CINE TROPPO - SEMANA DE 13 À 19/01/12



CINE TROPPO
Marco Antonio Moreira Carvalho
Lançamentos da Semana
Caso não haja alterações de última hora, as estréias da semana são “Sherlock Holmes – O Jogo das Sombras”.
“Sherlock Holmes – O Jogo das Sombras”traz de volta o ator Robert Downy Jr no papel principal. Nesta nova história, Holmes vai enfrentar um novo gênio do crime, o Professor Moriarty (Jared Harris) que não apenas é igual a Holmes intelectualmente, mas sua capacidade para o mal, aliada a uma completa falta de consciência, podem realmente dar-lhe uma vantagem .Quando o príncipe herdeiro da Áustria é encontrado morto, a prova, interpretada pelo Inspetor Lestrade (Eddie Marsan), aponta para suicídio. Mas Sherlock Holmes deduz que o príncipe tenha sido vítima de um assassinato, que é apenas uma peça de um quebra-cabeça maior e muito mais portentoso, desenhado pelo professor Moriarty. No elenco, Jude Law e Rachel Adams.
Em “A Hora da Escuridão”, quatro jovens se vêem perdidos em Moscou, lutando para sobreviver após um devastador ataque alienígena. O filme traz efeitos visuais espantosos do cineasta Timur Bekmambetov com a visão sólida e pós-apocalíptica do diretor Chris Gorak.O filme será exibido em 3D.

QUADRO DE COTAÇÕES / ACCPA
FILMES MARCO MOREIRA PEDRO VERIANO LUZIA ÁLVARES
“A Pele
que Habito” Muito Bom/ Bom Excelente
--------------------------------------------------------------------
“Missão
Impossível 4” Razoável/ Razoável/ Razoável
--------------------------------------------------------------------
“Gato
de Botas” Razoável/ Fraco/ Fraco
--------------------------------------------------------------------
“Noite de
Ano Novo” Razoável Razoável Razoável
--------------------------------------------------------------------
“Compramos
um Zoológico Razoável/ -/ -
--------------------------------------------------------------------
“Gente
de Sorte” Bom/Bom / Muito Bom
--------------------------------------------------------------------


SUPERNOVAS
*Cristo já foi personagem em várias produções no cinema, mas jamais uma história foi contada sob o ponto de vista do Jesus criança. Esse é o tema da obra da escritora Anne Rice, intitulada "Christ the Lord: Out of Egypt", lançada em 2005 e que agora será adaptada para as telas. Os direitos autorais foram adquiridos pela 1492 Pictures, produtora deChris Columbus - produtor e diretor dos dois primeiros "Harry Potter". O romance "Christ the Lord: Out of Egypt", ainda inédito no Brasil, acompanha a infância de Jesus Cristo dos sete aos oito anos de idade.
*O filme de época francês “Les Adieux à La Rreine”, que reconstitui os primeiros dias da Revolução Francesa sob a perspectiva dos empregados do palácio de Versailles, foi escolhido para abrir o Festival de Berlim, no dia 9 de fevereiro. Com direção de Benoît Jacquot, o filme traz no elenco Diane Kruger, Virginie Ledoyen, Léa Seydoux e Xavier Beauvois. A organização do evento também divulgou mais dez filmes da competição pelo Urso de Ouro, entre eles “Cesare deve morire”, dos irmãos Paolo e Vittorio Taviani (Itália), “Tabu” de Miguel Gomes (Portugal), e “Barbara” de Christian Petzold (Alemanha).” In the Land of Blood and Honey”, que marca a estreia na direção da atriz Angelina Jolie, será exibido na seção Berlinale Special, fora de competição. Confira
*Estão abertas as inscrições de longas-metragens para a 14ª edição do Bafici – Festival Internacional de Cinema Independente de Buenos Aires, que acontece de 11 a 22 de abril. Serão aceitos filmes de ficção e documentário que tenham sido concluídos até 15 de março de 2011. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas emwww.bafici.gov.ar até o dia 27 de janeiro.
*Martin Scorsese receberá no dia 12 de fevereiro uma homenagem do BAFTA (British Academy of Film and Television Arts), como reconhecimento de sua contribuição ao cinema e uma celebração de sua carreira, que conta com trabalhos como “Taxi Driver”, “Touro Indomável”, O Aviador” e, mais recentemente, “Hugo”, seu primeiro filme rodado em 3D. O cineasta já havia sido indicado ao BAFTA nove vezes, ganhando três prêmios em 1991 por “Os Bons Companheiros”. No ano passado, o homenageado foi Christopher Lee(ator britânico que várias vezes protagonizou o papel de Drácula além de ter atuado em “O Senhor dos Anéis” e “Star Wars”).
*“After Earth”, nova produção de M. Night Shyamalan com Will Smith como protagonista,começará a ser filmado agora em fevereiro com lançamento previsto para o primeiro semestre de 2013.
* A ABRACCINE (Associação Brasileira de Críticos de Cinema) elegeu os melhores filmes de 2011. Melhor longa estrangeiro foi “A Árvore da Vida” de Terrence Malick. Melhor longa nacional, “Transeunte” de Eryk Rocha e melhor curta, “Praça Walt Disney”.”Transeunte” está programado para ser exibido no Cine Olympia, dentro das comemorações do aniversário de seu centenário .
* De 25 à 29/01, acontecerá no Cine Líbero Luxardo a exibição da mostra dos melhores do ano de 2011 da ACCPA com entrada franca.Serão exibidos : “A Árvore da Vida”, “Melancholia”, “Meia Noite em Paris, “Filme Socialismo” e “Em Um Mundo Melhor”.
* A ACCPA (Associação dos Críticos de Cinema do Pará) tem um site à disposição do internauta: www.accpara.com.br . No site da ACCPA, tem a programação dos cinemas comerciais e alternativos, críticas, calendários de estreias, enquete, etc..
*Acesse “Odisséia”, meu blog sobre cinema e outros assuntos no endereço http://www.marcoantoniomoreira.blogspot.com/.
* Meu Twitter: www.twitter.com/marcomoreira_


