CINE TROPPO DOMINGO DIA 30/05/10


CINE-TROPPOMarco Antonio Moreira Carvalho

CINEMA/Lançamentos da Semana
Caso não haja nenhuma modificação de última hora, as estréias da semana são “À Moda da Casa” e “Sex and the City 2”.
“À Moda da Casa” de Nacho Vellila é uma produção espanhola. No filme, Maxi é um chef de cozinha que precisa cuidar de um casal de filhos depois que sua ex-mulher morre. Enquanto tenta ganhar a confiança deles, acaba se envolvendo com seu vizinho, ex-jogador de futebol e atual comentarista de televisão, que tem medo de tornar pública sua sexualidade. O filme será exibido de quinta a domingo de 27 a 3005 e 03 a 06/06- às 19h30 no Cine Líbero Luxardo.
“Sex and the City 2” é a sequência do grande sucesso da TV que fez grande bilheteria no cinema no seu primeiro longa-metragem . Desta vez, as quatro amigas aparecem na forma de uma aventura glamurosa e ensolarada que carrega as mulheres de Nova York para um dos destinos mais luxuosos, exóticos e enigmáticos do planeta, onde a festa nunca termina. Mas uma viagem surge no momento perfeito para as quatro amigas, que se descobrem envolvidas nas regras tradicionais do casamento e da maternidade, e tentam lutar contra isso. No elenco, Sarah Jessica Parker, Cynthia Nixon, Kim Cattrall, Kristin Davis, Chris Noth, Max Ryan, David Eigenberg, Evan Handler, Liza Minnelli, Miley Cyrus.

QUADRO DE COTAÇÕES / ACCPA
FILMES MARCO MOREIRA PEDRO VERIANO LUZIA ÁLVARES
“Robin
Hood” Bom Razoável Bom
--------------------------------------------------------------------------------
“Homem de Ferro
2” Razoável Razoável Razoável
--------------------------------------------------------------------------------
“Madadayo” Excelente Excelente Excelente
--------------------------------------------------------------------------------
“7 Anos” Muito Bom Bom Bom
--------------------------------------------------------------------------------
“Um Lugar
ao Sol”(DVD) Excelente Excelente Excelente
--------------------------------------------------------------------------------
“Week End” Excelente Razoável Excelente
--------------------------------------------------------------------------------

SUPERNOVAS
*O diretor Oliver Stone que acaba de exibir em Cannes” Wall Street – O Dinheiro nunca Dorme”, estará em São Paulo no dia 31 de maio para o lançamento de seu mais recente documentário, “Ao Sul da Fronteira”. Exibido no Festival de Veneza no ano passado, o filme é um documentário que registra a viagem do cineasta por países da América Latina e inclui entrevistas com os presidentes Hugo Chavez, Evo Morales, Lula, Cristina Kirchner, Raul Castro, entre outros. Oliver Stone, que percorrerá outros países sul-americanos, fará uma exibição do filme para a imprensa seguida de entrevista coletiva. “Ao Sul da Fronteira” estreia no Brasil dia 5 de junho, com distribuição da Europa Filmes.
*Mais uma vez, o público poderá escolher seus filmes favoritos no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, que este ano será entregue no dia 8 de junho, em cerimônia no Teatro João Caetano, no Rio de Janeiro. A votação já foi aberta no site da Academia Brasileira de Cinema (www.academiabrasileiradecinema.com.br), nas categorias de melhor longa-metragem nacional e estrangeiro. O evento conta com patrocínio da RioFilme, da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro e da rede de cinemas Cinemark.*Martin Scorsese (Ilha do Medo) voltou a falar para a imprensa esta semana sobre a cinebiografia de Frank Sinatra que ele irá dirigir.Segundo o diretor, seu desejo é ter Al Pacino como Sinatra e Robert DeNiro como Dean Martin, um dos integrantes do Rat Pack, grupo formado por Sinatra, Martin, Sammy Davis Jr, Peter Lawford e Joey Bishop. O filme mostrará Sinatra em vários períodos de sua vida. Leonardo DiCaprio é já confirmou participação no filme.A produção deverá chegar aos cinemas em 2012.
*James Franco (Homem Aranha) foi contratado para protagonizar o novo “Planeta dos Macacos”, que tem o título “Rise of the Apes”. Ele viverá o jovem cientista que consegue desenvolver uma mistura de homem com macaco.A estreia acontece em 24 de Junho de 2011.
*”O Último Mestre do Ar”, adaptação do desenho “Avatar: A Lenda de Aang” (Avatar: The Last Airbender), teve sua estreia adiada no Brasil.O longa, que seria lançado em 23 de Julho, foi adiado para 20 de Agosto.A estreia acontece em 2D e 3D convertido.
*Walter Salles (Central do Brasil)já tem um projeto planejado para depois de “On The Road”, cujas filmagens começam em agosto. O cineasta deve levar às telas uma adaptação bestseller do escritor chileno Hernar Rivera Letelier, “La Contadora de Películas”.
*A Warner Bros. Brasil divulgou o cartaz nacional de “A Origem” (foto), novo filme de Christopher Nolan (Batman Begins). O filme é uma aventura de ficção cientifica que acontece dentro da arquitetura de uma mente. No elenco, Leonardo DiCaprio.
*A Associação de Críticos de Cinema do Pará (ACCPA) tem na internet um blog de cinema: http://www.accpara.blogspot.com/
*Acesse também “Odisséia”, meu blog sobre cinema e outros assuntos no endereço http://www.marcoantoniomoreira.blogspot.com/.
* Meu Twitter: www.twitter.com/marcomoreira_
* Confira nas sextas e sábados pela manhã, meus comentários sobre cinema na rádio O Liberal/CBN.

