CINE TROPPO DOMINGO DIA 04/07/10

CINE-TROPPO
Marco Antonio Moreira Carvalho

CINEMA/Lançamentos da Semana
Caso não haja alterações de última hora, as estréias da semana são “O Último Reduto” e “Os Famosos e os Duendes da Morte”(foto).
“O Último Reduto” é uma produção da França e Argélia de 2008. É o terceiro longa-metragem do diretor Rabah Ameur-Zaiméche(Wesh Wesh/Povoado Number One). Em um parque industrial decadente nos arredores de Paris, um homem possui uma empresa de reparo de paletes e caminhões e um estacionamento de cargueiros. Assim como ele, seus funcionários são imigrantes muçulmanos. Para que mantenham o ritmo extenuante de trabalho sem reclamações, ele constrói uma mesquita nas redondezas, sublinhando a relação entre trabalho e religião. Mas quando ele aponta o líder espiritual da mesquita sem consultar seus funcionários, eles ameaçam pôr um fim à exploração exercida pelo dono. O filme estará sendo exibido no Cine Olympia de 06 à 16/07 com o apoio da Cinemateca da Embaixada da França no Brasil e CulturesFrance.
“Os Famosos e os Duendes da Morte” é dirigido por Esmir Filho. Um garoto de 16 anos, fã de Bob Dylan, acessa o mundo através da Internet, enquanto vê seus dias passarem em uma pequena cidade alemão no interior do Rio Grande do Sul A chegada de figuras misteriosas na cidade traz lembranças do passado e o leva para um mundo além da realidade. O roteiro é baseado no livro homônimo de Ismael Caneppele. O filme será exibido no Cine Líbero Luxardo nos dia 08,09,10,11 e de 15,16,17 e 18 (quinta a domingo) às 19h30.

QUADRO DE COTAÇÕES / ACCPA
MARCO MOREIRA PEDRO VERIANO LUZIA ÁLVARES
“Khamsa” Muito Bom/-/-
--------------------------------------------------------------------------
“Toy Story 3” -/Excelente/Excelente
--------------------------------------------------------------------------
“Luz de
Inverno” Excelente/Excelente/Excelente
--------------------------------------------------------------------------
“Os Deuses
Malditos” Muito Bom/Muito Bom/Excelente
--------------------------------------------------------------------------
“A Ponte de
Waterloo” Bom/Muito Bom/Muito Bom
--------------------------------------------------------------------------
“Tragam-me a Cabeça
de Alfredo Garcia”
(DVD) Muito Bom/Razoável/Razoável
--------------------------------------------------------------------------

SUPERNOVAS
*A companhia Imax anunciou contrato com os estúdios Disney para a exibição de três de seus lançamentos em 3D para 2011. São eles as animações “Cars 2” (continuação de “Carros” de 2006) e “Mars Needs Moms”, além do quarto filme da franquia “Piratas do Caribe”. A ação entre as empresas se deu após a estreia recordista de “Toy Story 3” no fim de semana anterior, em que as salas com exibição em Imax foram responsáveis por 8% dos resultados do filme nas bilheterias americanas. “O sucesso dos lançamentos em Imax em 2009 e 2010 demonstrou que a associação entre Imax e Disney tem apelo entre o público do mundo todo”, afirmou Chuck Viane, diretor de distribuição da Disney.
*O governo deve anunciar em breve a composição do Conselho Superior de Cinema, que enfim retomará suas atividades. Por enquanto, quatro nomes estão confirmados como titulares: a produtora Mariza Leão, presidente do Sindicato Interestadual da Indústria do Audiovisual do Rio de Janeiro (SICAV); o distribuidor Bruno Wainer (Downtown Filmes); o exibidor Ricardo Difini, presidente da Federação Nacional das Empresas Exibidoras (FENEEC), e o diretor e produtor Marco Altberg, presidente da Associação Brasileira de Produtores Independentes de TV.
*Uma coleção das antigas edições da revista Filme Cultura, periódico de cinema mais duradouro do Brasil (e que acaba de voltar à ativa, graças a iniciativa do CTAv), foi lançada no dia 1º de julho no Arquivo Nacional, no centro do Rio de Janeiro, para imprensa e convidados.
*A cidade de Amsterdã, na Holanda, abrigou na última semana o Cinema Expo, um dos mais importantes eventos do calendário do mercado cinematográfico da Europa. O foco da convenção, que reuniu exibidores, fabricantes e distribuidores de diversos países, foi, mais uma vez, o 3D. Tido como o principal motor do processo de digitalização do circuito exibidor europeu, o 3D vem transformando o cenário da exibição em todo o mundo – e nos países da Europa a situação não é diferente. O número de telas digitais no continente triplicou no último ano, chegando a 4,7 mil salas, a maioria delas equipadas para exibição em 3D. Com isso, a receita dos cinemas na União Europeia atingiu um recorde: foram US$ 8 bilhões em 2009, um aumento de 12% em relação ao ano anterior. Em Belém, a primeira sala de cinema em 3D finalmente será inaugurada no próximo dia 09/07, no Moviecom Pátio Belém, Sala 02, com o filme “Shrek para Sempre”.
*A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood marcou para 27 de fevereiro de 2011 a cerimônia de premiação do Oscar. Os organizadores do evento, porém, estudam a antecipação da data para janeiro em sua edição de 2012, o que alteraria todo o calendário de lançamentos e prazos para indicações, principalmente entre os filmes independentes, que voltam suas estreias para o fim do ano no circuito americano
*O longa “Avenida Brasília Formosa” do pernambucano Gabriel Mascaro, foi selecionado para o Festival de Munique, dentro da mostra “Visiones Latinas”. O filme, que teve sua primeira exibição no Festival de Roterdã, em fevereiro deste ano, foi um dos projetos selecionados pelo concurso DOCTV IV da Secretaria do Audiovisual, e narra o cotidiano de moradores da comunidade de Brasília Teimosa, em Recife. O Festival de Munique aconteceu até 3 de julho.
*A Associação de Críticos de Cinema do Pará (ACCPA) tem na internet um blog de cinema: http://www.accpara.blogspot.com/
*Acesse também “Odisséia”, meu blog sobre cinema e outros assuntos no endereço http://www.marcoantoniomoreira.blogspot.com/.
* Meu Twitter: www.twitter.com/marcomoreira_
* Confira nas sextas e sábados pela manhã, meus comentários sobre cinema na rádio O Liberal/CBN.

