do mercado brasileiro. O longa produzido pela Bananeira Filmes e coproduzido pela Mondo Cane Filmes, traz no elenco o próprio Selton Mello, ao lado de Paulo José. O lançamento está previsto para o primeiro semestre de 2011.
*As filmagens de ”'Dark Shadows”, novo filme do diretor Tim Burton (Alice no País das Maravilhas), foram marcadas para começar em Janeiro de 2011. O longa marca, mais uma vez, a parceria da duplinha Johnny Depp e Tim Burton. “Dark Shadows” é centrado em um mundo sobrenatural, envolvendo vampiros, monstros, lobisomens, fantasmas e zumbis.Depp vai interpretar Barnabas Collins, um antigo vampiro.
*A Associação de Críticos de Cinema do Pará (ACCPA) tem na internet um blog de cinema: http://www.accpara.blogspot.com/
*Acesse também “Odisséia”, meu blog sobre cinema e outros assuntos no endereço http://www.marcoantoniomoreira.blogspot.com/.
* Meu Twitter: www.twitter.com/marcomoreira_
* Confira nas sextas e sábados pela manhã, meus comentários sobre cinema na rádio O Liberal/CBN.

Crítica/DVD
“A ESTRADA” de John Hillcoat. Com Viggo Mortensen, Robert Duvall, Charlize Theron, Guy Pearce.
Vários filmes sobre o fim do mundo já foram feitos e poucos tiveram a visão intimista e humana que este filme “A Estrada” tem e que se revela de forma surpreendente do início ao fim. O filme mostra o comportamento das pessoas após um evento cataclísmico que atingiu a terra, devastando-a por completo. Milhões de pessoas foram erradicadas por incêndios, inundações, a fome e o desespero. Nesse caos, um pai e seu filho resolvem partir em uma longa viagem, procurando uma saída em direção ao mar, pela esperança e pela vida, tentando achar um caminho, mais acabam encontrando somente dor, destruição, violência. A união e o amor do pai e do filho é que farão a diferença nesta jornada em busca do renascimento. Amargo, desesperado, revelador, “A Estrada” mostra o comportamento do homem diante da destruição, tentando entender a natureza humana e a forma como ela pode sobreviver diante do fim. Baseado no romance de Cormac McCarthy (mesmo escritor de “Onde os Fracos não Têm Vez” que virou filme com os irmãos Cohen), “A Estrada” representa um novo olhar num tema muito mal visto pelo cinema, que explora de forma sensacionalista e vulgar as possibilidades do fim da vida humana no planeta. Aqui, muito mais que explorar o fim do mundo, a história evidencia a finalidade da vida humana e como os homens poderão sobreviver contra a morte, a destruição e o caos. E através da relação forte e do amor de pai e filho, que vemos como é possível evidenciar valores como união e esperança. Afinal, o espírito humano está presente dia a dia pela sobrevivência mais é aqui, no seu limite, onde o fim é próximo, que todos os valores convergem e são colocados em julgamento. E afinal, o que ficará? O ódio, a destruição ou um novo espírito, um novo homem que aprenda com os erros do passado e tente fazer tudo diferente a partir do nada, do fim? Um novo início deve significar o mesmo fim? “A Estrada” nos faz refletir tudo isso através de seus personagens que vivem um drama apocalíptico que no final deve evidenciar o homem como ser pensante e que pode mudar seu destino. Dentro deste raciocínio, “A Estrada” não é absolutamente um filme sobre o fim do mundo e suas conseqüências, mas sim sobre a importância do espírito humano de se renovar dia a dia e criar formas de sobrevivência. Bem realizado, com uma narrativa simples mais diferenciada em contar o drama dos personagens e uma fotografia perfeita ao captar toda a circunstância da história, “A Estrada” surpreende em todos os sentidos e merece ser visto. Destaque especial para a atuação de Viggo Mortensen, que ficou muito marcado pelo seu papel em “O Senhor dos Anéis” mas que prova aqui ser um ator versátil e talentoso.