Dicas/DVD
"O Cangaceiro” (1953) de Lima Barreto. Com Alberto Rushel. Vencedor do prêmio de Melhor Filme de Aventura e Menção Especial para Música (“Olê muié rendeira”, interpretada pela atriz Vanja Orico) no Festival de Cinema de Cannes de 1954, este filme é um dos maiores clássicos do cinema nacional. O filme também foi o grande sucesso do estúdio Vera Cruz. Finalmentte o filme ganha uma edição especial em DVD duplo que traz extras de alta qualidade incluindo curtas-metragens do diretor Lima Barreto. No segundo dvd, o extra é a inédita versão longa-metragem, de “O Velho Guerreiro Não Morrerá – “O Cangaceiro” de Lima Barreto 50 Anos Depois”, premiado documentário de Paulo Duarte com depoimentos de Anselmo Duarte, Fernando Meirelles, Gilberto Gil, entre outros. Para quem quer conhecer a história do cinema brasileiro, ver ou rever “O Cangaceiro” é fundamental. Cotação : Muito Bom.
“Westworld: Onde Ninguém tem Alma”(1973) de Michael Crichton. Com Yul Brynner. Westworld é um gigantesco parque de diversões que vai leva seus vistantes de volta ao velho oeste. Mas aqui, cowboys e dançarinos são robôs programados para realizar as fantasias de todos. Mas tudo acaba se complicando quando um robê pistoleiro adquire vontade próprio e seu objetivo agora é matar. Yul Brynner (“Oscar” por "O Rei e Eu") está perfeito no papel principal. Escrito e dirigido por Michael Crichton, escritor que anos mais tarde lançaria vários “beste-sellers”que se transformaram em filmes de sucesso como “Parque dos Dinossauros”, “Westworld” é uma bela metáfora sobre a relação do homem com a tecnologia, mostrando que nem tudo é controlável e previsível, revelando que os robôs podem ser mais humanos do que o próprio ser humano. Clássico dos anos 70, “Westworld” vale a pena ser visto pelas novas gerações de cinemaníacos. Cotação : Excelente.
“Descontruindo Harry” (1997) de Woody Allen. Com Woody Allen, Billy Cristal e Robin Williams. Mais um filme genial do genial director Americano Woody Allen. Harry Block (Woody Allen) é um escritor que tem um sério problema: ele sofre de graves distúrbios psicológicos relacionados a pessoas ao seu redor. Ele acaba incluindo, disfarçadamente, pequenos detalhes de sua vida pessoal em seus livros, o que lhe causa bastante confusão com as pessoas próximas. Billy Crystal e Robin Williams estão perfeitos neste filme de Allen que não é lembrado como deveria.Como sempre digo, Allen é um dos maiores cineastas vivos do cinema. Cotação: Excelente.
“O Incrível Homem que Encolheu” (1957) de Jack Arnold. Com Grant Williams.Um marco no gênero da ficção-científica que finalmente chega em DVD. O filme mostra a história de Scott Carey, que durante um passeio de férias em alto-mar é atingido por uma nuvem radioativa e, meses depois, começa a encolher, literalmente. Assim, as coisas mais simples tornam-se verdadeiros pesadelos e o que antes era inofensivo, transforma-se em eu inimigo. Mais do que um filme de gênero, “O Incrível Homem que Encolheu” é um trabalho que nos traz altas reflexões sobre o ser humano e sua relação com o mundo. O que somos, porque estamos aqui, qual nosso papel dentro do universo, qual nosso fim. Realizado com uma produção de baixo custo, o filme marcou toda uma geração nos anos 50 e agora, chega em DVD para conquistar a admiração de novos espectadores. Cotação : Excelente.
“O Dossiê de Odessa”(1974) de Ronald Neame. Com Jon Voight e Maria Schell. Um jornalista realiza investigações que o levam ao paradeiro de um ex-capitão da SS que vive sob falsa identidade na Alemanha e lidera Secretamente uma organização secreta chamada Odessa. Logo ele descobre uma surpreendente ligação entre a organização e sua família. Baseado em uma obra de Frederik Forsyth, “O Dossiê de Odessa”. Com trilha sonora de Andrew Lloyd Webber.Cotação : Muito Bom.
“Inferno” (1960) de Nobuo Nakagawa. O filme conta a história de dois jovens: Shiro e Tamira. Eles atropelam um bêbado e partir dai uma variedade de acontecimentos beirando o irreal começam a acontecer, todos os seus conhecidos morrem e se juntam no inferno. Em uma noite surreal amigos são devorados por um abismo, e depois se detalha a descida ao inferno budista. “Inferno” é um filme de terror que influenciou vários cineastas na época de seu lançamento. Espero que outras produções japonesas deste gênero sejam lançadas em DVD, Cotação : Muito Bom.
“Noites Brancas”(1957) de Luchino Visconti. Com Marcello Mastroianni. Em Livorno, numa noite de inverno, o solitário Mario (Marcello Mastroianni) conhece a ingênua Natalia (Maria Schell), que chora à espera de seu grande amor. Nas noites seguintes, Mario apaixona-se por Natalia, sem saber o que o destino reserva para eles. Vencedor do Leão de Prata no Festival de Veneza, “Noites Brancas” é um dos filmes menos conhecidos do mestre Visconti (O Leopardo/Rocco e seus Irmãos) que finalmente chega em DVD.Cotação : Muito Bom..