Opinião/Cinema
CINEMA EM BELÉM
Belém é uma cidade que tem um grande número de pessoas que adoram cinema. Isso é um fato comprovado. Nos anos 70 e 80, por exemplo, o movimento cineclubista comandado pela APCC (hoje ACCPA) foi destaque ao mesmo tempo em que se inaugurava mais salas de cinema na cidade (Cinemas 1e 2 em 1978, Cinemas 3 em 1987, Cine Líbero Luxardo em 1986). O público comparecia em grande número e fazia certos filmes virarem sucesso em nossa capital como foi com “Nós que nos Amavámos Tanto” de Ettore Scola, “Mamãe faz 100 Anos” de Carlos Saura, entre tantos títulos. Hoje, voltamos a ter um movimento cineclubista de alta qualidade com exibições de filmes com debates que só enriquecem o público e que espero, podem fazer a diferença nas próximas gerações de cinemaniacos da cidade. Esta semana, ganharemos a primeira sala de exibição em 3D na cidade (Sala 02 do Moviecom Pátio Belém) e definitivamente veremos o melhor da tecnologia digital e daqui há poucos meses, teremos mais 07 salas de cinema do grupo mexicano Cinepólis dentro do Boulevard Shopping. Todos estes fatos revelam boas notícias. Bons momentos dentro do panorama cinematográfico de uma cidade que há muito tempo não tinha tantas boas novas. Mas é o suficiente? Acredito que não. Nosso circuito alternativo de cinemas, que inclui o Cine Líbero Luxardo, Cine Olympia e Cine Estação estão sempre exibindo filmes interessantes, de novos diretores, outras nacionalidades, trazendo novas discussões e revelando novos talentos dentro do cinema. Mas não é comum vermos estas salas com um grande público. Recentemente, fui ao Cine Líbero Luxardo ver a produção francesa “As Testemunhas” e fiquei surpreso de ver que numa quinta-feira, dia em que estudante não paga no cinema, tinha um pouco mais de 10 pessoas na platéia. Semana passada, vi “Khamsa” no Cine Olympia, que tem entrada franca e fiquei espantado com o pequeno público presente. “O Fantástico Sr. Raposo” fe Wes Anderson foi exibido no Cine Estação e também não teve um bom público. Enquanto se fortalece o circuito comercial, o que é um fato importante para uma cidade que nos últimos anos viu vários cinemas fechando, temos que pensar em formas de fortalecer o circuito alternativo que em muitas cidades tem seu público fiel e que ajuda a manter estas salas, incentivando que se traga novas produções, muitas delas em exibição no eixo Rio/São Paulo. Acredito ser importante o público cinemaníaco da cidade prestar mais atenção nestas opções que temos através do circuito alternativo. Afinal, somente com uma boa freqüência, estas salas podem investir mais numa programação mais atualizada com o que se tem exibido no Brasil e no mundo. E isto, sem dúvida, não depende somente dos programadores destas salas e sim, de todos nós que gostamos de Belém e queremos que aqui, seja exibido o melhor do cinema.