CRÍTICA
“Madadayo” de Akira Kurosawa
.O filme conta a história das últimas décadas de vida de Hyakken Uchida, professor e escritor que se aposenta no início dos anos 40. Com saudades e reconhecendo o talento do professor, seus antigos alunos fazem constantes reuniões para matar as saudades do professor, em um ritual que o prepara para a morte, que pode estar mais perto a cada ano. Completando o ciclo de homenagens aos 100 anos de nascimento do diretor Akira Kurosawa feito pela ACCPA, o Cine Olympia exibe hoje, às 16 h, o último filme dirigido pelo mestre Kurosawa, realizador de obras-primas do cinema como “Dersu Uzala”, “Viver” e “Rashmon”. Ao contar a história de um professor que se aposenta e deixa saudosos seus alunos, Kurosawa faz aqui um pararelo com sua própria história dentro e fora do cinema. Repleto de cenas emocionantes e poéticas, “Madadayo” é a última obra de um poeta do cinema. Logo em seguida ao lançamento deste filme, Kurosawa se mudou para o interior do Japão para viver seus últimos dias.
"Terra Estrangeira” de Walter Salles Jr. Em 1996, um filme brasileiro chegou aos cinemas no meio de um grande caos que o cinema nacional brasileiro estava passando. Poucos filmes em produção, extinção da distribuidora/produtora Embrafilme pelo governo e o consequente afastamento do grande público eram apenas alguns dos problemas que nosso cinema vivia na época. Além disso, o povo brasileiro ainda estava vivendo os sustos e surprêsas de sua nova democracia quando o diretor Walter Saller Jr., junto com Daniela Thomas, resolveu fazer “Terra Estrangeira”, um filme sobre a solidão. A solidão do Brasil, dos brasileiros, dos povos, das pessoas.No filme, o personagem Paco quer conhecer a terra de sua mãe após sua morte, mas para isso, tem que passar por uma jornada de encontros e desencontros da sua história, da história de sua mãe e da história de um país:o Brasil. Reflexo de um momento importante da história brasileira, “Terra Estrangeira” foi/é um filme desafiador ao provocar sentimentos de dor, perda, esperança, desilusão e sede de viver de seus personagens, tão parecidos com todos nós. Filmado em preto e branco, como se Walter Salles Jr. quisesse tornar seu tema atemporal e real, “Terra Estrangeira” é um filme repleto de símbolos. Paco é o Brasil, procurando se reencontrar correndo atrás do seu passado ou Paco é o brasileiro, solitário, em busca de sua identidade nunca definida mas sempre almejada ? Em ambos os caminhos de leitura do filme, o tema da solidão. Solidão de ter que ser, sem saber o que. Solidão de procurar, sem saber onde. Solidão de descobrir, sem saber pra que. Assim, Salles Jr. constrói “Terra Estrangeira”, talvez seu melhor filme, ao lado de “Central do Brasil”.Bem dirigido, com uma narrativa bem simples e desenvolvida com cenas poéticas muito bem escritas e filmadas, este filme marcou o cinema brasileiro dos anos 90 ao provar que era possível fazer um tipo de cinema amplo, abrangente, brasileiro e universal ao mesmo tempo.”Terra Estrangeira” é um filme universal. Seu tema é universal. Mas ao mesmo tempo, é um filme que transpira uma brasilidade poucas vezes mostrada com tanta sensibilidade pelos nossos cineastas. Por isso, “Terra Estrangeira” merece ser conhecido e por isso também este filme foi escolhido para ser o filme de abertura do Cineclube OI Estação, mais uma opção de cinema para o cidadão paraense, numa iniciativa inédita que vai procurar levar literalmente o cinema ao público, com exibições de curtas e longa-metragens na orla da Estação das Docas, numa parceria com ACCPA que espero, produza novas idéias e novas iniciativas para levar novas opções de cinema ao grande público. (Texto publicado no meu blog ODISSÉIA a respeito do filme que inaugurou o Cineclube Oi Estação)

