CINE TROPPO - SEMANA DE 11 À 17/11/11



CINE TROPPO
Marco Antonio Moreira Carvalho
Lançamentos da Semana
Caso não haja alterações de última hora, as estreias da semana são “Reféns” e “11.11.11”.
Em “Reféns”, Kyle (Nicolas Cage) e Sarah (Nicole Kidman) vivem em uma elegante e segura casa com todos os confortos modernos. Sua única filha, Avery (Liana Liberato) é uma adolescente linda mas ainda muito rebelde. Tudo está bem até o momento em que a casa é invadida por criminosos e a família é feita refém. Agora todos os segredos da família deverão ser revelados na luta contra os invasores. No elenco, Nicole Kidman e Nicolas Cage. A direção é de Joel Schumacher (Por Um Fio).
Em “11.11.11”, depois da trágica morte de sua esposa e filho, o famoso autor norte-americano Joseph Crone viaja dos Estados Unidos para Barcelona, para se reunir com seu irmão e seu pai no leito de morte, Richard. No entanto, o destino tem um plano diferente para Joseph. Ele começa a perceber acontecimentos estranhos e aparições constantes do número 11, o que rapidamente se transforma em obsessão. Isolado em um país estrangeiro, Sadie, Joseph logo percebe que 11/11/11 é mais do que apenas uma data, é um aviso. Curiosidade : a trama acompanha a crença norte-americana de que às 11 horas e 11 minutos do dia 11 do 11º mês, o décimo primeiro portão do céu irá se abrir, e uma força sobrenatural será liberada por 49 minutos.


QUADRO DE COTAÇÕES / ACCPA
MARCO MOREIRA/PEDRO VERIANO/LUZIA ÁLVARES

“O Palhaço” Muito Bom/Razoável/Muito Bom
----------------------------------------------------------
“Tetro”
(DVD) Muito Bom/Bom/Bom
----------------------------------------------------------
“Gigante
de Aço” Razoável/Razoável/Bom
----------------------------------------------------------
“Contágio” Bom/Bom/Bom
----------------------------------------------------------
“O Baile”
(DVD) Excelente/Excelente/Excelente
----------------------------------------------------------
“Os
3
Mosqueteiros” Razoável/Razoável/Razoável
----------------------------------------------------------

SUPERNOVAS
*A atriz italiana Mônica Vitti, que completa 80 anos hoje, está sendo homenageada pelo 6° Festival Internacional de Cinema de Roma por ocasião da data.As oito décadas da artista, que é uma das mais populares do país, estão sendo recordadas com uma exposição de fotos sobre ela, além da exibição de seu único filme como diretora, "Scandalo segreto" (1989), que chegou a competir no Festival de Cannes no ano seguinte.A pedido da atriz e de seu marido, o fotógrafo Roberto Russo, não houve abertura oficial da exposição e a projeção não contou com a presença de grandes nomes da cinematografia mundial.Vitti saiu definitivamente das telas em 1992, ano em que começou a manifestar os primeiros sintomas do mal de Alzheimer. Sua última aparição pública foi em 1993, quando recebeu uma homenagem do Festival Internacional de Cinema de Mulheres de Créteil, na França. Desde aquela data, seu estado de saúde nunca mais foi divulgado.
*Serginho Groissman e Marina Person apresentaram os ganhadores do Troféu Bandeira Paulista, escolhidos pelo júri oficial do evento, e também os vencedores dos prêmios Humanidade / Leon Cakoff (dividido entre os cineastas Atom Egoyan e Mohsen Makhmalbaf), Itamaraty, Público e Canal Brasil. O prêmio do público de melhor documentário brasileiro ficou com os filmes Raul – o início, o fim e o meio, de Walter Carvalho e Vai-vai: 80 anos nas ruas, de Fernando Capuano. Na categoria de melhor longa de ficção brasileiro, o público escolheu Teus olhos meus, de Caio Sóh. Já o júri premiou Respirar, do austríaco Karl Markovics, como melhor filme, e Marathon Boy, de Gemma Atwal, como melhor documentário.
*Foi definido o calendário de filmagens de “Homem de Ferro 3”, que será dirigido por Shane Black ('Beijos e Tiros').As filmagens vão durar de maio de 2012 a janeiro de 2013, na Carolina do Norte. O filme está programado para ser lançado em 3 de maio de 2013, após a estreia de 'Thor', 'Capitão América' e 'Os Vingadores'.
*A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas divulgou os nomes de dezesseis animações pré-selecionadas para as vagas de Melhor Animação no Oscar 2012. A animação 'Rio', do animador brasileiro Carlos Saldanha, está entre os concorrentes. A premiação acontecerá em Los Angeles, EUA, no dia 26 de Fevereiro de 2012.
*A cultuada série de humor britânica 'Absolutely Fabulous' será adaptada aos cinemas.Jennifer Saunders, criadora e protagonista, foi contratada para roteirizar o longa-metragem. A estreia acontece em 2013.
* Confira o artigo excelente do crítico Arnaldo Prado Jr, sobre o filme “O Espantalho” com Al Pacino e Gene Hackman.
*Em entrevista ao Wall Street Journal, Ridley Scott voltou a falar sobre a sequência de 'Blade Runner - O Caçador de Androides'.Ele revelou que vai se dedicar a este projeto assim que finalizar as filmagens de 'Prometheus'. Scott voltou a afirmar que o longa será uma sequência, mas ninguém do elenco original retorna. E mais uma vez disse que Harrison Ford não está ligado, de maneira alguma, ao filme.
* A ACCPA (Associação dos Críticos de Cinema do Pará) tem um site à disposição do internauta: www.accpara.com.br . No site da ACCPA, tem a programação dos cinemas comerciais e alternativos, críticas, calendários de estreias, enquete, etc..
*Acesse “Odisséia”, meu blog sobre cinema e outros assuntos no endereço http://www.marcoantoniomoreira.blogspot.com/.
* Meu Twitter: www.twitter.com/marcomoreira_

