CINE TROPPO - SEMANA DE 12 À 18/06/14

Cine Troppo - Marco Antonio Moreira Carvalho
*Os estúdios de animação Disney e Pixar revelaram esta semana as primeiras imagens de suas próximas realizações durante o 36º Festival Internacional de Cinema de Animação de Annecy (França), que termina em 14 de junho.O diretor Pete Docter, criador de "Monstros S/A" e "Up! Altas Aventuras", longa-metragem que em 2009 recebeu o Oscar de melhor filme de animação, apresentou a gênese de "Inside Out", o novo projeto da Pixar e comentou sobre sequências inéditas do filme, que ainda não está concluído.Previsto para estrear em 19 de junho de 2015, este filme cheio de piadas retrata as aventuras de Alegria, Medo, Tristeza, Raiva e Desgosto, cinco personagens coloridos responsáveis por regular as emoções de Riley, uma menina de onze anos em plena crise da adolescência, a partir de uma sala de controle escondida no labirinto de sua mente. Sucesso de público e crítica à vista.
*A Paramount anunciou o relançamento de “Forrest Gump, O Contador de Histórias”, de Robert Zemeckis, em salas IMAX do circuito americano. O drama, que rendeu o “Oscar” de melhor ator a Tom Hanks e melhor diretor a Zemeckis, completa 20 anos em 2014. O relançamento está previsto para 5 de setembro. O longa arrecadou US$ 677,3 milhões no mundo.
*No mês que o clássico ‘O Rei Leão‘ (The Lion King) completa vinte anos, a Disney Television Animation começou a produção de ‘O Guarda Leão‘ (The Lion Guard), um telefilme animado que continua a história de ‘O Rei Leão‘, seguindo as aventuras de Simba e seus filhos com Nala. O telefilme será voltado para crianças de 2 a 7 anos e suas famílias, e a estreia vai acontecer no segundo semestre de 2015. Depois, o canal planeja uma série de TV com estreia para 2016.

*A animação brasileira "O Menino e o Mundo", de Alê Abreu, (que será exibida no Cine Líbero Luxardo em junho) vai estrear nos Estados Unidos por uma empresa responsável por várias produções estrangeiras indicadas ao “Oscar” de animação. As informações são da revista "Variety". Em exibição no Festival Internacional de Animação de Annecy, na França, o longa teve seus direitos de distribuição na América do Norte adquiridos pela GKids, companhia definida pela "Variety" como "um selo de qualidade para longas de animação artisticamente ambiciosos de todo o mundo".
*O diretor Paul Haggis apresentou esta semana seu novo filme, "Third Person" (ainda sem título em português), em que aposta em uma estrutura narrativa com ecos de "Crash: No Limite", sua obra mais conhecida (ganhadora de 03 “Oscar”, com a qual pretende "exigir" do espectador, que não encontrará respostas fáceis aos dilemas apresentados. "Queria fazer um filme que lembrasse os dos anos 70. Hoje em dia, a maioria dos filmes quer explicar absolutamente tudo. O espectador é inteligente. Não precisa ter todas as respostas", disse Haggis em entrevista coletiva.

*O diretor da trilogia "O Poderoso Chefão" afirmou que o futuro do cinema será "ao vivo". Em uma conferência do Produced By, evento que reuniu realizadores em Los Angeles, Francis Ford Coppola disse que essas exibições acontecerão simultaneamente por todo o mundo. As informações são dos sites Deadline e The Hollywood Reporter. Com a evolução digital, ele explicou, "o cinema poderá ter apenas 30% pré-gravado e o resto poderá ser feito ao vivo. Você pode fazer qualquer coisa e pode fazer ao vivo”.
*Em Julho, será exibido no cinema Olympia o documentário "Sobre Sete Ondas Verdes Espumantes", com direção de Bruno Polidoro e Cacá Nazario, sobre a vida do escritor Caio Fernando Abreu, um dos nomes mais importantes da literatura brasileira com mais de 15 livros publicados no país e edições lançadas na França, Bélgica, Alemanha, Itália e nos Estados Unidos.
*A Warner Bros anunciou o lançamento de um box deluxe de “Era Uma Vez na América, último filme do italiano Sergio Leone  com Robert De Niro e James Woods como protagonistas.O excelente longa de Leone foi exibido originalmente em Cannes, em 1984, em uma versão de quatro horas. Porém, quando estreou no circuito comercial, sua duração foi reduzida a 134 minutos. Posteriormente, nos anos 90, ainda houve uma versão para TV, com 229 minutos, e em 2012 o filme ganhou outra exibição  em Cannes, em sua edição original. Agora, a Warner prepara um box que contém a edição do diretor, com 251 minutos. O kit ainda inclui um encarte de 32 páginas, um documentário de making of e a versão exibida comercialmente na década de 80. Desde já, um dos mellhores lançamentos do ano.
 DESTAQUES

MOSTRA 
Exibição de filmes dirigidos pelo cineasta Jorge Bodansky
(Cine Líbero Luxardo)


CONTINUAÇÃO
“Inside Llewyn Davis – Balada de um Homem Louco”
(Cine Estação)


PARA VER E REVER
"Um Corpo que Cai" (Vertigo) de Alfred Hitcvhcock


AGENDA
*Cine Olympia: 
De 06 à 19/06 – “A Última Estação” de Márcio Coury. O adolescente libanês Tarik veio tentar a vida no Brasil. Na viagem de navio, fez amizade com outros jovens árabes e sírios, mas, ao chegarem ao país, cada um seguiu seu caminho. Depois de 50 anos, Tarik, com ajuda da filha, resolve procurar os amigos da viagem. Sessão às 18:30 h. Entrada Franca


*Cine Líbero Luxardo:
De 13 à 15/06 – Mostra de filmes do cineasta Jorge Bodansky
 Dia 13 de junho: “Igreja dos Oprimidos” (1985) - 75’, “A Propósito de Tristes Trópicos” (1990) - 46’ e “Jari” (1979) - 60’.
Dia 14 de junho: “Iracema - Uma transa amazônica” (1974) - 90’. Ao final da exibição, bate-papo com Jorge Bodanzky.
Dia 15 de junho: “Era uma vez Iracema” (2005) - 45’, “Transanarquia” (2011) - 52’ e “Navegaramazônia - Uma viagem com Jorge Mautner” (2006) - 50’. Mostra Bodanzky.
Dia 21/06 – Sessão Cult com o filme “A Vida por um Fio”(1948) de Anatole Litvak.
 *Cine Estação:
De 08 à 29/06 – “Inside Llewyn Davis : Balada de um Homem Comum” dos irmãos Cohen.  Produção é inspirada na vida do músico Dave Van Ronk em sua trajetória na cidade de Nova York da década de 60.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17

Cine Troppo - De 25 a 31/01/18