D I C A S
DVD/FILME: “
Mimi, O Metalúrgico” é uma produção de 1972 dirigida pela cineasta Lina Wertmuller. Proibido durante algum tempo no Brasil, o filme chegou anos depois nas salas de exibição com uma série de cortes. Mimi é siciliano, forçado a sair de sua terra natal quando não consegue mais arrumar emprego, como resultado de seu voto contra o candidato da máfia. Ele deixa sua mulher e segue para Turin. Na cidade grande ele consegue emprego, mas descobre que ali existe muito mais corrupção do que em sua terra. No elenco, Giancarlo Gianinni (Hannibal).
BLU-RAY: Baraka é uma antiga palavra que pode ser traduzida como o sopro ou a essência da vida, de onde se desencadeia o processo de evolução da vida. Com imagens captadas em 24 países, “Baraka”, o filme, busca traduzir visualmente a ligação do ser humano com a Terra. Esta versão é restaurada e é foi o primeiro filme a ser escaneado em 8K, a partir de um negativo restaurado. O resultado é uma experiência visual inédita com ótimos extras incluindo o making of da produção. A direção é de Ron Fricke.
DVD/SHOW: “Bruce Springsteen com a The Band Sessions Live in Dublin” apresenta 23 canções tiradas performances da banda em Dublin, Irlanda, em shows realizados em 2006. O DVD mostra a banda durante o final da turnê na sua melhor forma e com um excelente repertório com canções como “Atlantic City”, “Jacob´s Ladder” e Eyes on the Prize” e “Blinded by the Light”.

AGENDA
- Cineclube Alexandrino Moreira: O Cineclube Alexandrino Moreira, do Instituto de Artes do Pará (IAP), exibe amanhã às 19 h , em parceria com a Programadora Brasil, mais um filme brasileiro que merece ser visto. Entrada Franca.
- Espaço Municipal Cine Olympia: Continua em exibição o filme francês “7 Anos” com entrada franca de terça à domingo às 18:30 h. Na Sessão Cinemateca, mais uma iniciativa em parceria com a ACCPA, hoje às 16 h, será exibido “Madadayo”, último filme dirigido pelo grande cineasta japonês Akira Kurosawa. O filme fecha o ciclo de homenagens que a ACCPA fez em comemoração aos 10 anos de nascimento do diretor ocorrido este ano.
- Cine Líbero Luxardo: “À Moda da Casa” de Nacho Vellila, produção espanhola, está exibição. No filme, Maxi é um chef de cozinha que precisa cuidar de um casal de filhos depois que sua ex-mulher morre. Enquanto tenta ganhar a confiança deles, acaba se envolvendo com seu vizinho, ex-jogador de futebol e atual comentarista de televisão, que tem medo de tornar pública sua sexualidade. O filme será exibido de quinta a domingo de 27 a 3005 e 03 a 06/06- às 19h30.
- Cineclube Oi Estação : Quarta-feira, dia 02/05, será exibido o curta-letragem "Cidade das Águas" de Jorane Castro e o clássico "Tempos Modernos" de Charlie Chaplin. A sessão começa às 19 h com entrada franca e debate entre o público presente e os críticos da ACCPA. Os filmes do Cineclube Oi Estação são exibidos dentro do projeto CINEMA NA ORLA, da Estação das Docas e tem a parceria da ACCPA (Associação dos Críticos de Cinema do Pará).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 02 a 08/03/17

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17