DVD/Crítica
“O Espantalho”
Gene Hackman e Al Pacino são fundamentais no filme O Espantalho (Scarecrow, EUA, 1973), dirigido por Jerry Schatzberg, escrito por Garry Michael White e com direção de fotografia de Vilmos Zsigmond. Max Millan (Gene Hackman) aparece logo na primeira cena, descendo de um terreno elevado, poucas árvores, o céu é cinza. Vem longe, carrega uma maleta. Francis Lionel ‘Lion’ Delbucci (Al Pacino) o observa da estrada. Ao se aproximarem, Francis tenta conversar, mas Max não liga. Francis carrega uma pequena caixa branca com um enfeite vermelho, tipo uma flor, e um pequeno saco de viagem. O entendimento entre eles começou quando Francis ofereceu a Max o último palito de fósforo que tinha para acender um charuto, pois o isqueiro de Max não funcionava. Max havia saído da prisão, economizou dinheiro e pretendia abrir um negócio em Pittsburg, um lava carros. Convida Francis para se associar a ele. O convite é aceito, mas antes Francis tem que ir até Detroit. Max também fará uma parada, em Denver para ver a irmã Coley (Dorothy Tristan). Francis esteve vagando, pelo mar, durante cinco anos. Max preso em Quentin, seis anos. Francis está levando um pequeno abajur (uma lâmpada em uma caixa), presente para o filho, criança que ele não conhece, não sabe se é menino ou menina, deixou a mulher antes do nascimento. Ele mandava dinheiro para o filho, não era muito, mas ajudava. Max não tinha filhos, não confia em nada, e é capaz de enfrentar um elefante; tinha tudo planejado para o lava-carros e exigia lealdade do sócio senão chutaria o traseiro dele.
Depois de conversarem em um bar, pegam um trem de carga, arranjam um emprego, logo entram numa briga e são atirados porta à fora do local de trabalho. Francis fala do Scarecrow, mas antes repreende o companheiro: “- Você não tem que bater nas pessoas. Não se você as faz rir.” “- Sim, claro.” “- Max? Sabe a história dos espantalhos?” “- Não.” A teoria de Francis pode ser resumida em poucas palavras: os corvos acham engraçados os espantalhos colocados pelos fazendeiros e riem; na verdade, os fazendeiros fazem os corvos rirem para que eles os deixem em paz.
Max não se conforma com a passividade de Francis com uma freira que bateu injustamente nas mãos dele em um colégio católico embora ele estivesse inocente da acusação de estar conversando em aula. Em um bar, Max volta a provocar Francis: “- E o que você vai fazer quando sua mulher lhe encher de porradas com a sua lâmpada lá em Detroit?” “- Bem, eu a farei rir.” “- Você a fará rir?”[...] “- As pessoas não se irritam com quem as fazem rir.” “- Então a fará rir?” “- Claro.”
A partir da chegada à casa da irmã de Max, novos personagens vão permitir a ampliação do contexto humano, enriquecendo o campo de análise e tornando mais dinâmica a narrativa. Em um departamento correcional acontecem os momentos de maior violência física. Francis é espancado com fúria por um detento e Max, em contrapartida, surra o agressor, também violentamente.
Em conversa em um bar, nota-se uma mudança significativa no comportamento de Francis. De concordante e, até submisso, ele começa a criticar o companheiro. E Max também vai mudar. Na iminência de perder o amigo por causa de nova briga, Max desiste do confronto e dá um verdadeiro espetáculo no bar. Ele troca a violência pela alegria, causa riso. Novamente em um vagão de trem de carga, Max, alegre, diz ao amigo que em frente ao lava-carros terão um espantalho.Finalmente chegam em frente da casa da ex-mulher de Francis. Ele não se sente bem, acham melhor telefonar.
Francis faz a ligação, há um corte da cena na cabine telefônica e a câmera enfoca compartimentos internos de uma casa; um garotinho brinca no chão. O telefone toca. Ao longe está uma mulher. “- Mamãe. [o garoto amarrava o sapato, levanta-se, vai em direção ao telefone, mas a mulher, correndo antecipa-se, o garoto recua, ela atende] Resumindo o final da conversa: a mulher diz para Francis que a criança não nasceu porque ela foi abandonada, abortou após uma queda com oito meses de gravidez, era um menino, nunca foi batizado, não pôde entrar no céu...
Ao sair da cabine telefônica Francis diz para Max que o filho é um menino, e de fato é, mas a mulher mentira, ele finge alegria, mostra-se exuberante. Eles pegam os pertences, mas a caixa com enfeite vermelho, tipo uma flor, com o abajur, o presente que seria para o filho, fica em cima de um automóvel.Em uma praça, Francis brinca com crianças; Max está um pouco distante. O drama/tragédia de Francis Lionel “Lion” Delbuchi vai chegar ao clímax: ele vai enlouquecer. Ao simular a leitura da sorte das crianças, aparecem os primeiros desequilíbrios e depois, incorporando o pirata Long John Silver, personagem do livro A Ilha do Tesouro. Francis desaba. É a transformação de um jovem alegre e brincalhão em um pirata sanguinário e em um homem amargurado, destruído. Francis desmaia, Max o segura. No hospital, Max, definitivamente, explicita a profunda amizade que tem por Francis; só que, de fato, o amigo enlouqueceu. E a vida continua: Max irá a Pittsburg buscar o dinheiro reservado para o lava carros para cuidar do amigo Francis. E fica a pergunta: a perversidade derrotou a alegria?
Em Scarecrow, Jerry Schatzberg é detalhista, cuidadoso, firme e convincente; as situações apresentadas vão da violência ao carinho, da exacerbação de sentimentos à descrição de ambientes com função semântica, sem maneirismos, valorizada pela fotografia como elemento integrador. O filme é sentimental sem ser piegas, tem até momentos de comédia muito bem inseridos, é violento, mas em função de um objetivo construtivo, é sutil e, ao mesmo tempo, direto, pode ser apaixonante.( Arnaldo Prado Junior)