DICAS
TV POR ASSINATURA: “Retorno a Howard´s End” é um dos melhores filmes do diretor James Ivory (Maurice). O filme mostra o encontro de três classes sociais da Inglaterra no início do século: os aristocratas Wilcoxes, os humanistas e filantrópicos Schlegels e os trabalhadores Basts. Quando duas irmãs humanistas fazem amizade com a famíla mais rica, uma é rejeitada, o que causará muitas brigas na família mais simples. Baseado no romance de E. M. Forster, o filme ganhou três “Oscar”: atriz (Emma Thompson), roteiro adaptado e direção de arte. Recebeu o Globo de Ouro de atriz - drama (Emma Thompson), duas categorias no Bafta, de filme e atriz (Emma Thompson), e ganhou o prêmio do 45º Aniversário no Festival de Cannes. No elenco, Emma Thompson e Anthony Hopkins em grandes atuações.(Telecine Cult – Dias 25 e 27/07)
BLU-RAY: “Coração Louco” com Jeff Bridges, premiado com o “Oscar” de melhor ator este ano, tem uma versão em blu-ray de excelente qualidade com vários extras que trazem como bônus cenas extendidas muito interessantes incluindo sequências de shows do personagem Bad Blake cantando suas canções. Para quem viu o filme no cinema ou DVD, vale a pena conferir este lançamento especial.
DVD/SHOW: U2 é uma das bandas mais populares do momento, com uma longa carreira que teve como marca registrada a qualidade dos seus shows ao vivo. “U2 360º AT THE ROSE BOWL” foi filmado integralmente em HD, com 27 câmeras, incluindo os sucessos: "Beautiful Day", "With or Without You", "One", "Sunday Bloody Sunday", "City of Bliding Lights" e "Vertigo". Para os fãs da banda, obrigatório. O show já foi lançado também em blu-ray.

AGENDA
- Cineclube Alexandrino Moreira: O Cineclube Alexandrino Moreira, do Instituto de Artes do Pará (IAP), exibe dia 26/07às 19 h, em parceria com a ACCPA, o filme “Solaris” de Andrei Tarkovski,. Situações estranhas acontecem na sonda espacial que órbita o planeta Solaris, um mundo aquático. Um astronauta é enviado para observar o problema e acaba se envolvendo na fantástica capacidade do planeta materializar os pensamentos das pessoas e com isso fazer ressurgir figuras familiares já mortas, como a mulher deste astronauta. Baseado no livro de Stanislaw Lew, “Solaris” é um dos maiores filmes da história do cinema. Entrada franca com debate após a exibição entre o público e críticos da ACCPA.
- Cine Líbero Luxardo: “Um Segredo em Família” será exibido de 22/07 à 01/08, de quinta à domingo sempre às 19:30 h.Pouco após a Segunda Guerra Mundial, François Grimbert (Valentin Vigout/ Mathieu Amalric), um menino de sete anos, vive no seio de uma família judia na França. Sob a aparente convivência tranquila, reina o não-dito, e o garoto solitário inventa para si um irmão e imagina o passado dos seus pais. No seu aniversário de 15 anos, François descobre um terrível segredo: seus pais eram cunhados. Os dois tentaram ignorar a paixão proibida, mas, com as reviravoltas da história e a deportação dos judeus, tiveram de confrontar seus sentimentos.
- Cine Estação: O Cine Clube Oi Estação tem programação na próxima quarta-feira (dia 28/07), com a exibição do curta-metragem paraense "O Rapto do Peixe-Boi" e o longa-metragem “Sete Homens e um Destino” clássico do gênero western de 1960 com Yul Brynnner e Charles Bronson. Os filmes serão exibidos na Orla da Estação das Docas às 19 h com entrada franca e debate após a exibição entre o público e críticos da ACCPA (Associação dos Críticos de Cinema do Pará).

Comentários

Anônimo disse…
Marco,
nada previsto pro Death proof do Tarantino passar em alguma sala daqui de Belèm já que finalmente foi lançado no país?
grato
O filme "Death Proof" ainda não tem data para ser exibido em Belém. Logo que tiver uma posição sobre o lançamento deste filme, fique certo que estarei noticiando no blog. Abs.

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17

Cine Troppo - De 25 a 31/01/18