D I C A S
DVD/FILME
:”O Medo Devora a Alma” é uma produção do cineasta alemão Rainer Werner Fassbinder de 1974. O filme conta a história de Emmi, uma viúva de 60 anos, que entra em um bar de Munique para escapar da chuva e é convidada por Ali para dançar, o que leva a um convite ao apartamento de Emmi, onde os dois passam a noite e começam a namorar. Porém, Ali é negro, mulçumano e 20 anos mais novo. Todos a sua volta começam a questionar e desprezar o envolvimento de ambos. Grande filme de Fassbinder exibido nos anos 80 pelo cineclube da APCC e que merece ser conhecido.
TRILHA SONORA: A trilha sonora de “Toy Story 3” traz novamente na direção musical Randy Newman que desde o primeiro filme da série, demonstrou todo o seu talento com músicas e canções simples e emocionantes. Na trilha de “Toy Story 3”, destaque para “ Dream Weaver” com Gary Wright, “Le Freak” com o grupo Chic e claro, a música tema do filme numa versão divertida chamada “You've Got a Friend in Me (para el Buzz Español)” interpretada pelo grupo the Gipsy Kings
DVD/SHOW: “Yes : Rock of the 70´s” traz uma rara edição de vídeo-clips do Yes, a maior banda de rock progressivo, no inicio de sua carreira. O DVD mostra a banda de forma descontraída em clips com ótimas músicas como “Astral Traveller”, “Everydays”, “Then” e “No Opportunity Necessary, No Experience Needed”, do disco “Time and a Word” de 1970. Curioso é ver o guitarrista Steve Howe, que ainda não participava do grupo na gravação deste disco, como músico das canções tocadas por Peter Bankso. Um DVD obrigatório para os fãs da banda.

AGENDA
- Cineclube Alexandrino Moreira: O Cineclube Alexandrino Moreira, do Instituto de Artes do Pará (IAP), exibe amanhã às 19 h, em parceria com a ACCPA, o filme “Luz de Inverno” de Ingmar Bergman. No filme, Um pescador vai buscar ajuda de um pastor quando descobre que a China tem uma bomba atômica e pretende usá-la. Só que o pastor, também temendo a crise nuclear, passa por uma séria crise de fé e teme não poder ajudá-lo.Entrada Franca
- Espaço Municipal Cine Olympia: O filme “Khamsa” será exibido até hoje mostrando a história de um garoto que tem enfrentar a dura realidade das ruas de sua cidade. O filme será exibido às 18:30 h, com entrada franca e apoio da Cinemateca da Embaixada da França no Brasil e CulturesFrance..Na Sessão Nostalgia, realizada em parceria com a ACCPA, será exibido hoje às 16 h o clássico “A Ponte de Waterloo” com Vivian Leigh. Entrada Franca.
- Cine Líbero Luxardo: “Educação” tem hoje seu último dia de exibição. No filme, uma jovem de 16 anos vive com a família no subúrbio londrino em 1961 e sofre com o tédio de seus dias de adolescente e se vê atraída por um outro tipo de vida quando conhece um homem mais velho.O filme será exibido às 19:30 h.


Comentários

Anônimo disse…
Querido Marco Antônio,


Em relação a sua postagem sobre o circuito alternativo de cinema paraense, acredito eu, que você está coberto de razão ao expor este fato, o de que esta bela oportunidade de debate e discursão acerca de filmes não tão comerciais é nos dada. Em belém sem dúvda temos esse privilégio de contar com o esforço e dedicação de pessoas que labutam para que o cinema de qualidade seja mais democrático e acessível, uma pena que ainda não haja muito incentivo dos setores públicos, não sei ao cerco se a secretária de cultura e lazer poderia fazer mais pela reeducação dessas novas gerações para que não se limitem apenas a frequentar lotadas salas de cinemas de superproduções holiwoodyanas afim de expandir o signifocado do cinema no mundo que diga-se de passagem, vai muito além das fronteiras de holywood. Acontece é que as pessoas não estão acostumadas a esse tipo de cinema pois sem dúvida muitos desconhecem, por isso seu incentivo e trabalho para que o cinema alternativo seja expandido é de grande valia para a socieade, parabéns pela sua iniciativa.!! Abraços...



Nívea

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17

Cine Troppo - De 25 a 31/01/18