AGENDA
*Cineclube Alexandrino Moreira: “Sonata de Outono” de Ingmar Bergman é o primeiro filme do ano a ser exibido dentro parceria com a ACCPA com o IAP (Instituto de Artes do Pará). É um dos melhores filmes do diretor sueco com atuações fantásticas de Ingrid Bergman e Liv Ullman. A sessão vai acontecer dia 23/01 às 19h com entrada franca e o tradicional debate entre o público e críticos presentes.
*Cine Olympia: “O Cinema Paraense em Destaque” é a mostra que abriu a programação do cine Olympia no ano do seu centenário. Além disso, é a programação que dá partida para as comemorações do aniversário do Olympia, no dia 24/04. A mostra reúne curtas produzidos e dirigidos no estado como “Adimirimiriti”, “Chama Verequete” , “Açai com Jabá”, “Invisivéis Prazeres Cotidianos” e Matinta”.Hoje é o último dia da programação com sessão às 18:30 h com entrada franca.
*Cine Líbero Luxardo: Com uma programação direcionada ao aniversário de Belém, o Cine Líbero Luxardo está exibindo uma série de produções paraenses. Hoje serão exibidos os seguintes filmes :”O Engano”(curta), “Açai com Jabá”(curta) e “Brutos Inocentes” (longa).A programação começa às 19h.Na Sessão Cult, parceria com a ACCPA, será exibido sábado dia 21/01, o filme “Hannah e suas Irmãs” de Woddy Allen. O filme será exibido às 16h com entrada franca e debate após a exibição.
*Cine Estação:”A Pele que Habito” de Pedro Almodovár está em exibição. Com Antonio Banderas no elenco, o filme provoca as mais variadas reações, como todo bom filme de Almodovár. “A Pele que Habito” foi um dos melhores filmes de 2011 e vale a pena (re)ver. Hoje é o último dia de exibição do filme às 10h, 18h e 20h30.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E O FINAL DE "ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ"

Cine Troppo - De 21 a 27/12/17

Cine Troppo - De 25 a 31/01/18