AGENDA
* Cineclube Alexandrino Moreira: O cineclube, em parceria com a ACCPA (Associação dos Críticos de Cinema do Pará) exibirá dia 28/11, “Verdades e Mentiras” de Orson Welles. É o último filme dirigido pelo grande mestre que realizou “Cidadão Kane” em 1941. O filme será exibido com entrada franca com o já tradicional debate após a exibição entre o público presente e os críticos da ACCPA.
* Cine Olympia: O cinema Olympia exibe durante toda esta semana uma retrospectiva do melhores filmes do Amazônia Doc. 3 com sessão às 18:30 h e entrada franca.Para acompanhar toda a programação do Amazônia Doc, acesse o site www.amazoniadoc.com.br. A partir do dia 22/11, será lançado no cine Olympia o excelente “Tio Boonmee que pode Recordar suas Vidas Passadas”, filme que ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes ano passado. Imperdível.
*Cine Estação : Volta ao cartaz o belíssimo filme “A Árvore da Vida” de Terrence Malick, certamente um dos melhores filmes exibido este ano na cidade.A relação entre pai e filho de uma família comum, ao longo dos séculos, desde o Big Bang até o fim dos tempos, nos é mostrada em uma fabulosa viagem pela história da vida e seus mistérios.
o filme será exibido nas seguintes datas : 09 (quarta): às 18h e 20h30
10 (quinta): às 18h e 20h30,13 (domingo): às 10h, 18h e 20h30
16 (quarta): 18h e 20h30 e 17 (quinta): 18h e 20h30

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17

Cine Troppo - De 25 a 31/01/18